Autor Tópico: O exercício de "futurologia" sobre a Rolex 2018  (Lida 4274 vezes)

Offline Vargas

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 596
    • Ver perfil
Re:O exercício de "futurologia" sobre a Rolex 2018
« Resposta #100 Online: 24 Março 2018 às 08:01:09 »
Faço da mesma forma do Adriano. Uso somente para subir fotos (e de vem em quando...). De resto,  o bom é venho navegador acho melhor...

Abs.

Offline Matt5

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 733
    • Ver perfil
O exercício de "futurologia" sobre a Rolex 2018
« Resposta #101 Online: 25 Março 2018 às 01:01:42 »
Fazendo o do contra:


Pra mim fez muito sentido:
« Última modificação: 25 Março 2018 às 01:04:25 por Matt5 »

Offline anastasevp

  • Iniciante
  • *
  • Mensagens: 2
    • Ver perfil
Re:O exercício de "futurologia" sobre a Rolex 2018
« Resposta #102 Online: 30 Março 2018 às 12:28:38 »
Uma dúvida besta, mas não tenho intenção de provocar, é dúvida mesmo.

Qual a razão de lançarem um relógio em WG? Digo isso pois, o material recebe banho para se parecer com o aço além de possuir propriedades mecânicas inferiores.

RG, YG, todos os outros golds.... Você tem uma cor diferente, faz sentido. Mas WG não vejo vantagem nenhuma.

É só a questão do preço? A exclusividade de ser um material mais caro?

Sei que querer racional com algo tão irracional  como artigos de luxo é bobagem. Mas enfim... fica aqui minha dúvida.

ps. respira fundo estrela.
Na verdade o que um colecionador busca no relógio de platina ou de ouro branco é exclusividade do mostrador (dial) com a segurança de ter uma joia no pulso, que vc conhece o valor e a razão dela estar ali, mas nenhum olho-gordo vai ficar invejando o seu relógio simplesmente pq ele ignora horologia...


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk