Exibir mensagens

Esta seção lhe permite ver todas as mensagens deste membro. Note que você só pode ver as mensagens das áreas às quais você tem acesso.


Mensagens - alanpanizzi

Páginas: [1]
1
Fórum principal / Curiosidade: Afinal qual é a vida útil de um g-shock?
« Online: 17 Fevereiro 2020 às 21:02:01 »
Muitos já escutaram a tal conversa que após o apocalipse zumbi só retarão baratas o G-Shock. Sei bem das capacidade do bichano suportar pancadas. Contudo, no fundo quase todos eles ainda são excelentes relógios de resina. Até onde sei a resina é mais efêmera que inox, por exemplo. Então, Apenas por curiosidade, qual seria a estimativa de vida útil de um típico G-Shock?

2
Fórum principal / Pulseiras em "couro" veganas.
« Online: 29 Dezembro 2019 às 09:23:04 »
Bom dia colegas. Estou procurando por uma referência (marca, loja) de pulseiras de "couro" para relógios sociais que não usem matéria prima animal e que sejam de qualidade (confortável/durável). Eu conversei com o relojoeiro que me atende, mas a qualidade das pulseiras que ele conhece nesses requisitos é duvidosa. Então, será que existe alguma pulseira vegana de qualidade disponível no Brasil? abraços

3
Fórum principal / Epson (Orient) quartz atrasando
« Online: 14 Agosto 2019 às 16:07:32 »
Colegas, essa semana me dei conta que três relógios Orient meus, em diferentes momentos, apresentaram o mesmo defeito. Eles atrasam. Quero dizer com isso que eles funcionam normalmente a maior parte do tempo até que, do nada param, e depois voltam a funcionar normalmente. Na semana chegam a atrasar uma hora. Não são relógios novos, eles possuem em média 8 anos de uso moderado. Em comum todos são alimentados pelo popular calibre Epson quartz. Pergunto aos colegas (em especial aos que realizam manutenção) se sou apenas azarado ou se essa é uma característica desses calibres quartz. Abraços.

4
Fórum principal / Re:Identificar Casio Edifice Fake
« Online: 03 Abril 2019 às 18:23:42 »
Obrigado aos colegas pelas considerações. Eu tinha expectativa de poder identificar o relógio como replica ou não antes de realizar a compra, mas pelo visto isso não é uma realidade. Especialmente tendo em vista que existem replicas bem ruins, e outras super parecidas com o Edifice original. Não é dessa vez que vou comprar no ML.

5
Fórum principal / Identificar Casio Edifice Fake
« Online: 03 Abril 2019 às 08:03:39 »
Colegas, tenho visto modelos bacanas do Casio Edifice no Mercado Livre, mas sempre fico em dúvida sobre se são originais ou replicas. As vezes os valores são absurdos e é fácil deduzir. Em outras situações aparece um modelo bacana a um valor razoável, o vendedor jura que é original mas entrega sem a caixa pois diz ter comprado fora. Desse modo nunca comprei um Casio no ML. Será que existe algum modo para identificar quais deles são fake. De modo geral não tenho interesse nos famosos G-Shock, então limito a minha dúvida aos modelos de aço da Casio. Abraços.

6
Fórum principal / Quartz premium sem energia solar
« Online: 03 Dezembro 2017 às 11:20:06 »
Essa semana estava lendo sobre o calibre a660 que abriga os relógios de quartzo ultra precisos da Citizen (costumeiramente vendidos apenas no Japão). Percebi que justamente ele não usa a famosa energia solar (eco-drive), é curioso, pois esse simples recurso me parece generalizado em linhas mais acessíveis. Foi quando me dei conta que o mesmo ocorre com o calibre 9f da Seiko, que sempre me chamou atenção pela sua beleza. Até mesmo a linha termocompensada da ETA (como a V.H.P da Longines) não usa energia solar. Colegas, isso seria coincidência apenas? Ou existe um motivo para os calibres quartzo premium não serem alimentados por baterias recarregáveis ?

7
Fórum principal / Estaria a estética da patek datada?
« Online: 26 Novembro 2017 às 10:31:26 »
Decidi iniciar essa manhã de domingo lendo a análise de David Bredan sobre o Calatrava 5180/1R no ablogtowatch. Ostentoso, jurássico, ridículo ou irrelevante não costumam ser adjetivos para relógios Patek. Pelo menos no imaginário (não popular) essa casa costuma ser vinculada a uma estética discreta e atemporal. Na verdade não lembro de ter lido uma análise tão ácida e sarcástica no site antes (ou o meu inglês está realmente falido). Tive a sensação que o relógio foi praticamente vítima de bullying. Atualmente tenho apreço por ter acesso a alguns detalhes do calibre, mas prefiro que eles não mostrem a primeira vista todos os seus segredos. No caso do 5180/1R, o preferiria com uma pulseira de couro e uma caixa de ouro branco, platina ou mesmo aço inoxidável. O que David Bredan sentiu em relação a esse Calatrava eu senti em relação ao  Grand Master Chime (esse sim, qualquer colega confundiria com um Nomos ;D), um excesso de tudo que, no conjunto, se sente pesado e deslocado do mundo atual. Estaria na hora da Patek ter a humildade de olhar com estranhamento para seus designers, ou os pobres e flagelados de Dubai me chamariam de ingênuo?

8
Fórum principal / Unboxing Chronometre bleu
« Online: 20 Agosto 2017 às 12:03:06 »
Essa semana encontrei um vídeo no youtube com o unboxing do Journe Chronometre Bleu, segue o link:

https://www.youtube.com/watch?v=P6NqSweW5qQ&t=351s

Já assisti 3 vezes sem ficar entediado. Esse relógio é o meu favorito da marca, mesmo sendo seu produto de entrada. Azul tende a ser minha cor favorita, além disso nunca não tive oportunidade de ver um relógio produzido em tantalum (curiosidade) e não sei bem como é esse tal de brilho azulado próprio do material. As sucessivas camadas de laca utilizadas no mostrador constituem um espetáculo sobre a luz e dão uma experiência orgânica de profundidade. Por fim, aprecio relógios mecânicos confiáveis, com proporções comedidas e sem complicações. Minha opinião é que Journe consegui produzir uma peça singular que caminha para se tornar um clássico, algo distinto (e mais versátil) que o conservador Calatrava da Patek, por exemplo. Espero ter a oportunidade de usar um. Infelizmente relógios que possuem o cheiro de seus criadores são sempre caros. Então, algum colega compartilha o apreço por esse brinquedo azulado? 

Abraços

9
Colegas, recentemente adquiri um relógio dourado da Orient, o 469gp045. Nunca fui de usar relógios dourados, mas para tudo na vida existe uma primeira vez. Contudo, um detalhe me chamou atenção: em todos os meus relógios Orient percebi a inscrição "all stainless steel" no fundo da caixa. Esse é o único que diz apenas "stainless steel", que me parece ser uma descrição bastante ambígua pois não especifica se toda a caixa é de inox ou apenas o fundo. No site da Orient consta que toda a caixa é de aço, mas minha experiência diz que a especificação apontada pelas fabricantes brasileiras não costuma ser fidedigna. Algum colega tem experiência com os relógios mecânicos dourados da Orient? Algum oxidou? Acho que se a empresa está usando metal e na confecção da caixa seria uma pena pois fatalmente eles oxidarão. Abraços

10
Fórum principal / O envelhecimento do Skydiver
« Online: 14 Abril 2017 às 20:23:09 »
De modo geral costumo ser cuidadoso com meus relógios, então percebo que eles envelhecem principalmente através do aparecimentos daqueles pequenos riscos, principalmente na pulseira. Essas marcas não tem jeito, não consigo evitar a não ser que use o relógios apenas em ocasiões especiais.  O Skydiver retro é um daqueles relógios leves que tenho usado para bater no cotidiano, tenho usado o meu a aproximadamente 3 anos no trabalho e em atividades de lazer. Essa semana, ao dar uma olhada nos relógios do dia a dia percebi algo curioso, dentre todos eles o Skydiver me parece ser o que melhor envelheceu. Quero dizer que, em relação aos demais relógios de aço, no Skydiver os riscos ficam menos evidentes, no fim ele parece manter por mais tempo a cara de novo. Penso que isso se deva principalmente ao acabamento fosco dele. O meu veio com uma pulseira wind azul (silicone), isso também deve ajudar. Pensando com meus botões: por mais  humilde que o Skydiver seja, me parece ter atributos que justificam ter se tornado um clássico. Algum colega que usa o Skydiver também nota isso, ou seria esse meu apenas "sortudo" por não ter encontrado obstáculos no cotidiano? Abraços

11
Fórum principal / Re:Longines VHP
« Online: 14 Março 2017 às 17:50:49 »
Curioso, eu fiquei bastante entusiasmado com essa linha. Minha intuição dizia que os smartwatches iriam afetar especialmente os relógios de quartzo. Pois estes seriam monótonos tanto para os puristas quando para os consumidores do Apple Watch. Outro dia uma reportagem do Deployant  apontou exatamente na direção contrária. Bulova, Seiko, Bell & Ros, Longuines e até mesmo Journe e Piaget,  todos de algum modo parecem investir em uma nova geração de quartzo. Do meu ponto de vista os calibres V.H.P da Longines mostram muitas sutilezas para serem considerados apenas "mais precisos". Fala-se de um modo mais prático de ajustar as horas, de bateria mais duráveis, de proteção contra quedas, de ponteiros de segundos milimetricamente alinhados, de calendário perpétuo prático de ser mantido em um relógio para o dia a dia, e a lista segue. Além dessas qualidades técnicas sinto eles simples e belos. Hoje, minha intuição diz que essa linha é uma aposta cuidadosa e séria do Grupo Swatch aos relógios conectados e a queda nas vendas dos relógios de luxo. Caso tenham êxito, não me surpreenderia de os ver equipar outras marcas do grupo com pequenas variações.

12
Fórum principal / Re:Nova linha Technos Acqua
« Online: 09 Dezembro 2016 às 21:54:08 »
O tópico é antigo mas acho que vale a pena o pitaco. Essa tarde o Submarino estava vendendo o acqua 300 amarelo por 250 dilmas (já vi por 600). É um singelo relógio quartz, mas acho justo o valor pela resistência de 300m e pela válvula de helio. Não resisti e encomendei um embora não fosse minha intensão inicial. Espero usa-lo. Abraços

13
Fórum principal / Durabilidade dos movimentos Orient 46943 atuais.
« Online: 07 Junho 2014 às 00:24:33 »
Semana passada estava conversando com um relojoeiro a respeito de um Orient automático que estava namorando. Ele me indicou comprar um Seiko e disse que os movimentos 46943 usados pela Orient atualmente não seriam como os velhos tanques de guerra de outrora. Segundo ele os novos seriam descartáveis, possuem menos "parafusos" que os anteriores e acabam por se "desmontar" com bem pouco tempo de uso. Fiquei trite  :'( ao ouvir isso pois a Orient sempre me pareceu uma das poucas portas de entrada no universo dos relógios mecânicos, pelo menos no Brasil. Algum colega tem informações mais precisas a respeito?
Abraços!

14
Fórum principal / Patek 6002G vs Lange Grand Complicação
« Online: 18 Outubro 2013 às 21:22:33 »
Faz um tempo tenho vontade de discutir sobre essas duas peças extraordinárias (não sei se estão no mesmo nível), o Patek Sky Moon Tourbillon 6002G, o mais completo e barroco (quando vi a primeira foto o achei feio) que parece representa uma nova concepção estética, algo como "muito mais é muito melhor" da Patek. E a grande complicação, o mais prestigioso relógio da Lange, que concorre ao prêmio de relógio complicado de Geneve, o que os amigos dizem?

15
Fórum principal / Re: Esportivos em borracha são descartáveis?
« Online: 26 Agosto 2013 às 09:14:36 »
Obrigado pelas considerações pessoal, é uma pena constatar que a vida útil desses esportivos de borracha é mesmo tão curta  :-\ (aproximadamente um ano com uso contínuo) pois pra mim eles são bem mais confortáveis para caminhadas e eventuais corridas que os de aço, além de ter um ar mais moderno. Estava pensando que alternativas seriam os de titânio (gostei de um Citizem que vi recentemente) ou relógios de aço com pulseiras de borracha e garras padrão, que, imagino, permitam facilmente a substituição das pulseias (nesse último caso vi um Puma que caiu no meu gosto). Outra alternativa confortável são os de alumínio, mas os que vi da Chilli Beans não gostei .... Abç a todos

16
Fórum principal / Esportivos em borracha são descartáveis?
« Online: 24 Agosto 2013 às 17:05:36 »
Dividindo uma experiência: faz aproximadamente um ano comprei um relógio speedo em borracha pra usar em caminhadas. Além de gostar da aparência do relógio pesou o fato dele ser leve e confortável. Recentemente sua pulseira ressecou a rachou, e não é possível adaptar outra segundo o relojoeiro Ele disse que eu poderia trocar toda a carcaça do relógio com a speedo se eles tiverem a peça em estoque, mas custaria o preço de um novo e, em aproximadamente um ano, ressecaria do mesmo modo. Me sinto frustrado, não pelo valor porque ele não custou caro, a questão é que eu gostava dele. Percebi que muitas marcas esportivas (nike, adidas, casio)  usam borracha em seus relógios, seriam todos descartáveis? Alguém tem experiência mais longa com relógios esportivos assim?

Páginas: [1]