Exibir mensagens

Esta seção lhe permite ver todas as mensagens deste membro. Note que você só pode ver as mensagens das áreas às quais você tem acesso.


Tópicos - igorschutz

Páginas: [1] 2 3 ... 6
1
Fórum principal / Por que os relógios Rolex são tão extremamente caros?
« Online: 23 Junho 2018 às 11:12:41 »
Matéria até que bem pesquisada, considerando-se que não é um veículo especializado.

Link para a matéria: https://www.mdig.com.br/index.php?itemid=44672


Mas a cereja do bolo está nos comentários:



2
Fórum principal / O tapatalk está com problemas!
« Online: 07 Junho 2018 às 15:30:26 »
O tapatalk está com problemas. Lá no fórum de suporte deles tem um monte de gente relatando.

3
Fórum principal / The Time Museum Series: Uma conversa com George Daniels
« Online: 05 Junho 2018 às 11:25:38 »
O Time Museum, estabelecido em Rockford, Illinois (EUA) entre 1971 e 1999, foi um dos museus mais incríveis dedicados à relojoaria que já existiu, superando, inclusive, museus públicos suíços e ingleses.
Fundado e mantido por Seth G. Atwood, um rico industrial de Chicago, o museu só mantinha peças de extrema qualidade e, muitas vezes, únicas, dedicadas a contar a história da marcação do tempo.
Algumas peças da coleção foram o famoso PP "Henry Graves Jr.", que por muitas décadas foi o relógio mais caro da história; um relógio de pêndulo de John Harrison (feito de madeira!); o cronômetro "Mudge Green" feito por Thomas Mudge, que praticamente lançou a pedra fundamental dos cronômetros marítimos modernos; o Breguet Simpatique, do Conde de Orleans; entre muitos outros.
Dentre tantos relógios fabulosos, não poderia faltar, claro, uma peça manufaturada por George Daniels...

Uma não! Daniels fez mais de um relógio para Atwood. Na verdade, a moral do americano era tão grande, que ele foi a única pessoa que conseguiu encomendar um relógio à Daniels. Todos os outros relógios feitos por Daniels eram frutos de suas próprias idéias, sua vontade de fazê-los, e aí depois que estava pronto ele escolhia para quem vender.

O relógio feito por Daniels para Atwood levou mais de quatro anos para ser feito e continha seu primeiro escapamento próprio, que era uma variação de um escapamento duplo de cronômetro, baseado num projeto abandonado de Breguet. Futuramente, os princípios que fundamentaram este escapamento levaram George Daniels ao agora famoso escapamento co-axial.

No vídeo abaixo, produzido institucionalmente para o Time Museum, Seth G. Atwood visita George Daniels em sua oficina e batem um longo papo sobre o processo de criação de um relógio. Daniels exibe alguns desenho, fala sobre seu método de trabalho e demonstra o funcionamento de alguns equipamentos.

O vídeo exige um certo vocabulário de termos relojoeiros em inglês para total compreensão, mas vale demais ser visto para quem se interessa por esse aspecto da relojoaria.

Aproveitem:


4
https://amp.manualdohomemmoderno.com.br/modamasculina/9-marcas-de-relogios-nacionais-que-voce-precisa-conhecer

Timex ???

G-Shock  ???


Se conhecessem o Oriento Poseidon, galera aí do site ia delirar...

5
Fórum principal / Breves considerações sobre o Breitling Aerospace E75362
« Online: 13 Março 2018 às 17:20:56 »
Ontem, mencionei no tópico "Que relógio você está usando hoje?" que o Breitling Aeropace era um relógio com algumas deficiências, mas que ainda assim era charmoso, e por isso muito me agradava.



Passei anos correndo atrás desse relógio, pois é muito difícil encontrar um exemplar em bom estado de conservação e com preço justo, até que um dia apareceu e não deixei passar.

E tinha que ser desta exata referência, ou seja, E75362, que possui caixa de 40 mm de diâmetro, 9,8 m de altura, peso pena: 34,3 g, e, o principal, máquina Superquartz (movimento termocompensado).

Sempre quis tê-lo porque achava-o bonito e porque seria um bom relógio para o dia-a-dia: robusto, preciso e confortável, só que eu jamais havia manipulado por muito tempo um exemplar, então fiquei surpreso com algumas coisas.

Pra começar, surpresas positivas: achei o relógio incrivelmente bem feito para a época em que foi produzido (entre 2001 e 2004), desde a caixa em titânio, até o bracelete inteiramente sólido, também em titânio, mostrador, ponteiros, coroa e, em especial, o aro giratório:



O aro é todo rococó; enquanto num relógio comum o aro normalmente são duas peças (o aro em si e um decalque), nesse Aerospace ele é constituído por um monte de pecinhas.
Ele é muito bem gravado, com marcas a cada minuto, e aqueles parafusinhos por todo o perímetro não são só de enfeite, eles facilitam a manipulação pelo tato.
A cada 5 minutos há um parafusinho, e a cada 15 minutos um "brequetinho", além do pip luminoso. No escuro você poderia marcar um tempo só sentindo com as mãos. Difícil de explicar com palavras, mas é bem interessante.




O revestimento anti-reflexo também é excelente, e o aro alto protege-o muito bem contra riscos. Na maioria das vezes parece que o relógio não tem vidro:




Difícil ver essa qualidade de construção e acabamento em relógios concorrentes da época.






---
Agora as tais deficiências que mencionei no outro tópico: como se pode observar, o relógio não possui botões, e todas suas funções são manipuladas pela coroa. Você gira a coroa para cima ou para baixo para alternar entre as funções, e a puxa ou empurra para definir e acionar a função escolhida.
Em tese parece ser uma solução elegante, mas na prática é uma porcaria, especialmente se você utilizar o relógio no braço direito, como eu. Tente aí, no relógio que você estiver usando, girar e puxar a coroa com ele no pulso...
Ou seja, para o relógio funcionar, você tem que tirá-lo do pulso quase toda hora! Você vai marcar uma contagem regressiva para cozinhar o macarrão, tem que tirar o relógio do pulso para poder girar a coroa até a função timer, puxar a coroa para ajustar o tempo, girar a coroa para definir os minutos e depois empurrar a coroa para começar a contagem regressiva. Haja paciência!

Mas o pior não é isso, o ruim mesmo é a [falta de] sensibilidade da coroa... Digamos que você queira ajustar um alarme: primeiro você gira a coroa até a função alarme, depois puxa a coroa. Agora, pra ajustar o horário você faz o seguinte: se girar a coroa um pouco e lentamente, você aumenta ou diminui os minutos; se girar muito e rapidamente, você aumenta ou diminui as horas.
Muito simples, correto? Mas na prática você mais erra do que acerta! Fico igual uma besta tentando acrescentar horas, mas a droga do relógio só acrescenta minutos kkkk... um ajuste simples que deveria demorar alguns segundos, eu levo longos minutos, girando a coroa pra lá e pra cá, até conseguir pegar a manha.  ::)

Operar esse relógio é tão desengonçado que a Breitling não teve dúvida em acrescentar dois botões no seu ana-digi realmente profissional, o B-1.


Outra deficiência deste relógio, e aí é uma coisa que acho incrivelmente idiota, é que o calendário é... anual!
Sim, todo ano, após 28/02, você vai ter que ajustar o calendário do relógio. Num relógio quartzo.  :P
Eu não tenho palavras para descrever quão estúpida foi a decisão dos engenheiros da ETA que projetaram essa máquina ao optar por um calendário anual, quando até mesmo um G-Shock com 20 anos a mais nas costas já tinha calendário perpétuo até 2100. Simplesmente não dá para acreditar!


E, por fim, a última deficiência (chega, né!) é que os mostradores digitais não possuem luminoso, o que foi corrigido nos Aerospace que vieram em seguida, mas isso não me incomoda tanto.
Pelo menos os luminosos do mostrador e dos ponteiros funcionam bem.




---

Apesar destas deficiências, gosto muito desse relógio, e reputo como uma das melhores aquisições que já fiz, superando de longe relógios muito mais caros e afamados.
É um relógio relativamente barato, é bonito, muito leve, confortável no pulso, vai bem com traje esportivo e não faz feio com roupa de escritório, é relativamente discreto, é multifunção, não perde o horário se ficar uns dias na gaveta, é super preciso e ainda aguenta tomar um banhinho (100 m), enfim, um belo relógio para o dia-a-dia!

Quando o comprei, prometi a mim mesmo que o mandaria para uma revisão da Breitling, mas estou curtindo tanto que ainda não tive coragem de me separar dele.  :-*


Desculpem o longo relato. Isso se chama entusiasmo, kkkk!

Abraços a todos,

Igor

6
Botequim / Aniversário do Patrão!
« Online: 19 Fevereiro 2015 às 07:44:10 »
Amigos, hoje é aniversário do Flávio, nosso Patrão!

Parabéns, Chefe! Desejo-lhe tudo de melhor que a vida possa  oferecer.

Abraços,

Igor

7
Fórum principal / LEIAM TODOS: FRM fora do ar / Novo layout
« Online: 11 Fevereiro 2015 às 16:40:19 »
Prezados amigos,

Como vocês devem ter percebido, o FRM saiu do ar ontem de tarde e ficou off até há pouco. Isto ocorreu por alguma falha de segurança, que permitiu o servidor do Fórum ser invadido e todo seu conteúdo apagado.

Por sorte nós tínhamos um backup muito recente, e, portanto, se alguma mensagem se perdeu, foi pouca coisa.

Não sabemos se essa invasão foi algo pessoal contra o FRM e apenas ele foi afetado, ou se diversos fóruns da plataforma SMF (SimpleMachines Forum) foram atacados. Porém, independente disso, recebemos a recomendação de nosso provedor para que atualizássemos a engine do Fórum, e, por isso, instalei a versão mais recente do SMF, a 2.0.9.

Como vocês poderão notar, essa versão possui um visual um pouco diferente da versão passada, no entanto todas as funcionalidades e facilidade de uso foram mantidas.

Nossa intenção era manter o layout anterior, mas isso não foi possível, e entre manter a engine desatualizada e aberta a ataques e atualizá-la para uma mais segura mas um pouco diferente, escolhemos a segunda opção.

Acredito que os usuários não terão problemas em se adaptar ao novo layout, mas havendo alguma dúvida, pergunte e tentaremos achar uma resposta, pois mesmo para nós ainda é tudo muito novo.

Agradecemos a paciência e compreensão de todos, e esperamos que agora possamos continuar nosso convívio em paz.

Atenciosamente,

A Equipe de Moderação

8
Botequim / Parabéns, Mestre Gravina! Edição 2015!
« Online: 15 Janeiro 2015 às 10:25:39 »
Mais um aniversário, mais um ano com o FRM! ;) ;) ;)

Parabéns Mestre Gravina! Que conserve o caráter irrepreensível, mantenha o sagaz humor e que conquiste todos os seus objetivos (relojoeiros e não-relojoeiros)!

Um abração deste eterno admirador e amigo!

Igor

9
Fórum principal / Retrospectiva FRM 2014
« Online: 29 Dezembro 2014 às 14:24:31 »
Espaço destinado àqueles que quiserem comentar qualquer coisa relacionada à relógios e ao FRM em 2014.

Pode falar de aquisições importantes, relógios vendidos que deixaram saudade, lançamentos que encheram os olhos, encontros com os amigos, etc.

10
Bom dia amigos!

Não foi a toa que ontem apareceu uma enxurrada de Breitlings no tópico "Que relógio você está usando hoje?"!

Ontem foi uma data muito especial: em comemoração dos 130 anos da Breitling, a empresa inaugurou oficialmente sua Boutique no Shopping Cidade Jardim, aqui em São Paulo, seguido por um coquetel para convidados.

Dentre os convivas, a Breitling, nas pessoas de seu representante de vendas, Sr. Nilson Takashi, o gerente da Boutique, Sr. Carlos Henrique Mariuzzo, e o diretor da Breitling no Brasil, Sr. David Szpiro, recebeu nove membros do FRM como convidados especiais:
  • Daniel Eira
  • FALCO
  • Lessa
  • Mac1968
  • Mestreaudi
  • Schütz
  • Vinnie
  • E este que vos escreve

Fomos agraciados com um discurso de boas vindas, comida e bebida de primeira qualidade, um bom papo com três oficiais da Esquadrilha da Fumaça, belas mulheres e com a notícia de um novo lançamento da marca, que seria apresentado "in loco" para nós, porém, infelizmente, o relógio foi roubado aqui no Brasil, e ficamos só na descrição... :'(

Trata-se de um novo modelo, chamado "Cockpit B50", com mecanismo Superquartz multifunção. Diferentemente dos demais Superquartz da marca, este mecanismo é "in house", desenvolvido inteiramente pela Breitling, tal qual seu movimento cronógrafo mecânico B01.

Enfim, foi uma noite agradabilíssima e rolou um papo muito legal e descontraído com os amigos. Estes encontros é o que este Fórum oferece de melhor!

Agradecemos a Breitling por ter nos prestigiado com este convite, e convidamos todos os colegas a darem uma passadinha na Boutique da marca para conhecer a nova coleção (os novos Avenger com index patinados estão coisa de louco!).

---

Aos amigos que compareceram ao evento:



Abraços,

Igor

11
Para evitar maiores prejuízos caso sejam roubados aqui no Brasil durante a Copa, a Hublot dá o reloginho abaixo -- uma versão barata de plástico e movimento quartzo -- para alguns de seus clientes:




Não é zoeira! Quem informa é o moderador do Fórum Hublot no PuristSPro:
http://hublot.watchprosite.com/show-forumpost/fi-871/pi-6460728/ti-935288/s-0/t-hublot-hublot-atelier-brazil-edition/


E depois alguns comentaristas acham um absurdo que as arquibancadas vaiem e xinguem nossa Digníssima...

12
Prezados,

Venho relatar minha experiência com um serviço realizado na Assistência Técnica oficial da Breitling.

Vou começar logo pela conclusão: foi a melhor experiência com AT oficial que já tive! Tudo muito profissional e cortês, um serviço de excelência. Algo que, penso, nossos colegas europeus devem achar normal, mas que aqui no Brasil não estamos acostumados, em qualquer área (quantas e quantas vezes já não fui maltratado em oficinas de carros de luxo, de variadas marcas...).

Em 29/03, levei meu Breitling com movimento B01 na Boutique Breitling localizada no Shopping Cidade Jardim, aqui em São Paulo, para um serviço de manutenção e polimento, para deixar o relógio como novo.

Vale registrar que a Breitling oferece dois tipos de serviço, a manutenção, que, de acordo com o site da marca, consiste de "limpeza e lubrificação do escape e do balanço, controle dos parâmetros de funcionamento do movimento e das funções do relógio. Limpeza da caixa e da pulseira metálica, troca de todas as juntas e teste de vedação", e a revisão geral, que consiste em "revisão do movimento: desmontagem e limpeza dos componentes, substituição dos componentes gastos, lubrificação, ajuste do timing e regulagem. Restauração da caixa e da pulseira metálica, substituição de todas as juntas e teste de vedação".
Como no serviço de manutenção não está incluso o polimento, este serviço tem de ser solicitado separadamente.

A própria Boutique se encarrega de todo o trâmite, enviando e recebendo o relógio da AT, que está localizada no Rio de Janeiro, o que é uma facilidade tremenda para os clientes, que não precisam se preocupar com gastos de remessa, embalagens, segurança, etc.
E o melhor é que, conforme me foi explicado, caso eu não aceitasse o orçamento proposto, o relógio retornaria sem custo algum. Excelente!

O orçamento demorou um pouco mais do que os 10 dias previstos, sendo enviado por e-mail em 14/04. Além do serviço de manutenção e polimento, seria cobrado um dos botões de acionamento do cronógrafo, que estava empenado.

O orçamento previa:
  • Manutenção: R$ 545
  • Polimento (relógio + bracelete metálico): R$ 170
  • Acionador: R$ 110
  • TOTAL: R$ 825

Sobre os valores acima, duas considerações:
1. A Breitling é uma das empresas mais respeitosas com seus clientes, divulgando todos os preços de seus relógios e acessórios, assim como os preços de seus serviços no site da marca, em Reais. Ou seja, quando mandei meu relógio para a AT eu saberia quanto iria gastar, sem surpresas.
Quem quiser ver a tabela de serviços da marca, siga este link: http://www.breitling.com/multimedia/pdf/sav/sav-1638.pdf

2. O preço dos serviços é bem em conta em relação à concorrência (e falo aqui em concorrência de verdade; por favor, não comparem com relojoeiro independente, ainda mais se for "trocador de bateria"), sem contar que a Breitling oferece oficialmente o serviço de manutenção, e não apenas revisão geral, como algumas outras.
No entanto, conforme explicação na própria Boutique, a Breitling só procede com o serviço de manutenção se o estado do relógio for assim condizente. Se ele estiver muito baleado e precisando de revisão, aí a AT só fará a revisão geral; sem chance de dar só um tapinha e passar o relógio pra frente, como muita gente faz. ::)

Autorizado e realizado o serviço, a Boutique me avisou em 10/05 que o relógio estava pronto para retirada.

Fui lá no mesmo dia, e, na entrega, uma grata surpresa: a Breitling havia resposto não um, mas os dois botões acionadores do crono como cortesia (ie., sem custo)!

O relógio me foi entregue num simpático e excelente estojinho preto, todo acolchoado com espuma internamente, assinado Breitling na parte superior e no zíper, e veio com um paninho de microfibra.

As fotos abaixo não são minhas, mas elas ilustram o exato estojo e paninho que recebi:






Além disso, o relógio veio lacrado com um selo assinado pelo "Serviço Técnico Mundial Breitling", e também me devolveram todas as partes substituídas no serviço, ou seja, os dois botões do crono completos e uma infinidade de juntas. Uau!!!

Por fim, como não podia ser diferente, o serviço realizado tem um ano de garantia, e o relógio está como novo!

---

Fiquei muito satisfeito com o serviço realizado e mais satisfeito ainda com o atendimento que recebi a todo instante do Sr. Nilson Takashi, da Boutique Breitling, que me atendeu com toda cortesia e agilidade desde o primeiro minuto que pus os pés na loja.
Ele sempre me manteve informado via e-mail de todos os procedimentos, preços e prazos adotados, e, simpatia em pessoa, ofereceu uma visita guiada à AT da Breitling no Rio de Janeiro, caso eu quisesse. Demais!

Relato feito, reitero minha conclusão acima: foi a melhor experiência com AT oficial que já tive, e me servirá de parâmetro para avaliar outras experiências que eu vier a ter.
Já meti muito o pau em ATs e oficinas que me prestaram um serviço de merda, então nada mais justo que elogiar o que merece ser elogiado.

Recomendo fortemente a AT Breitling para todos os colegas clientes da marca. Preço bom, serviço acima da média!


Um abraço,

Igor

13
Fórum principal / Por que "Professional" nos Speedmaster?
« Online: 21 Março 2014 às 11:36:02 »
A pergunta do título parece fácil, mas em se analisando mais de perto alguns modelos da tribo Speedmaster, a coisa começa a ficar confusa.

OK, todo mundo sabe da história que o Speedmaster adotou o "Professional" em seu mostrador após o relógio ter sido aprovado nos testes da Nasa.





Em seguida veio o Speedmaster Mk II que também usa o Professional. Alguns vão dizer que o MK II e o Moonwatch são o mesmo relógio por dentro, só muda a caixa... tudo bem, desculpa aceita.





Mas em relação ao Speedmaster Mk III (nem todos) e o Mk IV, que vêm com o Professional? Os movimentos foram testados e aprovados pela Nasa? Penso que não. Então a Omega começou a usar o apelido "Professional" indiscriminadamente? Sei lá...







Pra piorar, vem o Speedmaster quartzo, também Professional... Esse é certeza que não foi testado pela Nasa, mas leva o apelido. E aí?





No entanto, de um tempo pra cá, parece que a Omega entrou nos eixos e parou de usar o apelido pra qualquer coisa. Hoje, apenas o clássico Moonwatch e o X-33, ambos efetivamente testados e aprovados pela Nasa, levam o "Professional" no mostrador.





O que aconteceu com a Omega pra ela ter despirocado no passado? Marketing? Corda no pescoço? Alguém sabe?
E por que ela não usou o apelido no Mark 4,5 ou no Mark V? Esquizo?

14
Botequim / Aniversário de quem? Do Patrão!
« Online: 19 Fevereiro 2014 às 08:53:32 »
Mais um ano, mais um Caninha!




Parabéns, Chefe! Fique de amor.

Um abraço,

Igor

15
Em dezembro visitei duas lojas da Swatch, no Shopping Paulista e Shopping Morumbi, em busca do Swatch Sistem51.

Vendedores de ambas as lojas me informaram que fazia um tempo que não estavam recebendo estoque, assim como ambas as lojas estavam desovando alguns relógios por preços bem módicos (a partir de R$ 69).

Haviam poucos modelos expostos nas vitrines, e as lojas estavam com cara de quem logo logo vai passar o ponto.

Como sei que o Swatch Group corta o fornecimento antes de adentrar o mercado, da mesma forma que fez com os representantes Omega, que acabaram vendendo todo o estoque, fico me perguntando se o Swatch Group não intenciona retomar as operações das Swatch Stores aqui no Brasil.

Alguém aí tem alguma informação sobre isso?

16
Botequim / Tarda mas não falha: parabéns aos aniversariantes!
« Online: 21 Janeiro 2014 às 20:04:03 »
Demorei para postar, mas não esqueci: parabéns aos nossos aniversariantes de ontem e hoje!

Dia 20 foi aniversário do nosso querido Bruno Recchia, que anda meio sumido, até mesmo deve ser desconhecido de alguns colegas novatos, mas que foi e continua sendo um cara essencial para o FRM, já que ele foi o responsável pela mudança do antigo fórum amarelinho para esta nova plataforma. Ademais, ainda é ele que resolve nossos pepinos técnicos, quando tudo cai.

Parabéns e vida longa, Bruno!

Parabéns também àquele que é uma das figuras mais carismáticas e incontroversas deste nosso Fórum, o grande Alberto Ferreira. Mostrador irrepreensível e meu amigão.
O Alberto foi o primeiro cara que respondeu minha primeira mensagem no FRM e também o primeiro de muitos de nós.
Desejo-lhe muitas felicidades e paz aí no Sul, e espero que não tarde a nos dar o prazer de sua companhia e bom papo aqui em SP.

Por fim, desejo muitos parabéns e graça ao meu irmão, Schütz, assim como temperança e sabedoria na escolha dos futuros reloginhos.

Abraços a todos, e felicidades!

Igor

17
Botequim / Parabéns Mestre Gravina!
« Online: 15 Janeiro 2014 às 07:47:58 »
Feliz aniversário, meu amigão! Desejo-lhe muita saúde e paz em mais um ano de sua vida.

Precisamos nos rever pra por a conversa em dia!

Um abração,

Igor

18
Palavra do CEO:

Citação de: Stephen Urquhart
(...) Within the next three to four years, we will equip all our Co-Axial calibres with the technology we introduced this year in the Seamaster Aqua Terra > 15,000 gauss, which has a completely antimagnetic movement. We also have the objective of doing away with lubrication entirely. And we're very close to achieving that goal.
Fonte: Co-Axial, Omega's primal scream @ HH Journal


Será que vai? Aí ponho fé que a coisa é grande...

19
Fórum principal / Agora é doidera: relógio atômico de pulso!
« Online: 01 Outubro 2013 às 13:34:18 »
Esses tempo falei de um relógio atômico de bolso: aqui

Agora um maluco doido vai lançar um relógio atômico de pulso, e o cara não tá brinquedo, não! O relógio já tem protótipo e ele esta tentando diminuir o volume para fazer uma versão comercial em 2014. Quem viver verá!

Bathys Cesium 133 Atomic Clock Wrist Watch Accurate To A Second Each 1000 Years




E aí, encaram?

20
Botequim / Contato na Marinha
« Online: 22 Agosto 2013 às 11:51:24 »
Prezados amigos,

Entre 1914 e 1917, por conta de afundamentos de navios brasileiros pela marinha alemã durante a Primeira Guerra, o Brasil deteve e nacionalizou navios alemães que estavam ancorados em portos brasileiros.

Meu bisavô era marinheiro mercante em um desses navios e, por conta deste fato, por aqui permaneceu até o fim da vida e cá estamos todos seus descendentes.

Estou em busca de informações sobre este fato, mas precisamente, de um documento que comprove a "internação" do meu bisavô, como tripulante de um desses navios, em terras nacionais. Tenho apenas pistas de qual seja o navio que ele trabalhava e sei o ano em que ele ficou retido no país.

Penso que a Marinha possa ter algum tipo de documento onde se registrou os dados dos tripulantes que ficaram sob a custódia do Governo Federal. Portanto, se alguém tiver algum contato, ou um conhecido que tenha algum contato que possa me ajudar nessa empreitada, ficarei eternamente agradecido.


Um abraço,

Igor

Páginas: [1] 2 3 ... 6