Mensagens Recentes

Páginas: [1] 2 3 ... 10
1
Não me julguem rsrsrsrsrsrs

Comprei um "New" Poseidon Azul / Titânio. É uma edição limitada e numerada (1000 peças, cinco por loja). Todo em titânio, mais claro, lembrando os da Citizen, Com duas Pulseiras em PU, sendo uma Preta, igual ao Poseidon Tradicional, e outra Azul escuro (linda).

Foi por saudosismo, confesso. O Poseidon, teve / tem um significado muito particular pra mim... foi o meu amor (diver) de fato. Coincidiu seu lançamento com minha entrada no fórum, daí uma edição em cor diferente e comemorativa de dez anos é quase que comprar um RM2 Amarelo.  ;D

Detalhe, vale a pena a aquisição, tanto pelo valor sentimental quanto pela beleza dele. Muito mais leve, variedades de pulseira. bezel agora de cerâmica e um calibre um pouco diferente, pois ao invés do 469, agora usaram o "F49".
2
horrível mesmo.
3
Nossa, que pesadelo
4
Fórum principal / Re:Longines A7 Edição Limitada
« Última Mensagem: por Jefferson Online Ontem às 22:28:30 »
Ainda continuo com os primeiros, achei que o tamanho destes numerais ficou desproporcional no dial. Ficou estranho...
5
Fórum principal / Re:Longines Military Heritage 1938
« Última Mensagem: por Jefferson Online Ontem às 22:17:50 »
Que relógio lindo! Bem fiel ao original, o que acho ótimo, mas diria que o remake ficou ainda mais harmonioso, principalmente por conta do segundeiro um pouco menor e mais bem acomodado entre os numerais. Vai para minha LD. Saudações!
6
Fórum principal / Re:Que relógio você está usando hoje?
« Última Mensagem: por Jefferson Online Ontem às 20:53:29 »
A tinta dos numerais é radioativa, inclusive o antigo dono que é colecionador de relógios militares confirmou com contador Geiger. Porém a substância já teve muitos anos para decair e hoje a radiação é bem fraca. Esse não tem informações de descarte no fundo só o código militar ORD-DEPT.

Rapaz, que loucura... radiação, contador Geiger? Espero que não faça mal. Saudações!
7
Fórum principal / [!!!!FOTOS ON!!!!] Fotos diversas sobre relojoaria?!? O lugar é aqui!
« Última Mensagem: por fbmj Online Ontem às 20:30:08 »
Poseidon de titânio, bezel de cerâmica e mostrador azul estrelado.

Diver narcisista com mostrador de ondinhas...



Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
8
Fórum principal / Re:Novo canal no Youtube - Chrono Talk
« Última Mensagem: por Adriano Online Ontem às 19:36:02 »
Obrigado amigos pelo apoio e pelas palavras!

Hélio, a resposta não é simples, mas vou tentar resumir em duas partes. Ah , e não, não acho os movimentos japoneses defeituosos, digamos. Pois a opção deles é filosófica. Sua pergunta inclusive é oportuna e acho que vou incluir em um vídeo de perguntas e respostas. Vejamos:

1 - os relógios automáticos, desde o início, eram "gambiarras" sobre mecanismos de corda manual. Redesenha-los daria mais dor de cabeça do que manter a corda pela coroa. E tudo na indústria suíça anda na base do devagar e sempre. Então daqui a pouco estamos falando em 100 anos de relógios automáticos que são nada mais que relógios a corda com uma traquitana em cima para carregar no pulso

2 - os japoneses clássicos, esses todos que conhecemos sem corda pela coroa, em contrapartida, foram desenhados do zero assim. A filosofia era a de que, com o uso do sistema "magic-lever", ele era tão eficiente que dispensava corda pela coroa. Era uma "guerra fria" de tecnologias, então a Seiko levou por décadas ess filosofia.

2.5 - e por que tanto tempo para mudar? Porque quando esses relógios eram usados todos os dias, eram objetos do dia-a-dia, isso não fazia falta. Meu pai e meu avô usaram os Seiko 6119 deles 24/7 por 30 anos. Se por acaso fosse um relógio suíço, eles também nunca teriam sentido falta da corda pela coroa.

Foi quando relógio automático começou a virar item de aficcionado, que tem um monte e reveza os relógios, é que a falta da corda pela coroa começou a incomodar, sacou?

Novos tempos, novos problemas, velhaa soluções.

Abs.,

Adriano
9
Fórum principal / Re:Novo canal no Youtube - Chrono Talk
« Última Mensagem: por helio Online Ontem às 19:02:55 »
Parabéns Adriano, entendo que ajuda a estabilizar a marcha, até costumo fazer isso quando acerto um relógio mecânico pra usar... mas uma questão boba e aqueles relógios Japoneses que simplesmente não aceitam carga pela coroa ::).
[]s

P.S.- Ouvi no video, mas então pra você um clássico como o Seiko Bull Head tem projeto defeituoso. Que eu saiba a Orient é da Seiko há décadas no Japão e utiliza muitos calibres da matriz, até seu representante local foi comprada aqui há alguns anos.
10
Eu acho que relógios mecânicos e carros sofrem do mesmo mal. Os homens são apaixonados e a indústria se aproveita. Se pegar os preços das peças de ambos dá pra montar 2.
Quando a situação era mais favorável, tinha algumas peças. Levei um Jaeger na HStern e fizeram uma revisão que custou 1090,00 trocando peças.
Isso em 2006. Em 13 anos não era pra estar tão defasado. Hoje não sai por menos de 5000.

Hoje compro mais pesando estilo, máquina e preço.

Hoje prefiro Oris, que é bom dentro do normal e não cobra um rim.

Estou rindo pois estava pensando em revisar um Hamilton que comprei barato, mas com certeza vai custar mais do que o custo.

E isso não é custo Brasil.
Na Europa acho pior, os preços lá são mais altos que aqui. Tentei comprar lá e no final deixei pra comprar aqui.






Enviado de meu Moto Z (2) usando o Tapatalk

Páginas: [1] 2 3 ... 10