Exibir mensagens

Esta seção lhe permite ver todas as mensagens deste membro. Note que você só pode ver as mensagens das áreas às quais você tem acesso.


Tópicos - fbmj

Páginas: [1] 2
1
Fórum principal / Indústria brasileira de relógios (Hora Norte)
« Online: 26 Julho 2020 às 21:14:03 »
Olá pessoal, vi um anúncio em um site de compras de um relógio bem curioso:
Trata-se de um relógio da marca Hora Norte, produzido em Guaranhuns-PE, presumivelmente na década de 60, e que se auto-intitula o primeiro relógio de pulso brasileiro.
Alguém sabe sobre a historia dele?




Créditos das fotos ao vendedor “JAIMEYEFIM”

2
Fórum principal / Valjoux 7730 - A CLASSIC MID-CENTURY MOVEMENT
« Online: 09 Junho 2020 às 17:11:32 »
Artigo sobre um dos meus movimentos preferidos:
https://wornandwound.com/chronography-13-the-important-history-of-the-valjoux-7730-a-classic-mid-century-movement/


Para os que não foram ao cursinho de inglês (traduzido pelo Google):

O Valjoux 7730 é um movimento de cronógrafo de corda dupla e registro manual produzido de 1966 a 1973. O 7730 inclui um pequeno sub-dial de segundos às 9:00, um contador de 30 minutos pulando às 3:00 e um contador central de segundos . Sem complicação de data, a coroa se move entre apenas duas posições, uma configuração simples e agradável. Originando-se como uma alternativa aos cronógrafos de roda de coluna, o 7730 emprega um sistema de troca de came acessível que ajudou a democratizar o relógio de cronógrafo durante a metade do século passado.

O Valjoux 7730 serviu de base para movimentos personalizados e renomeados de marcas como Breitling, IWC e Panerai, enquanto o estoque 7730 acabou em relógios de marcas tão obscuras que o movimento é a coisa mais reconhecível neles. Pesquise no eBay por "Valjoux 7730" hoje e você obterá um punhado de cronógrafos esportivos das décadas de 1960 e 1970 de jogadores menores como Briel, Exactus e LIP através de personalidades mais conhecidas como Hamilton, Clebar e Zodiac; o último agora carrega o caché e o alto preço de ter sido construído por Heuer. Até a Sears & Roebuck vendeu 7730 cronógrafos carregados, feitos por Heuer, sob a marca sem imaginação "Tradition". Quanto aos seus próprios cronógrafos, Heuer usou o 7730 com moderação na Autavia Ref. 7763 e Carrera 7753, embora movimentos de roda de coluna como o Valjoux 72 (que usam diferentes ref.) Sejam igualmente comuns nesses modelos.

Juntamente com as taxonomias emaranhadas dos Valjoux 7730s modificados e renomeados, a bonança de aquisição e fusão entre fabricantes de movimento suíços durante o século 20 atrapalhou ainda mais a história do 7730. A versão curta é que o 7730 começou como o Vênus 188, que ocorreu de 1948 a 1966, quando Valjoux absorveu Vênus e mudou o nome do movimento para Valjoux 7730. Além do nome, Valjoux nada mudou até 1969, quando pequenas modificações no martelo deram origem ao 7733 e suas variantes com data (7734), contador de 12 horas (7736) e contagem regressiva de 10 minutos (7737), todos contendo peças intercambiáveis ​​com o 7730 original. Confusamente, o 7730 permaneceu em produção. atualmente até 1973, provavelmente o ano em que os martelos à moda antiga foram finalmente usados. O 7733 levemente modificado e suas variantes só duraram até 1978. Todos foram vítimas da crise de quartzo.

Apesar dos escritos na parede, Valjoux também produziu uma versão automática do 7733, chamada 7750, de 1974-1975, tornando-as suficientes naquele ano para durar uma década inteira de ascensão contínua ao quartzo. Como o interesse em relógios mecânicos voltou a surgir, Valjoux trouxe o 7750 de volta em 1985, e continua sendo o movimento cronógrafo mecânico mais popular do mundo até hoje.

Apesar dessa linhagem labiríntica, quase todos os 7730s não modificados têm “7730” estampados, e é seguro assumir que o carimbo indica um movimento de estoque feito entre 1966 e 1973. Aqueles que desejam coletar versões anteriores devem procurar os Vênus 188s, enquanto os interessados em modelos posteriores, deve-se observar o 7733, 34, 36, 37 e, é claro, o 7750 automático.

Como eles são a norma há décadas, é difícil imaginar um movimento de cronógrafo de mudança de câmera como um desenvolvimento radical. No entanto, durante a década de 1940, quando os sistemas de roda de coluna ainda eram o padrão, o Venus 188 de mudança de câmera muito mais barato ajudou a dar origem a uma diversidade aparentemente interminável de cronógrafos acessíveis, promovendo simultaneamente a roda de coluna à eminência. Embora existam explicações técnicas válidas para a superioridade do mecanismo de roda da coluna (especialmente quando acoplado a um ativador de embreagem), os sistemas de came permanecem até hoje os cavalos de trabalho acessíveis que deveriam ser.

Culturalmente falando, o movimento do cronógrafo de mudança de câmera ajudou a democratizar o cronógrafo. Durante as décadas de 1950 e 60, relativamente ricas, o esqui alpino corria em direção ao seu boom nos anos 70, com os Alpes como o destino final. Uma estética alpina austríaca e suíça estereotipada foi levada a uma nostalgia internacional ao ar livre que popularizou a arquitetura em estilo de chalé, suéteres suíços tradicionais, moda après-ski, fondu e reproduções intermináveis ​​de The Matterhorn. Então, como agora, nada simbolizava a Suíça, além de chocolate e relógios, e podia-se comemorar uma viagem à Suíça (ou a um dos novos resorts da América do Norte, como Aspen ou Vail) com um cronógrafo esportivo, porém acessível, da Chronographe Suisse ou um dos inúmeros selos para os quais eles faziam relógios. Estima-se que, entre o final da Segunda Guerra Mundial e o início da crise de quartzo na década de 1970, existiam até 500 selos diferentes, oferecendo relógios contendo movimentos terceirizados do cronógrafo de mudança de câmera. Entre relógios que abrigavam o Venus 188, o Valjoux 7730 e movimentos comparáveis ​​de Landeron e Lemania, milhões de cronógrafos de troca de cames foram vendidos durante as décadas do pós-guerra.

O cronógrafo de mudança de câmera também se encaixou no que chamamos de estilo de meados do século. Khakis casuais, camisas pólo, tênis e suéteres de cardigã (geralmente com cachimbo e coquetel na mão) estavam dominando a moda masculina - todos ajudando a completar uma completa rejeição aos códigos vitorianos vencidos pela guerra que persistiram nos EUA e Europa. Junto com o jazz, o expressionismo abstrato, a literatura irônica - e talvez até um pouco de maconha e socialismo no campus - as armadilhas da boêmia estavam sendo dominadas. Nesse contexto instável, os cronógrafos (e os relógios de mergulho em menor grau) ajudavam a declarar suas amplas liberdades pessoais, estilo descontraído e aventureiro de jato (por mais reais ou imaginários). Tudo isso preparou o cenário para Paul Newman e Steve McQueen subirem durante a década de 1970 como os mais legais (se não o mais velozes) carros de corrida usando cronógrafos e cardigãs, dentro e fora da tela. Newman e McQueen rapidamente se tornaram modelos de moda para homens comuns que procuram desempenhar papéis semelhantes em suas próprias vidas, e um cronógrafo barato foi o acessório ideal.

Sejam loucos por montanhas ou loucos por carros, esses clientes jovens, esportivos e masculinos estavam comprando cronógrafos de mudança de câmera tão rapidamente que as grandes casas de relógios não podiam ignorar a tendência. Breitling serve como exemplo. Em 1964, eles introduziram sua linha de cronógrafos Top Time, inicialmente abrigando Venus 188s e depois Valjoux 7730s e suas variantes. Como o próprio Willy Breitling colocou em seu comunicado de imprensa: “Estamos entrando no campo da juventude e vamos falar a língua deles. Estamos projetando uma excelente variedade de cronógrafos ultramodernos, liderados por um modelo completamente novo, o Top Time. ” Os movimentos de troca de came permitiram que Breitling e outros alvos desse próspero mercado de gama baixa.

Relógios com 7730s eram grandes para a época. Pode ser difícil imaginar um cronógrafo de 36 mm como um relógio grande, mas em meados do século passado 36 mm ou mais significava grande presença de pulso. Esses cronógrafos também eram decididamente casuais e esportivos (mesmo os dourados), comparados aos relógios de vestido cada vez mais finos e minúsculos da época. No entanto, os relógios contendo o 7730 e seus parentes ainda eram mais finos do que aqueles com movimentos verticais das rodas das colunas, e essa diferença pode ter ajudado os cronógrafos carregados por câmeras a parecerem mais usáveis ​​em um momento em que 33 mm era o tamanho de um relógio masculino comum.

A história do Valjoux 7730 exemplifica como desenvolvimentos simultâneos em tecnologia e cultura podem se entrelaçar para formar um novo DNA horológico. Enquanto os cronógrafos de roda de coluna do século passado agora permanecem como monumentos de alto nível, os cambiadores de câmera como o 7730 representam um ideal democrático realista que, de várias maneiras, se assemelha ao espírito do boom atual das micro-marcas . Esse espírito vive no Valjoux / ETA 7750, com a única desaceleração decorrente da regulamentação antimonopólio do governo suíço, um sinal de quão popular esses movimentos permanecem até hoje.



Foto do meu Technos com o 7734

3
Fórum principal / Os relógios de casa signo
« Online: 22 Abril 2020 às 23:48:38 »
Tópico para descontrair. Não acredito nessa bobagem.
https://www.hodinkee.com/articles/signs-of-the-zodiac-and-watches-that-go-with-them
Ps: se eu acreditasse estava lascado com talvez o mais caro da lista: Philippe Dufour Duality.

4
https://www.hodinkee.com/articles/the-eerie-beauty-of-the-apple-watch-solar-face-and-the-anatomy-of-nightfall
Review do watch face mais complicado e um dos meus preferidos do Apple Watch.
PS: também aprendi um bocado de coisas nesse artigo.


5
Fórum principal / Rede Social de Relógio? Poste a sua
« Online: 04 Março 2020 às 14:40:44 »
Diversos colegas do fórum tem redes sociais focada em fotos dos relógios que possuem. Postem link das suas redes aqui.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

6
Fórum principal / Quanto foi o máximo que você já gastou em um relógio?
« Online: 03 Janeiro 2020 às 16:05:48 »
Tópico polêmico, vamos ao fight!

7
Fórum principal / A tipografia dos mostradores
« Online: 01 Janeiro 2020 às 22:23:02 »

8
Fórum principal / Qual relógio mecânico vocês mais usaram em 2019?
« Online: 31 Dezembro 2019 às 18:57:04 »
Deixem nos comentários o relógio que vocês mais usaram em 2019. Feliz 2020!
Ps: se escrever smartwatch você está sumariamente desqualificado  ;D ;D ;D

9
Fórum principal / Escolhas de relógios de 19 "homens estilosos"
« Online: 15 Agosto 2018 às 21:18:10 »
https://www.esquire.com/uk/style/watches/g9814/stylish-men-pick-their-favourite-watch/
Hehehe, o Will Ferrel é uma figura.
Edit: Ops, Colin Farrell. (Obrigado pela correção estrela)

10
Fórum principal / Mergulhando com um Tornek-Rayville
« Online: 03 Agosto 2018 às 16:33:04 »

https://www.hodinkee.com/articles/vintage-tornek-rayville-diving-in-depth
Artigo bem interessante sobre os Blancpain Fifty Fathoms da marinha americana.

PS: Detalhe para os preços na época: Enicar $37.5; Blancpain $55 e Rolex $95. Depois tem gente que diz que Rolex era barato antigamente...

11
Considero que para haver uma coleção deve haver pelo menos um diver (mergulhador), um chrono (cronógrafo) e um Dress (social). Se vocês tivessem apenas a caixinha com 3 lugares para guardar os relógios que usaria o resto da sua vida. Quais seriam e por quê?
Edit: Postar fotos para melhor ilustrar...

12
Fórum principal / Tendência de usar relógio que não funciona
« Online: 17 Julho 2018 às 19:45:34 »
Artigo do Hodinky falando da nova tendência:

Uma das coisas mais agradáveis ​​sobre ser um entusiasta de relógios mecânicos é que ele oferece tantas oportunidades para deplorar coisas. Você pode deplorar a janela de data; você pode deplorar o relógio de quartzo; você pode, com certeza, deplorar o smartwatch. Você pode deplorar a obsessão com movimentos internos; você pode deplorar a aceitação de movimentos internos; e você pode deplorar, a cada ano, o aprofundamento da mediocridade em que toda a indústria relojoeira está afundando (seja verdade ou não).

No entanto, o sabor mais doce quando se trata de deplorar as coisas é provavelmente encontrar deplorar os gostos e comportamentos de outros entusiastas do relógio, e se você está procurando uma chance de lançar aspersões novamente no campo da relojoaria, eu posso pensar em não há melhor incentivo para fazê-lo do que uma matéria publicada na semana passada noWall Street Journal, em que o autor observa a crescente tendência (eu não acho que podemos apropriadamente chamar de tendência ainda) de colecionadores de relógios antigos para usar relógios puramente como um acessórios visuais. Na história, James Lamdin, do Analog / Shift, comenta: "É comum que algumas das pessoas super-fashionistas sejam todas ligadas ao estilo", e observa que não é inédito para um colecionador comprar um relógio que não funciona e usá-lo como um "pedaço de instrução". Em outras palavras, você compra um relógio antigo, e não se importa se ele realmente funciona como pretendido ou, na verdade, se algum dia funcionará - você apenas o usa de acordo com sua aparência. Você tem um objeto inerte que está usando apenas por seus cosméticos.

Esta não é uma notícia inteiramente nova, claro. O garoto-propaganda por usar um relógio que não conta a hora é Andy Warhol, que ficou famoso por usar um Cartier Tank, que ele se recusou a manter ferido, dizendo: "Eu uso um Tank porque é o relógio para usar". O artigo continua, notadamente, que o Apple Watch em particular e os smartphones em geral são parcialmente / principalmente culpados.

Cada uma kkkkkk

https://www.hodinkee.com/articles/wall-street-journal-watches-that-dont-tell-time

Edit: tô sem saco de traduzir, coloquei no google tradutor, a culpa dos erros é dele...

13
Fórum principal / Ponto de vista sobre o conceito de tempo.
« Online: 16 Junho 2018 às 23:32:55 »
https://qz.com/1279371/this-physicists-ideas-of-time-will-blow-your-mind/
Artigo que argumenta que o tempo não existe propriamente.

14
Venho postando diversos vídeos no tópico de fotos de relojoaria e como hoje temos a disposição vídeos de excelente qualidade resolvi criar um tópico específico.

15
Fórum principal / Lançamentos Orient de final de ano
« Online: 20 Dezembro 2017 às 10:03:26 »
Orient lançou alguns esqueletos e uma linha “neo Vintage”

Curti as fotos, vamos ver ao vivo...


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

16
Fórum principal / O assunto que ninguém quer tocar no forum: Fashion Watches
« Online: 25 Outubro 2017 às 01:44:16 »
https://www.hodinkee.com/articles/four-revolutions-fashion-watches
Bem interessante o artigo, não sabia que a Fossil e muito menos que a Guess já tinham tantos anos de mercado.

17
Fórum principal / Cupom Ebay para brasileiros
« Online: 05 Setembro 2017 às 13:10:48 »
Pessoal tá rolando cupom no Ebay de 25% em itens de 10 a 75 dolares...
Cupom: PCLATFESTEJAR17
PS: limitado aos 3000 primeiros

Bora comprar pulseiras minha gente!!!!!
Valeu

18
Fórum principal / Rolex Supreme
« Online: 31 Agosto 2017 às 23:41:02 »
O poder das marcas "cult":

https://www.gq.com/story/supreme-rolex-watch-release-auction
50k num Rolie de aço...
PS: a notícia é do final de 2015 e aparentemente venderam mesmo...

19
Fórum principal / Omega Watch Co Tissot: o genuíno "Omega Brasileiro"?
« Online: 05 Setembro 2016 às 23:47:03 »
Adquiri há pouco tempo o referido relógio e estava atrás de uma explicação do motivo da associação das duas marcas no visor quando me deparei com esse texto:

"In "Omega - A Journey through Time" Marco Richon explains that in 1935 an economic collapse in Brazil made it impossible for Omega to maintain sales at Omega's normal price points. Rather than cut prices just for Brazil, which would have inevitably affected Omega branded watches sold in other markets, the company withdrew Omega marketing and sales from the country and sold watches branded "Omega Watch Co. - Tissot" at the lower price points in Brazil".

http://www.vintagewatchstraps.com/blogrolexbrands.php

Achei a história bem "mind blowing" kkk, um "Omega" (tudo bem que na verdade a maquina é Tissot) exclusivo do Brasil!

Se alguém possuir o livro gostaria que confirmasse a autenticidade do texto do artigo. Valeu!

Ps: meu reloginho que ainda precisa de alguns restauros:


"For relaxing times, make it Suntory time"
Bob Harris

20
Fórum principal / Relógio Militar Brasileiro da 2ª Guerra Mundial
« Online: 20 Fevereiro 2016 às 17:24:35 »
Foi lançado no Brasil uma coleção de fascículos de uma revista em que a primeira edição veio a versão de um relógio usado pelos soldados brasileiros na 2ª Guerra Mundial:

Alguém tem alguma noção de qual modelo serviu de inspiração para essa reprodução?

Páginas: [1] 2