Quem está subindo, quem está descendo?

  • 27 Respostas
  • 6908 Visualizações
*

Offline Mario

  • ***
  • 226
  • Membro Hiperativo nem sabe o que é Viagra.
    • Ver perfil
Quem está subindo, quem está descendo?
« Online: 15 Abril 2010 às 23:11:43 »
Olá,

Em alguns tópicos recentes encontrei comentários do tipo "Tag Heuer já não é tudo isso" e "Victorinox está mostrando a que veio".

Quais marcas vocês consideram que estejam evoluindo, estagnando ou caindo, seja em termos de design ou de acabamento ou de máquina ou de inovação tecnológica?

Eu, por exemplo, tenho a percepção que a Omega, marca que aprecio muito, tem exagerado na pegada comercial com sucessivos lançamentos de edições "limitadas".

Se relógio fosse ação de bolsa, em que marca(s) vocês investiriam hoje apostando na valorização futura, não apenas em termos de valor, mas também quanto ao prestígio?

E qual, ou quais, venderiam correndo, hoje?

Abs


 
Mário

*

RÔMULO FÓZ

Re: Quem está subindo, quem está descendo?
« Resposta #1 Online: 15 Abril 2010 às 23:34:37 »
leléquinho.... ;D


Olá,

Em alguns tópicos recentes encontrei comentários do tipo "Tag Heuer já não é tudo isso" e "Victorinox está mostrando a que veio".

Quais marcas vocês consideram que estejam evoluindo, estagnando ou caindo, seja em termos de design ou de acabamento ou de máquina ou de inovação tecnológica?

Eu, por exemplo, tenho a percepção que a Omega, marca que aprecio muito, tem exagerado na pegada comercial com sucessivos lançamentos de edições "limitadas".

Se relógio fosse ação de bolsa, em que marca(s) vocês investiriam hoje apostando na valorização futura, não apenas em termos de valor, mas também quanto ao prestígio?

E qual, ou quais, venderiam correndo, hoje?

Abs


 


*

Alberto Ferreira

Re: Quem está subindo, quem está descendo?
« Resposta #2 Online: 15 Abril 2010 às 23:56:48 »
 ;D

Huuummm!
Muitos realmente dizem isso...

Mas, para que fique claro, considerando as perguntas feitas...

Pra comprar ou pra vender vender correndo?
 ;D  :-X

Abraços!
Alberto

Re: Quem está subindo, quem está descendo?
« Resposta #3 Online: 16 Abril 2010 às 02:12:05 »
A questão é pertinente!

Se considerarmos o histórico, a Omega evolui muito no decorrer dos anos tanto em acabamento como nos calibres. Eu tenho um Omega Geneve vintage que apresentou alguns defeitos na produção (segundeiro trava) embora não influencie na produção; portanto a Omega está subindo, com certeza!

Quanto a Rolex, minha opinião é que ela nem subiu nem desceu... estacionou e deve tomar cuidado, pois alguns acreditam que o semaster é superior ao submariner da rolex.

Seiko: O calibre 6119 é um dos melhores produzidos na relojoaria mundial, mas se analisarmos o conjunto, o acabamento deixa a desejar comparativamente aos relógios de bom calibre produzidos na mesma época. Durante a evolução, o acabamento foi melhorando mas o calibre piorando, não colocando aqui em nível de comparação o Seiko GS - já que é uma exceção e considerado, talvez, um dos melhor calibre existente atualmente (minha opinião, não tenho dados que comprovem). Mas é sacanagem com a Seiko comparar a evolução dos calibres atuais com os de marcas "in house", já que a relação custoXbenefício é superior aos suíços, embora estes últimos sejam, de uma meneira geral, melhores, + precisos e com certificado COSC. Apesar de ser um SEIKÓFILO APAIXONADO e assumido, a marca vem "descendo" em termos de máquina (dificilmente um admirador da TAG HEUER assuma isso :D) e "subindo" na qualidade do acabamento.

Na minha opinião, quem está descendo é a Tag Heuer... Relógios caríssimos, deixando a desejar em termos de controle de qualidade, alguns modelos ainda utilizam parte do acabamento em plástico, compram "Valjoux" que equipam muitos relógios chineses extremamente baratos - depreciando a marca. A Heuer sim, produzia relógios excelentes em todos os aspectos, mas atualmente não respeitam o custoXbenefício como a tão respeitada seiko sempre fez. Investimento em propaganda, só torna a propaganda eficaz não alterando em nada a qualidade. Foi a marca que mais investiu em propaganda, quem assiste F1 sabe bem disso!

ORIENT: está subindo muito... Produzindo calibres extremamente precisos (praticamente COSCS), o acabamento está "subindo" muito e rapidamente, mas infelizmente o leigo despreza por considerar relógio utilizado por pessoas de baixa classe social (preconceito e discriminação), mas entre os que cultivam a horologia, certamente a marca é um ícone da relojoaria mundial. Atualmente estão produzindo divers com safira, válvula de hélio e o RM1 e 2 são destas marcas; portanto inquestionável. Sem contar que peças são encontradas facilmente, revisão barata etc. Talvez o acabamento dos modelos populares não sejam tão bons, mas isto foi feito propositalmente para reduzir os custos. Existe o Orient Star que já é exceção neste item. Relógio com nível altíssimo em todos os aspectos e muitos poderiam afirmar que algumas marcas suíças nem "encostam" no Orient Star em todos os aspectos. Antes que eu me esqueça, são mais precisos que os seikos atuais (sem levar em consideração o seiko GS).

TISSOT: na minha humilde opinião, nem subiu nem desceu... Talvez "subiu" em termos de acabamento e tecnologia (veja os T-Touch). CustoXbenefício honesto e os relógios sempre foram bons em todos os aspectos.

CASIO: desceu. A empresa passou por uma série de problemas financeiros, e forçosamente teve que utilizar materiais mais baratos no acabamento, embora não tenha reduzido o nível de qualidade das máquinas. Se vc. comparar o G-shock 5600 da década de 80 com os atuais - é covardia! Eles tinham fundo rosqueado e pulseira incrivelmente resistente produzidas para durarem no mínimo 20 anos. Sem dúvida é um empresa de respeito, mas tais problemas financeiros justificam a queda na qualidade do acabamento. A crise mundial deu um "empurrão" para isso.

BULOVA: subiu. Pesquise pelo Accutron.

HAMILTON: subiu demais. Produz relógios para todos os gostos e bolso, sendo levemente superiores aos Tissot de uma maneira geral. O Designer é de extremo bom gosto e o exemplo disso é o jezzmaster.

SWATCH: na minha opinião, seria a escória da relojoaria suíça. E o resto do resto da Swatch Group. Relógios de plástico, designer questionáveis e utilizam "o que sobrou" dos ETA. Qualquer relógio Orient ou Seiko "arrebenta" de longe estes modelos atuais... DESCEUUUUUUUUUUUUU e continua descendo muito. Tenho impressão que a Swatch Group utiliza material reciclável (eufemismo para o que sobrou no lixo da empresa) para produzi-los. Não estou desprezando, pois sei que eles são incrivelmente baratos nos países desenvolvidos e este é o propósito da empresa - oferecer um relógio suíço com qualidade razoável por um bom preço. Eu utilizei a palavra "escória" no sentido de ser o relógio mais barato comparativamente com os outros suíços (ROLEX, OMEGA ETC). Eu já tive um Swatch há uns 15 anos atrás e de acordo com minha experiência - DESCEU SIM!!!

SUBINDO: chineses (Goer, J. K Colouring)... O suíços e japoneses que tomem cuidado... Vejo um grande futuro para a relojoaria chinesa, pois o país está crescendo muito, investindo em profissionais de outros países e influenciando fortemente na economia mundial. Daqui a pouco os chineses vão produzir um calibre tão aprimorado que COSC seria fraco auahuahauahuahauhauahuah. O problema são as questão sociais em relação a exploração do trabalho para conseguir competitividade - algo que não acontece com trabalhadores suíços.

CITIZEN: parece que está estacionada! empresa forte, tradicional e de qualidade mas eu não observei declíniios ou grandes evoluções... Parece que se preocupam em manter o padrão, ressuscitar mitos (relançamento aqualand), investir em edições limitadas (modelo Santos Dumont)... Dançam conforme a música. Observei uma pequena mudança na precisão dos automáticos, embora não seja significativa.

RELÓGIOS RUSSOS: sempre foram um mistério para mim. Eu tenho 2 a corda e posso afirmar que são extremamente precisos. Não faço a mínima idéia se "desceram" ou "subiram".

Bom, o restante das marcas eu não tenho o mínimo de conhecimento e peço para os colegas terminarem pois este tópico é importante sim... Ele é histórico pois acompanha a evolução da horologia mundial.

Gostaria muito que os colegas me corrigissem em meus equívocos... Escrevi mais pelo método intuitivo do que científico, apesar de preferir este último. Um cara bom para nos ensinar é o ADRIANO, já que além de ter profundo conhecimento, utiliza métodos científicos para testar qualidade. O Mestre Gravina possui um forte conhecimento histórico da evolução de marcas tanto japonesas, suíças, russas etc. O Gravina decorou todos os números de série de todos os relógios da OMEGA auahuahauauahauahauhauahuaa
« Última modificação: 16 Abril 2010 às 02:48:19 por bfskinner »

Re: Quem está subindo, quem está descendo?
« Resposta #4 Online: 16 Abril 2010 às 02:18:29 »
Rômulo, estas edições limitadas não possuem nada de tão especial em termos de qualidade. Claro que possuem um diferencial que colecionadores apreciam, mas pode ver que tais edições as vezes usam calibres idênticos das versões tradicionais... São edições dirigidas a colecionadores. Eu não vi diferenças significativas entre o Seamaster versão James Bond (aquele com fundo diferente) do Seamaster também bond só que sem esta diferença no designer do mostrador. A orient faz isso, citizen tbm etc. E nós fizemos isso com a orient, produzindo RM1 e 2 edição limitada, mudando apenas a personalização (mesmo calibre e qualidade dos  modelos "originais")

Como já disse, com certeza a Omega está SUBINDO!!!

*

Offline Adriano

  • *****
  • 6.434
    • Ver perfil
Re: Quem está subindo, quem está descendo?
« Resposta #5 Online: 16 Abril 2010 às 08:24:02 »
A Omega está subindo com certeza. É mudança de política mesmo. O escapamento co-axial, gostem ou não, foi um grande passo. O segundo enorme passo foi o calibre de manufatura 8500. Os planos é que todos os relógios Omega utilizem escapamento co-axial, e para os próximos anos, todos utilizem calibres de manufatura, EXCETO o Speedmaster Professional, que continuará o mesmo até o fim da humanidade. Ao mesmo passo que não existirá mais Omega com mecanismo a quartzo.

Por outro lado, do ponto de vista de marketing, está na hora da Omega parar de abusar das edições "limitadas", pois isso já virou motivo de piada no meio horologístico.

Abraços!

Adriano

*

RÔMULO FÓZ

Re: Quem está subindo, quem está descendo?
« Resposta #6 Online: 16 Abril 2010 às 08:30:24 »
Salve Beéfeskiner,
Sim, vc tem razão, eu somente me apeguei ao que o nosso amigo Mário disse:

" Se relógio fosse ação de bolsa, em que marca(s) vocês investiriam hoje apostando na valorização futura, não apenas em termos de valor, mas também quanto ao prestígio?

E qual, ou quais, venderiam correndo, hoje?"


Abs
Romulo Foz


Rômulo, estas edições limitadas não possuem nada de tão especial em termos de qualidade. Claro que possuem um diferencial que colecionadores apreciam, mas pode ver que tais edições as vezes usam calibres idênticos das versões tradicionais... São edições dirigidas a colecionadores. Eu não vi diferenças significativas entre o Seamaster versão James Bond (aquele com fundo diferente) do Seamaster também bond só que sem esta diferença no designer do mostrador. A orient faz isso, citizen tbm etc. E nós fizemos isso com a orient, produzindo RM1 e 2 edição limitada, mudando apenas a personalização (mesmo calibre e qualidade dos  modelos "originais")

Como já disse, com certeza a Omega está SUBINDO!!!

*

Offline Gravina

  • *****
  • 3.022
    • Ver perfil
Re: Quem está subindo, quem está descendo?
« Resposta #7 Online: 16 Abril 2010 às 10:17:48 »
O meu avô, o Modesto, tem uma teoria para as tais.....subidas, e descidas, mas o local apropriado para colocá-las seria no botequim ;)

Abs

Gravina

*

Offline automatic

  • *****
  • 1.627
    • Ver perfil
Re: Quem está subindo, quem está descendo?
« Resposta #8 Online: 16 Abril 2010 às 10:36:25 »
........ Ao mesmo passo que não existirá mais Omega com mecanismo a quartzo.

.....
Abraços!

Adriano

Adriano,

Com esta notícia já ganhei o dia !!!!  Excelente   !!!!

*

nilomis

Re: Quem está subindo, quem está descendo?
« Resposta #9 Online: 16 Abril 2010 às 10:49:02 »
Meus magros centavos:

Umas marcas sobem outras descem mas ...

Rolex - É difícil prever para onde eles estão indo com os novos produtos com caixas "super case". A imagem da Rolex também não está essas coisas nos dias atuais.

Omega - Sobe mesmo. Um problema da Omega é o "valor". Compra-se um relógio por X em uma autorizada e este mesmo relógio é encontrado por 40% menos no mercado paralelo.

IWC - É impressão minha ou a IWC está subindo? Ou seria o "efeito Lessa"?

Marcas para ficar atento:

Longines - Olharam dentro do baú e fizeram uma série de reedições excelentes. O "baú" da Longines ainda tem muita coisa admirável.

Zenith - Se a fusão com a Tag não atrapalhar, a Zenith tem coisa maravilhosas no "baú" que começou a ser aberto em Basel este ano.

Abs,

Nilo

*

Offline automatic

  • *****
  • 1.627
    • Ver perfil
Re: Quem está subindo, quem está descendo?
« Resposta #10 Online: 16 Abril 2010 às 10:51:23 »
SUBINDO: chineses (Goer, J. K Colouring)... O suíços e japoneses que tomem cuidado... Vejo um grande futuro para a relojoaria chinesa, pois o país está crescendo muito, investindo em profissionais de outros países e influenciando fortemente na economia mundial. Daqui a pouco os chineses vão produzir um calibre tão aprimorado que COSC seria fraco auahuahauahuahauhauahuah. O problema são as questão sociais em relação a exploração do trabalho para conseguir competitividade - algo que não acontece com trabalhadores suíços.

RELÓGIOS RUSSOS: sempre foram um mistério para mim. Eu tenho 2 a corda e posso afirmar que são extremamente precisos. Não faço a mínima idéia se "desceram" ou "subiram".


Caro BFSKINNER,
Ótimo texto ! Concordo com você em todos aspectos.
Só alguns comentários:

- A Swatch já foi uma grande febre e moda, Não vejo muito futuro. No mesmo nicho a Fossil, Diesel, Nautica, Festina... dão um banho em design atualmente. Sem falar nos preços que por aqui são absurdos por relógios de plástico. Já fui fã da marca há alguns anos...

- CHINESES: Ainda falta muito para estas marcas nanicas como Goer, IK...  Algumas melhores como a Alpha, Parnis estão já conquistando espaço, o problema é que elas precisam ser autenticas para sair do limbo.

- RUSSOS: Estão a mesma coisa. A linha de exportação Vostok Europe não mudou quase nada. Calibres de qualidade mediana com excelente acabamento na caixa, pulseira,etc.. Não combinam. Preços ainda exorbitantes e péssima distribuiçao no mundo barram sua evolução.


*

Offline shun

  • *****
  • 2.409
    • Ver perfil
Re: Quem está subindo, quem está descendo?
« Resposta #11 Online: 16 Abril 2010 às 12:55:52 »
Porque no setor de chineses, citam GOER como marca subindo e nem mencionam a Sea-Gull? a GOER/Winner/Ik Couloring são a 'escória' como alguém disse acima, comparado aos Sea-Gull's.

Poxa, dê uma pesquisada melhor, você vai ver que relógio chinês não são só os que encontramos no eBay por 5 dolares e 'free shipping'...

http://en.bjwaf.com/newEbiz1/EbizPortalFG/portal/html/about.html?GeneralContentShow_DocID=c373e90f38b80b3a8ffb4458c761e06c


Esse é um exemplo disso, vai procurar isso no eBay.... quero ver achar! Não é um exemplo de BELEZA ( na minha opinião ), mas tem que se reconhecer que há sim um trabalho especializado envolvido.

Não entenda essa minha resposta como ofensa nem nada, mas acredito que é melhor ficar apenas observando e aprendendo quando estamos pisando em território que não conhecemos direito.

Sem contar que as marcas chinesas citadas somente podem ser encontradas no eBay, excetuando-se a Alpha, e provavelmente, nunca vão sair daquele nicho. Assistência técnica? Pfft.

Eu por exemplo, estou acompanhando apenas, não opinarei sobre marcas ( a partir de agora ), até porque sou completamente alienado nesse assunto de 'que marca sobe, e qual desce'.
 
Um abraço!

« Última modificação: 16 Abril 2010 às 13:02:35 por shun »

*

Offline Mario

  • ***
  • 226
  • Membro Hiperativo nem sabe o que é Viagra.
    • Ver perfil
Re: Quem está subindo, quem está descendo?
« Resposta #12 Online: 16 Abril 2010 às 15:21:22 »
;D

Huuummm!
Muitos realmente dizem isso...

Mas, para que fique claro, considerando as perguntas feitas...

Pra comprar ou pra vender vender correndo?
 ;D  :-X

Abraços!
Alberto

Oi Alberto,

Para comprar e vender também - ou simplesmente para comprar e ter a satisfação que fez um ótimo negócio, mesmo que não pretenda vendê-lo algum dia...

Abs

Mário

*

Offline Mario

  • ***
  • 226
  • Membro Hiperativo nem sabe o que é Viagra.
    • Ver perfil
Re: Quem está subindo, quem está descendo?
« Resposta #13 Online: 16 Abril 2010 às 18:01:21 »

Nas informações interessantíssimas que o bfskinner passou, meu Citizen Santos Dumont dançou... aliás, a pulseira desse modelo deve ser feita de couro de dinossauro, precisei usá-lo durante alguns meses até que ela se moldasse confortavelmente ao meu pulso... é de um tipo de couro muito rígido, no início eu pensei que meu pulso fosse cair.

Eu colocaria os swatch na categoria "fashion watches", para usuários que não estão nem aí para mecanismo ou tradição, privilegiam apenas o "visual" engraçadinho - e com isto não estou fazendo juízo de valor sobre quem os aprecia.

A sigla HB do "Speedmaster HB-SIA Co-Axial GMT Chronograph" indica alguma inovação...?

O link abaixo traz mais informações sobre esse relógio:
http://www.omegawatches.com/gents/speedmaster/hb-sia-co-axial-gmt-chronograph/32190445201001?type=501

Abraços!

Mário

*

Alberto Ferreira

Re: Quem está subindo, quem está descendo?
« Resposta #14 Online: 16 Abril 2010 às 18:32:17 »
Salve!

Na minha opinião, e eu respeito as dos que pensam de forma diferente, relógios não são ativos, e eu não os consideraria como investimento, salvo as raras exceções de praxe.

Avaliar e opinar com relação à "gangorra" na qual as marcas (e fabricantes) estão sempre sentadas (na outra ponta está o público) já é uma outra coisa...

Mas, ainda na minha opinião, fica a pergunta, quem é o tal público?

Quem gosta (ou acha estaile) um Swatch, e são milhões os que os compram todos os dias, pode nunca ter ouvido falar de Patek.
Ou se ouviu pode não estar nem aí para eles... Estão em universos paralelos...

Por isso, meus amigos, eu não sou contra a emissão de opiniões e sentimentos, nessa linha.

Mas, são opiniões.
Bem-vindas e interessantes, por sinal.

Abraços,
Alberto

*

betampex

Re: Quem está subindo, quem está descendo?
« Resposta #15 Online: 16 Abril 2010 às 22:39:56 »
A meu ver a unica marca que sempre subiu e nunca caiu o conceito e esta sempre subindo, subindo..........

e a IWC on the summit  ;D ;D ;D  e a minha marca preferida de coracao e nao tem outra 

IWC
IWC
IWC
IWC

segunda marca que esta subindo no meu conceito e a Zenith com os novos El Primero

a Tag Heuer..... arrgh so os Heuer vintages que sao na minha opiniao todos lindissimos (Autavia, Monaco, etc) o Gravina tem uns que sao demais e a TAG perdeu o rumo da prosa kkkkkkkkkkkkkkkkkkk


Paulo

*

Offline Miguel

  • *****
  • 1.872
    • Ver perfil
Re: Quem está subindo, quem está descendo?
« Resposta #16 Online: 18 Abril 2010 às 10:08:53 »


Adriano, por que gostem ou não, há quem não goste?



O escapamento co-axial, gostem ou não, foi um grande passo.
Abraços!

Adriano

Abraços,
Miguel
"...all that we need is wine and good company!®"



*

Offline sat

  • *****
  • 1.030
    • Ver perfil
Re: Quem está subindo, quem está descendo?
« Resposta #17 Online: 18 Abril 2010 às 21:09:33 »
Miguel, não sou o Adriano, mas, vou começar a responder, para ele concluir. Há sim, quem não goste. Já ouvi gente baixar o pau nesse escapamento. Mas, como não tenho grana para comprar um, não fixei na memória a razão dessa raiva.
Abraços,

SANDRO

*

Offline Adriano

  • *****
  • 6.434
    • Ver perfil
Re: Quem está subindo, quem está descendo?
« Resposta #18 Online: 19 Abril 2010 às 00:01:20 »
O eu quis dizer é no sentido "marqueteiro" o co-axial já foi bem criticado. Isso é papo de bastidores. Uma boa parte critica porque dói o cotovelo naturalmente, de ver a Omega colocar no mercado uma das maiores novidades técnica dos últimos tempos, quanto mais em volumes industriais. Tem marca por aí que recusou a proposta do Daniels no princípio, e hoje deve estar arrependida. Outra parte critica pelo excesso de propaganda em cima disso para pouca diferença prática para o consumidor final.

Do ponto de vista técnico, no entanto, ninguém pode dar um piu, porque o negócio é foda mesmo.

Abraços!

Adriano

Re: Quem está subindo, quem está descendo?
« Resposta #19 Online: 19 Abril 2010 às 11:21:07 »
Pessoal:

Concordo em parte com tudo que foi escrito até aqui, pois creio que muitas opinões são apenas baseadas em sensações de cada um, e até compartilho com algumas delas, porém vamos tentar ser objetivos: coincidência ou não, nas citadas marcas que estão "subindo", algumas delas, ATUALMENTE tem muita exposição de mídia/mechandising, só pra citar 2: IWC, com uma ação de merchandising "poderosa" no blockbuster "2012", e a Omega, com o eterno 007. A própria Zenith, agora alinhada com a Tag, tende a demonsntrar "crescimento", pois sua exposição será enorme. Assim como distribuição: percebi na viagem que fiz a Florida recentemente, em todas as autorizadas Tag Heuer, a marca Zenith já tinha espaço destacado. Somo a isso, uma estratégia de preços, surpreendente, principalmente da IWC: meu primo comprou um IWC Ingenieur Chronograph, por U$ 3.900,00 nos Estados Unidos, marca que sempre teve políticas de preços rigídas, inclusive no GM.

Acabamento: ouso dizer, que todos os produtos de "entrada" destas marcas citadas, tem um acabamento similar, pois são manufaturados industrialmente, o resto é imagem residual que cada um tem de cada marca, e a gente tem uma tendência de generalizar marca e/ou produto baseados em fatos pontuais e que acontecem perto da gente: o "acabamento ruim" da hora é o da Tag Heuer, pelo que aconteceu com o colega aqui do forum com o modelo Link...Mas cá entre nós, poderíamos ouvir esse relato de outras marcas tb, eu mesmo tenho um Omega, que o Bezel trancava, foi levado a autorizada inúmeras vezes, fiquei P...e pensava: "paguei uma grana por essa M...e tenho relógio de U$ 100,00 que funciona melhor", mas paciência, isso acontece...

Preços: temos que analisar os preços praticados nos mercados europeus e americano. Aqui no Brasil,um Tag Heuer é sim, proporcionalmente MUITO mais caro, em comparação com concorrentes : uns 10 anos atrás tava em dúvida entre um Aquaracer e um Seamaster, cotei os dois, o Tag era uns 20% mais caro que o Omega! Ou seja,  uma inversão completa de valores, porém temos que , neste caso, analisar muito quem vende/distribui a marca aqui no Brasil...

Portanto, acho que não tem muito dessa marca ou outra estarem "subindo ou descendo", e sim o nível de exposição em mídia/marketing das mesmas, seja na Internet, patrocinando grandes eventos, etc

Grande abraço a todos