Exibir mensagens

Esta seção lhe permite ver todas as mensagens deste membro. Note que você só pode ver as mensagens das áreas às quais você tem acesso.


Mensagens - Adriano

Páginas: [1] 2 3 ... 317
2
Fórum principal / Re:SEIKO 5 adiantando
« Online: 06 Dezembro 2018 às 09:38:33 »
Adriano,

mas para forçar essa compensação pode ser no chute? Digo: a pessoa pode dar um "toque" e testar e mais outro e testar até chegar ao ponto ou isso deve ser feito num técnico? Digo porque eu mesmo fiz isso que o Flávio sugeriu, mas é difícil chegar ao ponto certo. Levei quase uma semana, mexendo todo dia.

Como o Flávio falou, pode sim, com certeza, mas é um trabalho hercúleo. Especialmente em uma máquina que não tem regulador fino. Sem regulador fino, qualquer toquinho leva a marcha um minuto para frente ou um minuto para trás. É muita coisa. E você só descobre depois de esperar um dia ou pelo menos várias horas.

Fazer isso com a ajuda de um aparelho, seja técnico ou não, é muuuuuito mais fácil. Você descobre em segundos se você mexeu demais - ou de menos - no regulador. Em minutos você consegue o relógio regulado do modo que quiser. Fora a vantagem de que com o aparelho você já chega o ponto morto (beat error), pois a olho nú nunca fica perfeito. Deixar o ponto morto fechadinho ajuda muito para uma regulagem mais estável. Em geral, pelo menos, pois já vi relógio com beat error "fora" propositalmente, para compensar outros erros e ter melhor isocronismo. Mas isso é coisa de mecanismo barato, ajustado por robôs. Incomum, mas já vi.

Abraço!

Adriano

3
Fórum principal / Re:SEIKO 5 adiantando
« Online: 05 Dezembro 2018 às 12:14:43 »
Resumindo: não dá para deixar um 7S26 estável e com bom isocronismo. Mas dá para reduzir essa marcha diária média. Basta tirar alguns segundos de marcha no regulador e só. Vai trazer todas as marchas, em todas as posições, mais para baixo, e resolve parcialmente o problema.

Abs.,

Adriano


4
Fórum principal / Re:Relógios baratos de qualidade!
« Online: 02 Dezembro 2018 às 18:48:40 »
Fuja dos chineses. Se quiser qualidade, tem que ser de marca conhecida, e só vai encontrar nesse preço, se encontrar, Seiko e Orient.

Abs.,

Adriano

5
Fórum principal / Re:Victorinox Legacy Movimento Valgranges A07.161
« Online: 24 Novembro 2018 às 17:34:28 »
É um Valjoux 7750 com platina maior e diversas complicações, como crono, ou sem crono com reserca de marcha, calendário big date, GMT, etc.

Abs.,

Adriano

6
Fórum principal / Re:Swatch Tresor Magique
« Online: 22 Novembro 2018 às 14:55:12 »
Quando comprei meu Diaphane One, havia esse de platina no mesmo leilão. Quase comprei também.

Obs: vendi o Diaphane One. Ele havia sido comprado no Brasil pelo dono original. Aqui ninguém dá nada. Vendi para o exterior.

Abs.,

Adriano

7
Fórum principal / Re:Dúvida: Mido Multifort ou Victorinox Alliance
« Online: 20 Novembro 2018 às 18:16:20 »
São os mesmos movimentos, com pequenas mudanças no que diz respeito a tamanho de encaixe de mostrador e tige. No mais, as peças são inclusive intercambiáveis, a não ser que me digam o contrário...


Flávio

Nada muda, exceto mesmo a presença do calendário do dia da semana.

Sobre Mido e Victorinox, Mido é ligeiramente "mais relógio" e seus mecanismos são menos basicões do que Tissot, Victorinox, etc.

Abs.,

Adriano

9
Fórum principal / Re:Alguns relógios do próximo leilão da Sothebys
« Online: 12 Novembro 2018 às 16:36:25 »
O bom do vídeo assim é que não tem Photoshop, tipo o Heuer da Christies... ficaram sabendo? Deu no "On The Dash".

Abs.,

Adriano

10
Fórum principal / Re:Rolex / Omega
« Online: 26 Outubro 2018 às 12:29:02 »
Claro que é arriscado comprar relógio de mais de 10k em saber a originalidade, estado, origem. Eu diria até que é burrice abrir a carteira para gastar uma quantia dessa sem essas seguranças. Acontece que é perfeitamente possível você comprar um usado sabendo exatamente a origem, a originalidade, o estado de conservação, as manutenções...

E talvez estejamos nos fixando no modelo do Moonwatch, onde o novo custa 18k e um usado, mas praticamente novo, uns 13k, 14k, nem sempre com a possibilidade de dividir em 10x no cartão.. Nesse exemplo, realmente eu também tenho lá minhas dúvidas.

Mas o mercado está cheio de exemplos de usados que estão praticamente novos por 60% do preço da loja. Podemos estar falando aí de uma diferença de 15~20k. É grana. Não posso discutir se fulano ou ciclano prefere gastar 20k a mais para "sentir o cheirinho de produto novo", mas que isso não é o habitual entre entusiastas, não é. É quase unanimidade que, quando o cara se mete nessa faixa de preço, só "dá pé" ter uma coleçãozinha, mesmo que de meia-dúzia, se o cara se meter nos usados. Meia dúzia de relógios acima de 10k, escolher entre novos e usados, pode ser a diferença entre ter 8 ao invés de 6.

O que quero dizer é que se você sair do campo das hipóteses e tentar mesmo, agora, hoje, pegar o carro e sair de casa para montar uma coleção de 6 relógios de mais de 10k, existe uma probabilidade grande de concluir que mais valerá a pena você procurar as mesmas coisas entre vendedores confiáveis de usados.

Abs.,

Adriano

11
Fórum principal / Re:Rolex / Omega
« Online: 26 Outubro 2018 às 11:35:04 »
E olha, não falo isso com tom de gozação, mas como uma constatação ao longo dessas quase duas décadas nesse meio: preferir guardar para comprar um novo ao invés de um usado E comprar sem pensar em revenda só cabem em duas hipóteses:

1 - milionário;
2 - inexperiente, que ainda não levou tombo suficiente.

Fora dessas hipóteses, é quase unanimidade entre entusiastas que comprar relógio sem considerar a hipótese de revenda, e comprar zero, ao invés de usado/seminovo, é certeza de perder dinheiro. E as vezes, muito dinheiro. E acho que ninguém gosta disso, exceto para quem dinheiro não faz falta.

E tecnicamente, durar décadas ou não, não tem nada a ver com comprar novo ou usado. Pelo contrário, tem relógio por aí que existe antigo e existe novo. Eu aposto mais na durabilidade do mais antigo do que do mais novo...  ::)

Abs.,

Adriano


12
Botequim / Re:Vendendo Relógios no ebay
« Online: 26 Outubro 2018 às 10:10:10 »
Já vendi muita coisa pelo eBay. Para valer a pena, é muito relativo. Só vale a pena se valer muito mais vender lá do que para o Brasil. E tem que botar na conta o câmbio do Paypal e a comissão do eBay. Se você puder ganhar uns 30% a mais vendendo lá, vale. Se não, melhor nem perder tempo.

Se for para pegar o mesmo preço lá que aqui, esqueça. Mas tem coisa que aqui ninguém dá nada, e mundo afora é valorizado. Os relógios que vendi lá foram nessa situação. Cheguei a pegar o dobro lá do que me ofereciam aqui.

Eventualmente vendo outras coisas também, mas às vezes dá uma dor de cabeça aqui ou ali. O problema é comprador burro, que não lê o anúncio. Existem em todo lugar. Vendi recentemente uma pulseira. O anúncio tem uma explicação longuíssima de como medir e comprar o tamanho correto. Adivinhem? Pulseira chegou na França, tamanho não serve. Aceitei devolução. Caboclo devolveu mas declarou o preço total. Já até mandei uma nova do tamanho certo, mas a errada tá lá na RF parada com imposto. Já abri processo de revisão. Se não funcionar, vou abandonar. Sai mais barato.

Outro problema é alfândega de outros países. Itália é um problema. A alfândega lá é igual ou pior que a brasileira. O produto chega lá em 5 dias, e fica 40 na alfândega. O comprador quer que se lixe e abre reclamação. Uma hora chega. Mas nesse período, você fica com o pagamento bloqueado e o comprador enchendo o seu saco. Tive um puto de um italiano que não adiantava eu provar para ele com todos os rastreamentos, do Brazil e da Itália, de que o produto estava parado lá. Me neguei a devolver dinheiro. E óbvio que um dia o produto chegou. E o pior é que o que eu vendo é um produto italiano, esgotado na Itália. Quase todos os compradores são de lá... Coragem...

Então fica mais essa dica. Cuidado com Itália e italianos...

Mas até o momento, para mim valeu a pena, sem sombra de dúvida.

Abs.,

Adriano

13
Fórum principal / Re:Qual o valor real de um relógio suíço???
« Online: 19 Outubro 2018 às 16:08:43 »
Ninguém vai saber responder qual o custo de produção exato de um relógio. Mas posso dizer algumas coisas:

- valor real é algo completamente diferente de custo de produção.
- se o custo de produção é de, digamos, 20% do preço de venda, não significa que os 80% restantes são lucro, muito menos, lucro do fabricante.
- esses 20% é um chute irreal. O custo de produção de um relógio de USD 500 é completamente diferente de um de 5.000 ou de um de 50.000.
- é certo, pelo menos, que os relógios suíços mais baratos e os mais caros são os com maior margem de lucro.
- costumo dizer que a maioria dos suíços até USD 1.000, até 1.500, são os relógios mais "caros" que há. É a faixa de preço na qual se leva o pior produto pelo preço. Quase nada neles é feito na Suíça.
- relógios caríssimos também tem preços intangíveis que vão muito além do custo de produção e não têm nenhuma relação com ele.
- relógios na faixa dos Rolex, Omega, essas coisas, são os com preço mais "honesto" que há. É onde se leva mais por menos. É onde se tem o maior nível de "swissness", um alto nível de qualidade, confiabilidade, suporte, etc., pelo menor preço.

Abs.,

Adriano


14
Fórum principal / Re:Seiko Eichi II no Hodinkee
« Online: 19 Outubro 2018 às 09:37:41 »
Belo relogio. Alguem sabe o porque do nome "credor"? sera que a seiko acho que os outros relogios ficam devendo pra ele?  ;D ;D ;D

De "Crête d'Or", cume de ouro ou pico de ouro. Simboliza o topo, o máximo que se alcança. O logotipo representa o mesmo.

Abs.,

Adriano

15
Fórum principal / Re:Qual é o relógio do Haddad?
« Online: 17 Outubro 2018 às 22:01:34 »
https://vejasp.abril.com.br/cidades/relogio-haddad/

Reportagem da Veja SP sobre o assunto. Tb desconfiam ser um Longines...

Tenho a leve desconfiança de que não "desconfiaram", mas leram aqui primeiro...

Whatever.

Abs.,

Adriano

16
Fórum principal / Re:Qual é o relógio do Haddad?
« Online: 11 Outubro 2018 às 13:57:38 »
Sim, creio ser um Avigation L2.620.4 ou mais provavelmente L2.629.4.

Abs.,

Adriano

17
Fórum principal / Re:Tissot Powermatic 80 X Mido Caliber 80
« Online: 07 Outubro 2018 às 16:47:45 »
Adriano,

Este seria o movimento em discussão? Seria um ETA 2824 simplificado?

Outro detalhe: eu ouvia dizer que quando houvesse uma quebra, poderíamos jogar no lixo. Os relojoeiros que conheço disseram que os quartzo sim, mas eles revisam os automáticos.



Enviado de meu SM-G570M usando o Tapatalk

Irony são sempre revisáveis desde que haja peças para vedar novamente (leia-se vidro).

Abs.,

Adriano

18
Fórum principal / Re:Tissot Powermatic 80 X Mido Caliber 80
« Online: 07 Outubro 2018 às 16:46:48 »
8
O movimento é esse acima da foto. Porém, para saber se versão antiga, com escapamento metálico ou em polímero, basta ver a âncora: neste ela é azul e claramente em "plástico".


Flávio

Isso. E hoje é cinza, ao invés de azul, mas é a "lesma lerda".

Abs.,

Adriano

19
Fórum principal / Re:Tissot Powermatic 80 X Mido Caliber 80
« Online: 06 Outubro 2018 às 13:13:30 »
Kkkkkkkkkkkkkkkkkkk foi longe nesse tópico.

Voltando ao assunto original, sempre vi o mido superior ao Tissot, mas não pensei que fosse esse abismo. Então aqueles movimentos swissmatic devem ser descartáveis.

Outra dúvida, aquele movimento que a Tissot está usando, derivado do lemania 5100, também está nessa onda do powermatic?

Vinicius

Sim, o calibre C01. Tem o mesmo escapamento.

Na verdade, esse escapamento surgiu alguns anos antes para equipar os Swatch automáticos. Lembram do YAS100 "Body & Soul"? Até por volta de 2000 ele usava uma 284x (uma 2824 com frequência mais baixa) com escapamento suíço convencional, de aço e rubis. A partir daí passou a usar escapamento de polímero. Obviamente com vista na redução de custos, afinal eram Swatch de US$ 80 a 150, na época e o escapamento é uma das partes mais caras de um relógio.

Lá para 2009 ou 10 a Tissot veio com o C01, usando o mesmo escapamento. Mecanismo também usado nos Swatch cronógrafos automáticos.

Depois veio o Powermatic, e depois o Swissmatic, igual ao Swatch Sistem 51... Uma vergonha.

E pensar que esses tais Swissmatic custam o tanto que paguei em um Visodate em 2009, com 2936-2 bonitinho...

É a indústria cavando a própria cova.

Abs.,

Adriano

20
Fórum principal / Re:Máquina automáticas básicas
« Online: 05 Outubro 2018 às 14:06:04 »
Não, a 4225 é "feminina". Não lembro se é o 4205, mas é a base feminina com uma base ampliada.

Abs.,

Adriano

Páginas: [1] 2 3 ... 317