Por amor vocês usariam um relógio que não funciona mais?

  • 7 Respostas
  • 394 Visualizações
Por amor vocês usariam um relógio que não funciona mais?
« Online: 23 Outubro 2021 às 11:11:34 »
Sei que o tópico é estranho, mas vejam: Tudo começou com um pequeno Bulova Marine Star fabricado nos anos 90. Ele possui um mecanismo quartz com cronógrafo e alarme, é pequeno (aproximadamente 37mm) e possui a caixa e o bracelete bem datado. E o real é que gosto muito dele por tudo isso, mas faz alguns anos que ele morreu (um amigo relojoeiro disse que foi o circuito). Penso que o caminho natural seria discutir como consertar o bichano, mas eis que outro dia perguntei as horas para um amigo e ele disse: "não sei, uso esse relógio pois gosto dele, mas ele está sem pilha faz mais de ano" e isso ficou na cabeça, senti um pouco de ciúme pois lembrei do meu antigo Bulova, e me dei conta que gostaria de usá-lo por me sentir conectado ao relógio muito mais que por sua função instrumental. Sejamos francos, quem hoje em dia utiliza um relógio por "precisar" ver as horas. Até o momento ainda não o usei, pois me pego pensando que se alguém pedir a hora e eu tiver de dizer a mesma coisa que meu amigo eu ficaria um pouco corado de vergonha. Então deixo essa pequena história em aberto, quem sabe pra pensar um pouco no que nos faz realmente usar um relógio.

*

Online fbmj

  • *****
  • 1.653
    • Ver perfil
Re:Por amor vocês usariam um relógio que não funciona mais?
« Resposta #1 Online: 23 Outubro 2021 às 12:56:35 »
O Andy Warhol usava o Cartier Tank dele sem dar corda, apenas como um acessório de vestuário.

Re:Por amor vocês usariam um relógio que não funciona mais?
« Resposta #2 Online: 24 Outubro 2021 às 08:59:23 »
Usar relógio parado é deveras estranho.

Só o faria se fosse um quartz que ficasse sem bateria no meio do dia, para não colocar no bolso.

No caso do seu Bulova, se a paixão compensa, troque o circuito.

Enviado de meu SM-G780G usando o Tapatalk


*

Offline igorschutz

  • *****
  • 7.875
  • Santo Anjo do Senhor de piroquinha
    • Ver perfil
    • http://igorschutz.blogspot.com/
Re:Por amor vocês usariam um relógio que não funciona mais?
« Resposta #3 Online: 24 Outubro 2021 às 11:59:50 »
Eu só uso relógio que está funcionando, mas se pra você isso for irrelevante, manda ver, ninguém tem nada com isso. O que importa é você estar feliz.
Opinião é como bunda: todos têm a sua. Você dá se quiser.
Opinião é como bunda: você dá a sua e eu meto o pau.

NÃO ACREDITE NO QUE 'FALAM' AQUI, ESTUDE BEM E TIRE SUAS PRÓPRIAS CONCLUSÕES

*

Offline flávio

  • *****
  • 9.620
    • Ver perfil
Re:Por amor vocês usariam um relógio que não funciona mais?
« Resposta #4 Online: 25 Outubro 2021 às 10:48:46 »
Tenho um amigo que comprou, há alguns anos, um Rolex Sub, e só o usa com o horário completamente errado, do modo que tira da gaveta. Eu acho isso muito bizarro e sempre o questiono... Diz ele que relógio é uma joia, é que você hoje tem o celular. Minha opinião... Ter o celular até tem, mas ficar usando "relógio de bolso" é horrível! Daniels tem uma frase (não vou procurar nos alfarrábios, mas é mais ou menos isso...) na qual ele resume o que é impressionante num relógio: é um produto prático, útil e belo ao mesmo tempo. Eu sinceramente não encaro relógios como joias. Os meus pelo menos passam longe de serem joias... Mas mesmo que assim fossem encarados, o que é melhor: uma joia per se ou algo útil? Para mim saber as horas é algo útil, e o celular não substitui a rápida visada de horas. Sim, um Iwatch substituiria, mas o celular, o relógio de bolso que precisa ser retirado, não.

Portanto, eu NUNCA usaria um relógio parado e acho isso muito estranho, para dizer o mínimo.

No entanto... Pode ser que a pessoa não ligue para as horas, e a aí o objeto não tenha utilidade alguma. Neste caso, paciência...

Ps. Eu particularmente não ligo muito para DATA e invariavelmente meus relógios que possuem a função estão errados. E nas horas, eu não sou tão paranoico ao ponto de ajustar o horário "no segundo"... Para mim qualquer coisa cinco minutos atrasado ou adiantado me satisfaz.

*

Offline helio

  • *****
  • 803
    • Ver perfil
Re:Por amor vocês usariam um relógio que não funciona mais?
« Resposta #5 Online: 25 Outubro 2021 às 11:21:12 »
Guardar sim, usar não, ainda acho que relógio é ferramenta e que deve ter utilidade se for portado. Alias já cheguei a esperar anos pra achar uma solução pra algum relógio quebrado pelo qual tenha algum "afeto".  Quanto a data, eu ainda tenho o costume de acertar, mesmo naqueles calibres que dão um certo trabalho para isso, e me incomoda um relógio dejajustado, principalmente atrasado.
Mas é opnião (e temos um colega de afirma que opnião é como bund@....) e já vi pessoas que utilizam apenas como acessório pra compor a imagem ::).
[]s

Re:Por amor vocês usariam um relógio que não funciona mais?
« Resposta #6 Online: 25 Outubro 2021 às 12:15:57 »
Gostaria de agradecer as postagem que li até o momento. Realmente acho que esse tópico têm mais a função de provocar mais que encontrar qualquer resposta conclusiva. Faz um tempo que gosto de relógios e acho que eles ocupam um lugar ambíguo na nossa vida. Alguns colegas gastam o valor de um carro (ou de um apartamento) em um relógio, então chamar esse brinquedo de ferramenta simplesmente não diz tudo. Mas concordo que chamar um relógio de joia também não da conta. Meu Bulova Marine Star não apenas morreu, ele têm aparência datada e ainda está todo machucado, logo vestir ele como joia é tão estranho quanto pensar numa ferramenta que não funciona mais. Percebo uma nostalgia gostosa ao escutar músicas que associo com boas lembranças, acho que o mesmo ocorre com meu Bulova. No momento ele está guardado, não está sendo usado, nem foi jogado fora.

*

Offline Adriano

  • *****
  • 6.362
    • Ver perfil
Re:Por amor vocês usariam um relógio que não funciona mais?
« Resposta #7 Online: 25 Outubro 2021 às 12:58:39 »
Por "amor" (coisa que eu não tenho por relógio nenhum, ou objeto nenhum) eu tentaria recuperar e colocar o relógio em mínima ordem de funcionamento. Usar sem funcionar não faz o menor sentido para mim.

Abs.,

Adriano