Autor Tópico: Desafio n° 2  (Lida 18640 vezes)

Offline igorschutz

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 7.775
  • Santo Anjo do Senhor de piroquinha
    • Ver perfil
    • http://igorschutz.blogspot.com/
Re: Desafio n° 2
« Resposta #60 Online: 07 Agosto 2009 às 23:30:37 »
Tá bom, agora mais uma tentativa séria: Minerva Huile.

Na-ná-ni-na-não!

Um abraço,

Igor

P.S.: Será que vocês agüentam o mistério (ou então perdem o interesse) até o fim do ano?
Quando quiserem que eu revele o nome, me avisem...
Opinião é como bunda: todos têm a sua. Você dá se quiser.
Opinião é como bunda: você dá a sua e eu meto o pau.

NÃO ACREDITE NO QUE 'FALAM' AQUI, ESTUDE BEM E TIRE SUAS PRÓPRIAS CONCLUSÕES

Offline igorschutz

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 7.775
  • Santo Anjo do Senhor de piroquinha
    • Ver perfil
    • http://igorschutz.blogspot.com/
Re: Desafio n° 2
« Resposta #61 Online: 07 Agosto 2009 às 23:33:03 »
E o pior é que eu sei de onde o "puto" do Igor tirou essa informação absolutamente da tumba do faraó e que ninguém tem: do livro The Time Museum of Marine Chronometers, que eu sei que ele tem. Parti daí para minha pesquisada - o fato de saber que ele tem o livro.

Quem tiver o livro, AGORA EU DOU A DICA SEU IGOR, pode procurar que a informação está lá. Eu não tenho, mas algo me diz que o cabra desenterrou esta estória de óleo sintético deste livro.

Será???

UHAUHUAHAHUHAUHUAHUAHAUHAUHAUHAUHUAHUAHUAHUAHUAHUA [risada maligna]



Um abraço,

Igor
Opinião é como bunda: todos têm a sua. Você dá se quiser.
Opinião é como bunda: você dá a sua e eu meto o pau.

NÃO ACREDITE NO QUE 'FALAM' AQUI, ESTUDE BEM E TIRE SUAS PRÓPRIAS CONCLUSÕES

Offline Gravina

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 3.022
    • Ver perfil
Re: Desafio n° 2
« Resposta #62 Online: 07 Agosto 2009 às 23:34:11 »
Tá bom, agora mais uma tentativa séria: Minerva Huile.

Na-ná-ni-na-não!

Um abraço,

Igor

P.S.: Será que vocês agüentam o mistério (ou então perdem o interesse) até o fim do ano?
Quando quiserem que eu revele o nome, me avisem...

Não, não!!!!!....................espere um pouco!!!..............nada de nomes por enquanto!!!..........o desafio, paralelo, já está lançado...............aguardamos, digamos, o desafio oficial,  do Flávio!

Abs

Gravina

Offline flávio

  • Administrador
  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 9.052
    • Ver perfil
Re: Desafio n° 2
« Resposta #63 Online: 07 Agosto 2009 às 23:37:41 »
Tá bom, agora mais uma tentativa séria: Minerva Huile.

Na-ná-ni-na-não!

Um abraço,

Igor

P.S.: Será que vocês agüentam o mistério (ou então perdem o interesse) até o fim do ano?
Quando quiserem que eu revele o nome, me avisem...

Não, não!!!!!....................espere um pouco!!!..............nada de nomes por enquanto!!!..........o desafio, paralelo, já está lançado...............aguardamos, digamos, o desafio oficial,  do Flávio!

Abs

Gravina




Primeiro termina um, depois o outro. E não sei se teria capacidade de desenterrar algo tão enterrado assim. Se eu lançar um desafio não será tão difícil (ou será? Huauauauuauauau! Risada malígna 2...)

Flávio

Offline HumbertoReis

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 2.479
    • Ver perfil
    • Página Pessoal
Re: Desafio n° 2
« Resposta #64 Online: 08 Agosto 2009 às 08:02:24 »
O Gravina e o Igor têm razão, Flávio.

A regra é clara:

O vencedor do desafio abre um tópico com o desafio seguinte.

Estamos aguardando o enunciado e as questões.


rlessa

  • Visitante
Re: Desafio n° 2
« Resposta #65 Online: 08 Agosto 2009 às 08:18:09 »
Quem tiver com o alemão bom aí vai... eu preciso viajar hoje... FÉRIAS... 3 dias  :-\ :-\ :-\

Eine besonders interessante Korrosionsform als Folge des Ölversagens ist die sog. Reibkorrosion, die teilweise groteske Lagerzapfenformen hervorruft 10 und für eingelaufene Triebe verantwortlich ist.
Wie schon bemerkt, waren klassische Uhrenöle seit frühester Zeit immer Geheimformeln. Erst der Schweizer Chronometermacher Paul Ditisheim und der Chemiker Dr. Paul Woog untersuchten Öle systematisch und stellten die Ursachen des Alterns fest. P. Woog entwickelte in den 20er Jahren das erste synthetische Öl auf Silikonbasis, das sich aber nicht bewährte 1.
Ein großer Teil der angegebenen Fehler ist durch die Verwendung synthetischer Öle vermeidbar7, 27. Was aber nicht bedeutet, daß diese kritiklos anwendbar sind. Synthetische Öle sind keine Öle im chemischen Sinne, sondern ätheralkohole, Polysiloxane und andere Verbindungen, also völlig anders aufgebaute organische Substanzen; allerdings haben sie im physikalischen Sinne Ölcharakter, sind also zum Ölen mechanischer Geräte geeignet. Die Alterungsrate ist sehr gering bis nicht meßbar, auch unter schwierigen Bedingungen. Nach Möglichkeit sollen auch diese Öle vor Staub, Schmutz und Licht geschützt werden, was in der Praxis allerdings oft nicht möglich ist. Die Verdampfungsraten sind ebenfalls sehr gering 24:



Offline Gravina

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 3.022
    • Ver perfil
Re: Desafio n° 2
« Resposta #66 Online: 08 Agosto 2009 às 08:28:12 »
Quem tiver com o alemão bom aí vai... eu preciso viajar hoje... FÉRIAS... 3 dias  :-\ :-\ :-\

Eine besonders interessante Korrosionsform als Folge des Ölversagens ist die sog. Reibkorrosion, die teilweise groteske Lagerzapfenformen hervorruft 10 und für eingelaufene Triebe verantwortlich ist.
Wie schon bemerkt, waren klassische Uhrenöle seit frühester Zeit immer Geheimformeln. Erst der Schweizer Chronometermacher Paul Ditisheim und der Chemiker Dr. Paul Woog untersuchten Öle systematisch und stellten die Ursachen des Alterns fest. P. Woog entwickelte in den 20er Jahren das erste synthetische Öl auf Silikonbasis, das sich aber nicht bewährte 1.
Ein großer Teil der angegebenen Fehler ist durch die Verwendung synthetischer Öle vermeidbar7, 27. Was aber nicht bedeutet, daß diese kritiklos anwendbar sind. Synthetische Öle sind keine Öle im chemischen Sinne, sondern ätheralkohole, Polysiloxane und andere Verbindungen, also völlig anders aufgebaute organische Substanzen; allerdings haben sie im physikalischen Sinne Ölcharakter, sind also zum Ölen mechanischer Geräte geeignet. Die Alterungsrate ist sehr gering bis nicht meßbar, auch unter schwierigen Bedingungen. Nach Möglichkeit sollen auch diese Öle vor Staub, Schmutz und Licht geschützt werden, was in der Praxis allerdings oft nicht möglich ist. Die Verdampfungsraten sind ebenfalls sehr gering 24:




Oi Lessa,

Infelizmente aí não está o nome..................fala-se do tal secreto óleo de Woog numa base de silicone, mas é só.............. :'( :'( :'( :'(


A luta continua..................

Abs

Gravina

Offline Gravina

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 3.022
    • Ver perfil
Re: Desafio n° 2
« Resposta #67 Online: 08 Agosto 2009 às 08:30:16 »
O Gravina e o Igor têm razão, Flávio.

A regra é clara:

O vencedor do desafio abre um tópico com o desafio seguinte.

Estamos aguardando o enunciado e as questões.



Mas, please, que não venha com uma daquelas notas de roda-pé de edição esgotada há 186 anos ;D

Abs
Gravina

Offline LUW

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 1.650
    • Ver perfil
Re: Desafio n° 2
« Resposta #68 Online: 08 Agosto 2009 às 08:50:45 »
Do jeito que está indo o Sammy não vai trocar de dono tão logo...
[ ]s
Luciano

rlessa

  • Visitante
Re: Desafio n° 2
« Resposta #69 Online: 08 Agosto 2009 às 08:57:40 »
Quem tiver com o alemão bom aí vai... eu preciso viajar hoje... FÉRIAS... 3 dias  :-\ :-\ :-\

Eine besonders interessante Korrosionsform als Folge des Ölversagens ist die sog. Reibkorrosion, die teilweise groteske Lagerzapfenformen hervorruft 10 und für eingelaufene Triebe verantwortlich ist.
Wie schon bemerkt, waren klassische Uhrenöle seit frühester Zeit immer Geheimformeln. Erst der Schweizer Chronometermacher Paul Ditisheim und der Chemiker Dr. Paul Woog untersuchten Öle systematisch und stellten die Ursachen des Alterns fest. P. Woog entwickelte in den 20er Jahren das erste synthetische Öl auf Silikonbasis, das sich aber nicht bewährte 1.
Ein großer Teil der angegebenen Fehler ist durch die Verwendung synthetischer Öle vermeidbar7, 27. Was aber nicht bedeutet, daß diese kritiklos anwendbar sind. Synthetische Öle sind keine Öle im chemischen Sinne, sondern ätheralkohole, Polysiloxane und andere Verbindungen, also völlig anders aufgebaute organische Substanzen; allerdings haben sie im physikalischen Sinne Ölcharakter, sind also zum Ölen mechanischer Geräte geeignet. Die Alterungsrate ist sehr gering bis nicht meßbar, auch unter schwierigen Bedingungen. Nach Möglichkeit sollen auch diese Öle vor Staub, Schmutz und Licht geschützt werden, was in der Praxis allerdings oft nicht möglich ist. Die Verdampfungsraten sind ebenfalls sehr gering 24:


Oi Lessa,

Infelizmente aí não está o nome..................fala-se do tal secreto óleo de Woog numa base de silicone, mas é só.............. :'( :'( :'( :'(


A luta continua..................

Abs

Gravina


Achei que estava aqui pois não consegui traduzir... Öle vermeidbar7, 27  eitcha alemão ruimzinho... ;D ;D ;D

fonte: http://www.info-uhren.de/technik/Oel/3/lymp3.htm

Alberto Ferreira

  • Visitante
Re: Desafio n° 2
« Resposta #70 Online: 08 Agosto 2009 às 10:22:08 »
Salve, amigos!

Pois é...  ::)


...
Mas, please, que não venha com uma daquelas notas de roda-pé de edição esgotada há 186 anos ;D

Abs
Gravina



Do jeito que está indo o Sammy não vai trocar de dono tão logo...



Mas não esqueçam que, tem  muita gente boa pesquisando (Samuray é samuray - no sentido mais amplo!,  ;) ) e que o nosso bom Igor deu um prazo até o final do ano.

Um dia,... Troia cai!

 ;) :D

Abraços!
Alberto
 8)

Offline LUW

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 1.650
    • Ver perfil
Re: Desafio n° 2
« Resposta #71 Online: 08 Agosto 2009 às 10:27:31 »
É, mas Tróia não era de titânio...
[ ]s
Luciano

Alberto Ferreira

  • Visitante
Re: Desafio n° 2
« Resposta #72 Online: 08 Agosto 2009 às 10:33:11 »
E nem estava cercada de "gregos traíras"...
 ;D


E o pior de tudo é chamarem o artefato de "Cavalo de Tróia" e não de "Cavalo de Grego"...
 ;)  ;D

Offline igorschutz

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 7.775
  • Santo Anjo do Senhor de piroquinha
    • Ver perfil
    • http://igorschutz.blogspot.com/
Re: Desafio n° 2
« Resposta #73 Online: 08 Agosto 2009 às 12:53:59 »
Já que os amigos estão gostando do desafio, então segue a pergunta intermediária que eu faria:

Qual o escapamento que equipa o turbilhão ilustrado abaixo?


Fonte: David Penney


Um abraço,

Igor
Opinião é como bunda: todos têm a sua. Você dá se quiser.
Opinião é como bunda: você dá a sua e eu meto o pau.

NÃO ACREDITE NO QUE 'FALAM' AQUI, ESTUDE BEM E TIRE SUAS PRÓPRIAS CONCLUSÕES

Alberto Ferreira

  • Visitante
Re: Desafio n° 2
« Resposta #74 Online: 08 Agosto 2009 às 13:13:58 »
Salve!

Afff!

De Esfinge (grega),...

A coisa pode passar a Hidra (a pantanosa, de Lerna...)...  ::)



Cada cabeça também potencialmente "devoradora" de pesquisadores de "sábado à tarde"...  ;)  :D


Valei-nos Santo Gugu! (ou na pior das hipóteses, Hércules...  :D)
 ;D

Abraços!
Alberto

Offline Adriano

  • Moderador Global
  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 6.335
    • Ver perfil
Re: Desafio n° 2
« Resposta #75 Online: 10 Agosto 2009 às 01:05:45 »
Igor, o bendito óleo é um destes?

- Launa Type 100
- Chronax (esse eu sei que é da CFR)
- "alguma coisa-HAX Type" (também da CFR)
- Silber Etsyntha Uhrenoel (este com certeza é sintético)

Cara, sem quere estava vendo fotos minhas do Museu Internacional de LA Chaux-de-fonds, e achei 3 fotos de uma vitrininha com óleos antigos. Escrevi todos os que consegui ler o rótulo pela foto.

Ou será que terei que voltar lá no museu ano que vem para responder essa?  ;D ;D ;D


Abraços!

Adriano

Offline igorschutz

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 7.775
  • Santo Anjo do Senhor de piroquinha
    • Ver perfil
    • http://igorschutz.blogspot.com/
Re: Desafio n° 2
« Resposta #76 Online: 10 Agosto 2009 às 08:03:42 »
Igor, o bendito óleo é um destes?

Um sonoro NÃO!


Ou será que terei que voltar lá no museu ano que vem para responder essa?

Até lá o "desafio" já acabou. ;)
Aliás, aproveito para informar que antecipo o prazo de "até o fim do ano" para "até o fim desta semana", senão o Flávio vai ficar enrolando para propor um novo Desafio... ;D

Um abraço,

Igor

P.S.: E quanto ao escapamento, ninguém quer nem dar um chute?
Opinião é como bunda: todos têm a sua. Você dá se quiser.
Opinião é como bunda: você dá a sua e eu meto o pau.

NÃO ACREDITE NO QUE 'FALAM' AQUI, ESTUDE BEM E TIRE SUAS PRÓPRIAS CONCLUSÕES

Offline Gravina

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 3.022
    • Ver perfil
Re: Desafio n° 2
« Resposta #77 Online: 10 Agosto 2009 às 08:53:54 »
Igor, o bendito óleo é um destes?





Igor

P.S.: E quanto ao escapamento, ninguém quer nem dar um chute?


Jacques pode chutar, o escapamento é ....................



Abs

Gravina

Offline Robson xavier

  • Membro Sênior
  • ****
  • Mensagens: 305
    • Ver perfil
    • Blogfólio
Re: Desafio n° 2
« Resposta #78 Online: 10 Agosto 2009 às 20:49:09 »
De acordo com minhas incontáveis pesquisas e conhecimento adquiridos com os antigos mestres da horologia mundial, hoje, isolados do convívio social em um dos mais altos montes dos alpes suiços, fiquei sabendo que Paul ditisheim e seu irmão-de-leite Paul woog (primo de 3ºgrau de Robin Woog, que fugiu para nothingan e mudou de nome), secretamente trabalharam juntos (em segredo mesmo!) no desenvolvimento do secreto e famoso MOEBIUS SYNTA-LUBE 9010, o qual foi, realmente o primeiro óleo inteiramente sintético colocado no mercado em meados de 1950.

Procede essa informação amado mestre Igor?

Abraço a todos,

Robson Xavier.

Offline Adriano

  • Moderador Global
  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 6.335
    • Ver perfil
Re: Desafio n° 2
« Resposta #79 Online: 10 Agosto 2009 às 20:59:28 »
Lubrax? Rimula? Havoline? Valvoline?

Abraços!

Adriano