Exibir mensagens

Esta seção lhe permite ver todas as mensagens deste membro. Note que você só pode ver as mensagens das áreas às quais você tem acesso.


Tópicos - renato155

Páginas: [1] 2
1
Fórum principal / Fenomeno musical da musica ROLEX
« Online: 01 Julho 2017 às 00:13:08 »
Jake Ehrlich publicou hoje (ontem) sobre o fenômeno pop dos irmãos Ayo & Teo, dois meninos de 17 anos de Michigan que criaram uma musica grudenta cujo tema é, pasmem, a Rolex.

Os smartwatchs vão acabar com os relógios mecânicos, principalmente entre os jovens hiperconectados que não se interessam pelo velho habito de ter um acessorio que apenas marca horas no pulso certo? Realmente estamos numa era onde em 30 minutos tudo pode mudar.

Do texto (http://www.rolexmagazine.com/2017/06/ayo-teo-rolex.html);

A popularidade da Rolex está se espalhando como um incêndio neste verão no mundo de uma maneira inesperada! A popularidade da marca Rolex está se expandindo entre os jovens, através de uma música de dança altamente grudenta que rapidamente se tornou viral, e a música é simplesmente chamada de "ROLEX". Ayo e Teo são irmãos, e seus vídeos já tem coletivamente mais de 130 milhões de visualizações no YouTube em pouco mais de um mês. A letra da música "ROLEX" é em grande parte sobre o fascínio carismático e o apelo de usar um Rolex, juntamente com o poder da associação positiva da marca Rolex.

Tudo o que sempre quis era um Rolly
Tudo o que sempre quis era um Rolly
Eu só quero um Rolly
Eu só quero um Rolly
Eu só quero um
Eu só quero um Rolly


O vídeo oficial é este:



Abs
Renato155


2
Fórum principal / POOL - Omega Seamaster - Qual você escolheria e porque?
« Online: 25 Março 2016 às 22:31:19 »
Caros amigos,

Tenho namorado meu primeiro diver da Omega Entretanto quanto mais procuro, mais duvidas eu fico.
Alguém pode indicar um site "amansa burro" sobre os omega seamaster, mostranto quem é quem, anos de fabricação, codigos, especificações?

Informações basicas: Tenho 2m de altura, mas sou magro, e uso sem problemas um Sub nodate, Seiko MM300 e Breitling Superocean Pro


[1] OMEGA SEAMASTER PROFESSIONAL 300 -code  2254.50.00 (41mm)
+menor preço
+muito elegante, menos tool e mais versatil?
-envelhecerá rapido?
-tamanho menor?




[2] OMEGA SEAMASTER PLANET OCEAN 2500 BIG SIZE code 2200.51.00 (45,5mm)

+mais moderno
+mais bonito?
- laranja enjoa?
- mais caro
- MUITO GRANDE? atrapalha para usar com camisa social? DEVERIA FICAR COM UM 42mm?



[3] OMEGA SEAMASTER PLANET OCEAN 2500 code 2201.50.00 (42MM)
+ o PO classico???
+ tamanho mais "usavel"? Ou devia procurar um 45,5mm?
+ dial mais discreto sem o laranja?
- perde impoencia? Parece menor que o SM300???



[4] ou devo guardar dinheiro para o 8500?????
+ é lindo, mostra uma qualidade construtiva anos luz certo?
- dizem que é alto demais, atrapalhando uso no dia a dia com camisa?
- é MUITOOO mais caro  :-\


Obrigado a todos, toda ajuda é bem vinda!
Ah... e se alguém tiver algum dos modelos, ou semelhantes, a venda, pode me contatar em pvt

3
PROJETO RM4 - 15 ANOS / Opção de Pulseira para nosso RM4
« Online: 23 Novembro 2015 às 15:31:49 »
Amigos,

A fim de não encarecer demais o projeto, gostaria de sugerir esta empresa chilena que tem fornecido pulseiras hand made de excelente qualidade a preços realmente imbatíveis.

Semana passada chegou meu primeiro pedido, e foi aprovadíssimo.

Como teremos bastante tempo, inclusive, sugiro aos amigos testar os serviços da gentil Andrea Tugas <martuleathercraft@gmail.com>

O site: http://www.martuleather.com/

abraços
renato155

4
Fórum principal / Fim de produção do Seiko MM300 sbdx001? Será real?
« Online: 04 Junho 2015 às 18:29:00 »
Dois foruns internacionais dão como certo o fim do SEIKO MARINEMASTER 300, que o ultimo lote seria entregue até agosto aos distribuidores.

A principio nao faria sentido um relogio que é um icone da marca, entretanto, levando-se em consideracao o lancamento do MM1000 em serie limitada pela bagatela de USD6000, acredito que a SEIKO estará jogando os precos de seus relogios pra cima e abrindo mao do "barato" MM300. O calibre tambem estaria sendo descontinuado... Ainda sem confirmacao oficial

Se for verdade, prestei minha homenagem hoje

Abs renato155

 

5
Fórum principal / Novo Seiko Marinemaster SBDX012
« Online: 12 Setembro 2014 às 22:43:11 »
Comemorando 50 anos dos relogios de mergulho da Seiko. Ainda sem data de lançamento definida. Exatamente igual ao sbdx001 mas os detalhes dourados. Que acham??

Abs
Renato155


6
Fórum principal / Ajuda Patek de bolso
« Online: 27 Julho 2014 às 00:36:18 »
Caros,

Um amigo de infância sabedor de minha adicção me ofereceu relógio que é de sua tia que vive na fronteira com o Uruguai.

Sinceramente não entendo de relogios dessa estirpe e dessa idade.

Ele enviou as fotos e o texto abaixo. Se alguém tiver informações sobre este tipo de relógio agradeço:

"Ano 1881, 22 linhas, 54 gramas de ouro, não tem certificado e estojo, tem as iniciais do dono, meu avô.

Escrito atras do camafeu:

Cronometro Gondolo
Fabricado expressamente para Gondolo & Labourian Relojoeiros Rio de Janeiro- no. 162130. Patek Philippe & CO Geneve."

Obrigado
Renato155




7
Fórum principal / [REVIEW] Seiko Prospex SBDX001 Marine Master 300 (MM300)
« Online: 19 Junho 2014 às 17:51:25 »
Seiko Prospex SBDX001 Marine Master 300 (MM300)
O ícone japonês do mundo dos divers

Foto o autor

Agora, depois de tempo como proprietário de MM300 eu gostaria de fazer meu primeiro review para o forum, ou melhor, na verdade uma coletânea de tudo o que pesquisei juntos com as minhas percepções acerca deste relógio.



1-   INTRODUÇÃO

Um Seiko caro, dificil de encontrar, desprezado por uns e idolatrado por outros.... Afinal, qual é o negócio deste relógio? Temos tantas opções, inúmeras, intermináveis opções. Então porque o MM300? Porque ele é um relógio comentado em todos os foruns de relogios pelo mundo afora?


Foto Shannon Spence at Seiko & Citizen Forum

Ele faz parte da linha profissional de mergulho da Seiko a linha PROSPEX. Existem modelo automáticos, a quartz, e com o moderno e preciso Spring Drive. O MM300 já devia ter saído de linha, segundo muitos, e seu sucessor deveria ter sido o Seiko Marine Master Professional 600M Diver Spring Drive SBDB001. Mas este não atingiu o mesmo nível de sucesso comercial e de reconhecimento. Entre os entusiastas o Spring Drive parece não ter o mesmo apelo de um relógio 100% mecânico. Em resumo, foi o MM300 que se tornou a referência mais “famosa” desta linha, ele é “O” Marine Master.


Foto cold_beer839 at WUS

O MM300 é uma combinação rara de elegância em um visual utilitário (tool watch). A beleza do acabamento do conjunto dá uma percepção de qualidade que poucos relógios nesta faixa de preço conseguem oferecer. Uma percepção visual: ela aparece na maneira como a superfície brilhante do bezel e as superfícies polidas e escovadas da caixa jogam com a luz de uma forma sutil enquanto os ponteiros parecem dançar com a luz: as bordas polidas criar um belo contraste com as áreas escovadas, tudo acontecendo dentro de um dial profundo com grande sensação de tridimensionalidade.


foto watch-tanaka

O MM300 numa fotografia poderá parecer um relógio de mergulho simples, semelhante aos de mais modelos da linha Seiko, mas ao vivo, esta dança de luz nas suas superfícies é uma exibição e tanto.  São efeitos entretanto discretos, nada “bling”, mas um deleite visual mesmo com pouca iluminação.

Se você espera um relógio enorme, ele não é muito maior que um Rolex Submariner, talvez proporcional ao Sub-C, e definitivamente menor que o Deep Sea. Mas ele é pesado. As proporções causam estranheza num primeiro momento, ele não é enorme, mas é massivo, pesado, e alto. Tem uma pulseira de 20mm que a princípio pode fazer você duvidar da sanidade do fabricante por não colocar uma pulseira de 22mm.

Mas aí você entende que ele é diferente, a tal “personalidade”, um design de quase 50 anos.... E você experimenta e usa e descobre que ele tem o tamanho perfeito, a proporcionalidade perfeita, o design atemporal....... como todos os grandes clássicos.

Personalidade... História... Estirpe... Dificil encontrar a real resposta para o recompensador "vínculo" que este relógio cria com seu dono: com algum tempo de uso, parece que você já o tinha durante muitos anos. Não é uma impressão de alguém “deslumbrado” com sua nova aquisição, mas impressões captadas em centenas de depoimentos em vários fóruns ao redor do mundo. É difícil de explicar, mas é como se reunir com um velho amigo.

Eu concordo plenamente ;D ;D ;D ;D.



2-   HISTÓRIA


Foto comparativa do 6159-7000 e o sbdx001 - fonte Grinhu's Watches

A maioria das informações acerca da história dos relógios de mergulhos da Seiko vem do livro de língua japonesa “O Livro Seiko; A verdadeira história dos relógios Seiko” (The Seiko Book; The Real History of Seiko Watches).

A Seiko fez grandes esforços e dispendeu grande energia e dinheiro para criar seus relógios profissionais, que resultou em instrumentos de desempenho robusto e de alta qualidade ao longo dos anos. A história do desenvolvimento desses relógios de mergulho é bastante interessante, e em alguns aspectos, o desenvolvimento deles confunde-se com a história do desenvolvimento da série Grand Seiko. Ambos na década de 1960, num momento em que a empresa estava tentando superar os suíços em termos de qualidade e desempenho.

Tudo começou no ano após os Jogos Olímpicos de Tóquio em 1964, quando uma onda de orgulho varreu o Japão, e o país sentiu que tinha reencontrado seu espaço no cenário mundial após a sua derrota na Segunda Guerra Mundial.

Em 1965, a Seiko fez seu primeiro diver automático com resistência de 150m (62MAS-010). Era vendido por 13.000 JPY.

Na época, fazer um relógio de mergulho de primeira classe era muito importante para a empresa, porque um relógio de mergulho era "o teste final" de habilidades necessárias para um projeto exitoso: um relógio de mergulho deveria ser à prova d'água, à prova de choque e muito luminoso. Nesta época, os mergulhadores literalmente colocavam suas vidas nas mãos destes instrumentos.

Engenheiros estavam orgulhosos deste primeiro esforço. Dois anos depois, em 1967, a Seiko lançou um relógio de mergulho para profundidades de até 300m (6215-010). A confiança dentro da equipe de projeto era enorme, eles haviam dobrado a profundidade, e, em 1968, acreditavam que tinham conseguido se superar com o modelo 6159-7001, que usava o mesmo calibre Hi-Beat do Grand Seiko

Três modelos sucessivos lançados em apenas quatro anos foi um feito excepcional e muito comemorado. Enquanto os engenheiros desfrutavam os louros destes produtos, a Seiko recebeu um choque que atrasou o lançamento do próximo modelo de diver por SETE anos (!).  

Em 1968, após o lançamento do relógio de 300m com calibre Hi-Beat, os engenheiros da Seiko receberam uma carta de um profissional de mergulho de Kure City, cidade da província de Hiroshima. Este mergulhador trabalhava em profundidades de 350m, utilizando técnicas de mergulho saturado. Em sua carta, ele se queixou de que os cristais dos relógios da Seiko muitas vezes quebraram na descompressão devido ao acumulo de gás hélio no seu interior. Ele também reclamou que os relógios da Seiko não eram à prova de choque, e muitas vezes falhavam ao se chocar com força contra rochas submersas. Ele concluiu sua carta dizendo estes relógios eram totalmente inaceitáveis para mergulhadores profissionais.

Os gestores da Seiko teriam levado esta carta muito a sério, rapidamente designaram uma equipe para criar um design totalmente novo, que iria ser feito especificamente para o mergulhador profissional. Quando a Seiko lançou seu primeiro relógio de mergulho em 1965, o mercado para estes relógios era relativamente pequeno. Mas, a partir do fim da década de 1960, a popularidade dos esportes ao ar livre como a pesca, camping, caminhadas, para não falar de mergulho autonomo, aumentou exponencialmente o mercado de relógios de mergulho.

Apesar disso, Seiko não divulgou um novo modelo de sete longos anos, de 1968 a 1975, quando foi apresentado o Seiko 6159-022, um modelo nada barato, mas que continha inúmeras novidades, muitas das quais são consideradas características padrão de muitos relógios de mergulho atuais.

Seiko 6159-022 - Fonte uniquewatchguide.com

Quantas empresas parariam fabricação de um produto para reconstruí-lo inúmeras vezes durante 7 anos até conseguir um padrão que fosse adequado?

Em comemoração à historia de seus relógios profissionais, a Seiko relança o 6159-7000 de 1968 cinquenta e dois anos depois, através de uma serie limitada e numerada de 500 relógios no ano 2000. O modelo, denominados SBDX003, possuía ponteiros e índices dourados e hoje é uma peça muito rara e disputada (custando o dobro de um MM300 novo).


sbdx003 - fonte S.L at forum.tz-uk


sbdx003 e sbdx001 - Fonte yeomanseiko

Logo na sequência, em 2001 a Seiko lançou o SBDX001 como produto de linha que continua em produção 13 anos depois, praticamente sem nenhuma alteração significativa além do sistema de regulagem da pulseira.

Abaixo um quadro com resumo da historia dos relógios de mergulho da Seiko


Fonte OnTimeGabe at WUS


 
3-   PREÇO E PERCEPÇÃO DE VALOR

O PREÇO de um relógio é algo palpável, fixo: preço de lista 262,500 JPY posto no Japão. Já o VALOR, esse é o atributo percebido pelas pessoas, e motivo de análises e discussões acaloradas.

O MM300 é um relógio destinado exclusivamente ao mercado Japonês (JDM – Japanese Domestic Market) e até pouco tempo para se comprar um, era necessário ir à terra do sol nascente ou recorrer aos 3 famosos fornecedores mundiais de relógios JDM: Higuchi, watch-tanaka e Seiya.

Todos comercializam o modelos com valores na faixa dos USD 2,000.00. Recentemente (maio 2014) foi disponibilizado no site americano Long Island watches ao preço de USD 2,389.00, o acesso a este produto é bastante restrito e também faz parte de seu diferencial e valor.

Outro detalhe interessante é que sua produção ocorre em uma das instalações mais exclusivas da Seiko, a Shizuku-ishi Watch Studio (http://shizukuishi-watch.com/) onde também são fabricados os Gand Seiko, topo de gama da marca (http://www.grand-seiko.com/).

Muitos são os comparativos realizados com os relógios suíços duas a três vezes mais caros que o MM300, o calibre Seiko in-house vs movimento ETA, oriente x ocidente, aço de submarino x case monobloco, etc... É mais comum encontrar MM300 dividindo coleções ao redor do mundo com Rolexes e Omegas do que em coleções de relógios japoneses.



Fotos de comparativos em foruns de discussão

E na opinião de muitos destes colecionadores de divers de alta qualidade, o MM300 se destaca sob vários aspectos.  Muitos dizem honestamente que não há nenhuma razão para um Rolex Submariner ser “4 vezes mais relógio” que o MM (por custar ~USD 8.000 ante os USD 2.000 do MM300).

Mas isso, enfim são discussões não de preço, mas de percepção de valor, que é diferente para cada pessoa. Não se pode negar, entretanto, que um Submariner possa entregar “4 vezes mais status” que um MM300. Para quem busca status, talvez existam outras opções interessantes mesmo na faixa de preço do MM300.

Pois apesar de entregar uma percepção de qualidade elevada, muitos haverão de considerar a "desvantagem" de possuir um relógio high-end como o Seiko sem que praticamente ninguém além de outros aficionados possa apreciar o seu relógio pelo que ele realmente representa (ou vale?).

Por outro lado, possuir um MM300 também pode ser visto como um diferencial:  para aqueles que usam relógios seu prazer, para impressionar a si próprio, não aos amigos, à família ou até mesmo estranhos aleatórios num restaurante.

Mas isso não significa que o MM300 não deixa de impressionar. Em cada linha que eu li sobre o MM300, a qualidade e atenção aos detalhes excede as expectativas dos proprietários.

Esta discussão fica ainda mais confusa numa sociedade como a nossa, ainda bastante imatura na questão do consumo, e porque não, ainda deslumbrada com seu novo potencial financeiro numa realidade onde as demonstrações de status são muitas vezes medidas da importância do indivíduo.

Um MM300 pode ser caro demais, ser de uma marca “simples” demais, ou ostentar “de menos” para merecer consideração até mesmo de conhecedores e colecionadores de relógios mecânicos. Muitos vão passá-lo por causa de uma ideia pré-concebida do que a marca Seiko representa.

E você provavelmente vai se divertir ao saber que é o único cara no bairro com um relógio de alta qualidade que poderia competir de igual para igual com relógios muito, mas muuuito mais caros. Ahhhh..... a exclusividade!!!!!


Fonte Santabanta.com


Relato aqui três depoimentos colhidos de proprietários no fórum WUS, a respeito da percepção de valor do MM300:

1)   “Mas para a maior parte dos relógios isso é muito difícil de dizer (a marca e o status que representa) - mesmo eu, que eu tenho o hábito de tentar descobrir quem está usando o que durante o meu trajeto de metrô diariamente - o que as pessoas estão usando à distância e até mesmo de perto. Lembro-me de um dia olhar doentiamente para um pulso de um cara que usava um reluzente skeleton automático. Eu cheguei mais perto dele para ver o que ele estava usando, e me esforcei para ter uma idéia do nome da marca, o que acabei por descobrir foi um fóssil. (Nada contra os fashion-watches, por sinal). Mas na maioria das vezes, a menos que você esteja usando um Monster laranja ou algo assim, a pessoa não vão notar o que você está usando.”

2)   “Algumas pessoas sugeriram que o MM300 não é reconhecido como um "bom" relógio tão consensualmente como um Omega Seamaster Professional, mas a minha experiência é o oposto. O MM300 é um relógio de qualidade inconfundível. Costumo pegar as pessoas olhando para ele quando estou a usá-lo em ocasiões especiais. Eu acho que a marca Seiko não tem um marketing adequado, mas a qualidade de construção intrínseca existe, sem dúvida. E essa qualidadee é óbvia até mesmo para o olho ignorante. “

3)   “Ajuste e acabamento igual ao do meu Submariner 16800. É um relógio maior que um Sub vintage, no entanto eu definitivamente os classificaria como iguais. Quem pensa que um MM300 é um SKX glorificado nunca teve um!“


Fotos de comparativos em foruns de discussão

8
Fórum principal / Relógios fotogênicos
« Online: 16 Abril 2014 às 23:51:26 »
Lendo o belo review que o ogum777 escreveu sobre o Citizen NY 0040, achei interessante a colocação:

"Por outro lado, esse modelo da Citizen é muito bonito, sendo muito mais bonito ao vivo do que em fotografias. Não é um relógio fotogênico, daqueles lindos nos sites mas não tão bonitos no pulso. Neste modelo, se dá o inverso. "

Pois é né... Tem relógios que nas fotos parecem a coisa mais linda do mundo, e ao vivo é broxante. Outros que parecem que não há camera DSLR-mega-fucking-fuck e fotografo profissional que consiga transmitir o que o relógio é ao vivo.

Quais vocês acham fotogênicos, e quais não?

[NAO FOTOGENICO] Um dos que não me chamavam nenhuma atenção, que parecia meio exagerado e que ao vivo caí de amores foi o Orient Poseidon:



[FOTOGENICO DEMAIS] Este me decepcionou, eu achava massivo, que deveria ser muito bonito, mas quando comprei achei medonho, não ficou 30min comigo e dei de presente (sorte que o presenteado adorou). Alpha 584-8205 Big Diver



Claro, isso é muito subjetivo, mas seria interessante ver a percepção dos amigos, não só de relógios que possuem/possuiram, mas que já tiveram em mãos e se SURPREENDERAM ou DECEPCIONARAM.

Abraços
Renato155

9
hahahahah
fuçando na net encontrei este louco, ARCHIELUXURY, estou rindo vendo suas opiniões estereotipadas.

[youtube=425,350]zq2a1kx1j_M[/youtube]

They are fucking nothing brands.... kkkkkkkk

Tem toda uma serie chamada tipo "O que seu relogio diz sobre voce" tambem:

[youtube=425,350]IcnRCq1AwW0[/youtube]

abs
renato155

10
Fórum principal / Verão escaldante - Como voce usa os relogios?
« Online: 13 Fevereiro 2014 às 23:47:08 »
Notei que estava usando apenas alguns relógios neste verão insuportavel. Estava fugindo das pulseiras de borracha por causa do suor. Couro entao nem pensar. Nem as NATO andava a fim de usar.

Resultado: peguei a caixinha e coloquei pulseira de aço em todos que pude, agora sim poderei usar quase todos os relogios sem desconforto.

E voces? tem alguma preferencia, evitam algum relogio ou pulseira no verão?


11
Fórum principal / Como tirar brilho de pulseira de couro ou "couro"
« Online: 05 Novembro 2013 às 14:26:52 »
Caros amigos,

A pulseira do meu orient Bambino eu ainda nao usei porque achei ela muito brilhosa o que dá um aspecto de falso couro. Se comparar com uma hirsh, por exemplo, ela chega a ser bling demais.

Existe alguma tecnica, dica para que eu possa diminuir com segurança esse brilho bagaceiro???



12
Nao amigos, nao estou pensando em um mergulho profundo ou uma caverna submersa....

Criei este topico porque me superei na sem-nocao. Estou de ferias em Buenos Aires, e so trouxe meu sub no date e varias pulseiras nato.

https://lh6.googleusercontent.com/-8KUVaMHR1m4/Ub5Ro0JGbgI/AAAAAAAAF5o/dBne2I0aoBA/w658-h437-no/DSC00897.JPG

Hoje fui no show do Aerosmith, e nao consegui sair sem nada no pulso e la foi o sub com nato preta...

Resultado: pulando 2horas no meio de uma massa enlouquecida, conferindo se o bichinho estava no pulso a cada 20 segundos....

Pior!!!! Depois do show, andar 2km pelo acostamento de uma auto-pista com 4 amigos ate achar civilizacao, taxi e me borrando..... Pra mim relogio foi feito para ser usado mas acho que exagerei.....

E voce qual a experiencia ou o lugar mais bizzaro que voce ja foi usando seu sumariner?

13
Fórum principal / Black or white? Orient Bambino
« Online: 14 Agosto 2013 às 00:33:18 »
Inspirado pela recente compra do amigo Robson Xavier, resolvi suspender meu recesso que durou um pouco mais de um mes, pra comprar um orient que gosto desde que foi lançado, o malfadadamente apelidado "bambino'

Agora pergunto aos amigos, qual voce prefere? com dial preto ou branco? ó duvida cruel....







14
Botequim / Acesso à moderação
« Online: 23 Julho 2013 às 13:30:05 »
Amigos, nao consigo encontrar informação de como acessar os moderadores. Meu anuncio foi excluido sem que eu possa entender porque. att renato

15
Fórum principal / Pulseira de couro para Omega Speedmaster Professional.
« Online: 05 Julho 2013 às 13:20:06 »
Boa tarde amigos,

Chimeri já me seduziu com a mesh pro speedy, agora preciso de uma pulseira de couro preta para completar o guarda-roupas do bichinho.

Gostaria de pedir sugestoes aos amigos, e se possivel fotos, de pulseiras de couro legais. Pode ser parecida com o original, mas nao pretendo nada muito pesportivo tipo racing, algo que valorize o mesmo para uso com terno.

Antecipadamente, obrigado.
renato155

16


Isto não pretende ser um review, mesmo porque o Omega Speedmaster Professional permanece praticamente o mesmo a 50 anos, sua história e suas características, seus prós e contras (?) já estão exaltados e detalhadamente explorados em muitos lugares.

O amigo TiagoDF pediu pra contar a história da compra do meu Speed Pro, e achei legal contar, nao só a compra em si, mas a minha preparação, a pesquisa e a motivação, que pode ser interessante para outros foristas. A compra e preparação da compra de um relogio também é parte divertida do processo.

Todas as opiniões são pessoais, e cada um deve buscar, é claro, o modelo que mais lhe agrada.


A escolha do modelo.

Eu queria um Speedmaster Professional, mas existem vários modelos. Queria que fosse o mais próximo possível do modelo usado pela NASA. Com alguma pesquisa, descobri o “meu numero”, o modelo 3570.50, que tem o cristal de hesalite  e o case back de metal. 
O modelo 3572.50 mantém o cristal de hesalite e tem case back de cristal, mas esta fora de linha, é mais caro, mais dificil de conseguir, e perde um tanto da originalidade do modelo. E o 3592.50, com cristal e case back de safira... bom, além de mais caro também... bem... não é visualmente, modelo que foi ao espaço. 

Resultado: eu buscaria um 3570.50, era o relógio original (dentro das minhas perspectivas) e com o melhor custo/beneficio.




Novo x Usado x Vintage

Essa é uma questão bastante interessante de se analisar. Vai de encontro ao seu gosto, seu bolso e também sua paciência.
Em questão de valores do 3570.50, defini médias de mercado depois de muita pesquisa (valores aproximados, em junho de 2013):

  • Novo no Brasil: R$12.000 em AD (com possibilidade de parcelamento ou desconto)
  • Novo no Exterior:  USD 4.500 é o valor de tabela (AD)
  • Novo no Exterior:  USD 3.500 é o menor valor no grey market americano.
  • Usado no Exterior: USD 2300 a USD2700 em vendedores reconhecidos no Ebay
  • Usado no Brasil: entre R$ 5.500 a R$ 7.500, em vários estados de conservação e idades.

Resultado: Optei por buscar um usado, no Brasil ou exterior. Depois de analisar varios vintages, decidi que queria um usado o mais novo posivel, porque: [1]  o relogio nao perde valor, voce vai pagar praticamente a mesma coisa por um relogio com 5, 10, 20, 30 ou 40 anos.  [2] a pulseira dos mais modernos é bem mais robusta e eu nao pagaria mais por isso, [3] o mais importante, o apelo dos velhinhos da era espacial nao me seduziu, alem do que [4] os calibres do Speedy Pro (321, 861 ou 1861) para meu atual estagio de colecionador, nao faz real diferença.
Os modelos mais novos tambem me dariam três outras chances adicionais [1] o relogio tem um lumen ainda funcional e [2] nao ter sido revisado/polido e [3] pegaria um modelos com 50m de estanqueidade (os mais antigos sao 30m).




Disponibildiade:

  • Novo no Brasil: a Omega abriu 02 AD recentemente, um em São Paulo e um no Rio de Janeiro, basta ir e comprar
  • Usados no exterior: o mais interessante em termos de preço e confiabilidade são dois vendedores japoneses especializados em Omega, que vendem apenas modelos praticamente novos e com documentacao. Um vendedor do mesmo padrao, de Los Angeles tambem foi monitorado durante todo o processo, mas seus leilões acabavam sempre levemente mais caros. Para comprar um usado no exterior, o mais seguro é você ter um endereço nos USA e buscar em uma viagem, pois a alfândega brasileira pode taxar sua compra e você pagará então o preço de um novo em AD no Brasil (a alfândega considera para aplicação do imposto, o valor do modelo NOVO!)
  • Usados no Brasil: Durante a minha procura (menos de um ano) encontrei muitos relógios vintage (mercado livre e amigos vendendo), principalmente fim da decada de 60 e inicio de 70, mas praticamente nenhum dos modelos mais novos (alguns que apareceram tinham o quase o mesmo preço dos novos, quase sempre sem garantia e documentação).

Resultado: acionei os amigos, coloquei engines de monitoramento em sites de leilão, e como plano B, acertei  com primo que mora nos USA para mandar pra casa dele (mas compraria só quando tivesse uma viagem marcada e não tivesse comprado no Brasil)




Aparece uma pequena chance

Email de site de leilão, anúncio da minha cidade (primeira vez em 01 ano). Um vendedor novo no site, vendendo por um preço muito interessante, mas com apenas estas duas fotos:





Dizia o vendedor apenas isso: “Cronógrafo comprado em 22.03.2006 na Italia. Funciona perfeitamente, original em cada parte, único dono. Diâmetro da caixa: 42 mm. pulseira de Aco mod 849 (prod. depois do 2002). MOVIMENTO Calibre:Omega 1861 Famoso movimento de corda manual cronógrafo que foi usado na Lua. Acabamento a ródio. Reserva de marcha: 48 horas”

Era o relogio que eu queria! Era ele, mas as condições (vendedor novo, fotos ruins, sem caixa ou documentação e aparentemente bastante usado) me fizeram ter pouca esperanca.
Fui pesquisar mais, analisar as fotos, ler reviews. Descobri que, ao contrario dos Rolex por exemplo, os Omega não perdem muito valor por não possuírem documentos (que é são bastante simples) nem caixa (que deteriora bastante com o tempo). Aprendi: nao pague mais que 10% do valor do relógio por estes itens.

Pesquisei e o Tiu Google me falou que o vendedor era um artista plastico de origem italiana que morava em Porto Alegre, entrei em contato dizendo que tinha interesse mas que precisava ver o relógio.

Marcamos de agendar um dia para eu ver o relógio num shopping center da cidade. E eu continuava bastante desanimado. No minimo teria que ver quanto custaria para mandar revisar e fazer um polimento geral. Duas semanas se passaram.
Então nesta sexta-feira, horário do almoço, num shopping perto de você, lá estava eu, sem relógio, no shopping. Aparece um loiro de boné, na faixa do quarenta, carregando uma mala, usando um crono quartz marca alguma coisa, olhando desconfiado para todos os lados. Cadê o senhor artista plástico elegante e idoso que eu esperava?? Ferrou.....

Pra comprar um relógio usado, você primeiro precisa comprar o vendedor. Enquanto eu almoçava, comecei o interrogatório. Um artista italiano, que conheceu uma gaúcha veio à 4 anos morar no Brasil. Precisava de dinheiro para construir, vendendo seu relógio que pouco tinha coragem de usar nesta selva. Mas apaixonado, que disse um dia iria comprar outro. Tirou do bolso com cuidado um saquinho de veludo e revela seu interior.

Lindo! Lindo! Deixa eu pegar!! Cristal com o logo Omega, fui buscar sinais de violação, nada. Conferir número de série, batia com o ano. Analisei o estado geral, estava perfeito, tirando uma certa sujidade, e pequenos arranhões normais do uso, mas que nao iriam exigir um polimento imediato. Pulseira com todos os elos, uau!
Pedi 10% de desconto, ganhei e fomos ao banco. Trato feito!


Limpeza

Pesquisei em vários lugares como limpar um relógio que não foi feito para mergulho, apesar dos 50m de resistência à água. Receita normal e simples:

Retirei a pulseira (estava imunda) e coloquei  de molho em água quente e detergente de cozinha. 

O relógio, lavei também com detergente, água quente e uma escovinha suave. Uma pasta de dente no hesalite tirou as marquinhas imperceptíveis e voilá, um Speedy praticamente novo.








Aproveitando que estava sem a pulseira, levei-o para passear pela primeira vez com uma nato bege.
Abraços
Renato155










17
Fórum principal / Alguém sabe me dizer que Omega é esse?
« Online: 01 Março 2013 às 18:34:21 »
Encontrei no watchuseek e gamei, que relogio lindo (e imaculado), e pelo tamanho ao lado do Orientstar, parece nao ser muito pequento, o que é importante para quem tem 1,94m


18
Botequim / Quantos somos em Porto Alegre e região?
« Online: 29 Janeiro 2013 às 11:08:15 »
Conversando com WhiteRabbit, surgiu a idéia de um encontro do FRM em Porto Alegre.

Temos mais participantes daqui da cidade ou região pra gente começar a pensar bobagem?

abraços
renato cunha

19
Fórum principal / Lista de leitura obrigatória sobre Omega Moon
« Online: 25 Janeiro 2013 às 11:38:18 »
Amigos,

O google tem uma tempestade de informações sobre o Omega Speedmaster Professional, mas muitas vezes o que é realmente bom e relevante some no meio desse exagero.

Os mais entendidos possuem uma lista de sites para indicar, alguns links realmente legais a fim de que possa iniciar um treinamento intensivo sobre essa lenda?

Aquilo que seria a lista de leitura obrigatória para quem realmente deseja conhecer o Speed?

Obrigadão.
Renato

20
Fórum principal / Procuro mentor para entrar no mundo do luxo :-)
« Online: 24 Janeiro 2013 às 17:45:54 »
Caros amigos,

cada dia que passa, o fantasma do Omega speed pro me atormenta mais e mais

Acordo à noite, sufocado pela falta de ar, sonhando estar na lua, olhando para o dial de um pro para saber quanto tempo me resta antes que os olhos saltem da orbita e meu corpo congelado seja varrido por uma tempestade para o dark side of the moon.....

Então, seguindo o caminho natural do desenvolvimento dessa doença relojista mecanicista, estou iniciando trabalhos para realizar este sonho. Como não tenho viagem realmente programada para os USA ou paraiso fiscal qualquer, e não disponho de capital para a compra de um novo no Brasil, penso em rastrear o mercado de usados até encontrar o MEU moon  ;D

Para isso, gostaria de abrir processo seletivo para aquisição de um mentor voluntário, que seria aquele maluco igualmente contaminado por esse hobby de poder de destruição de capital, que conheça o mundo high end (ou não tão high), mas especificamente que tenha conhecimento sobre este modelo, para ser meu mentor, meu apoio, minha referencia na busca do pote de ouro. Uma pessoa para eu mandar um link do mercado livre e o cara responder, esquece isso animal, o relogio está ruim  :o

Claro, não é uma coisa de uma hora para outra, não estou desesperado, imagino trabalhar esse sonho durante o ano de 2013 sem pressa e com tanquilidade, em determinados momentos o projeto pode ficar em stand by, mas sei que sem alguém com conhecimento de causa (originalidade, base de preços, etc) eu não posso tentar fazer isso pois o risco é muito grande.

Remunera-se com altas doses de amizade e camaradagem e aquisição de um eterno amigo em Porto Alegre



Abraços
Renato

Páginas: [1] 2