Autor Tópico: Como saber se o preço do relógio que é pedido é realmente o preço que ele vale?  (Lida 1015 vezes)

Offline materius123

  • Iniciante
  • *
  • Mensagens: 7
    • Ver perfil
Olá senhores e senhoras.

Então, ando na dúvida em comprar alguns relógios, principalmente no Brasil, em que, o preço parece está muito subvalorizado. Fico assustado com os preços em peças que parecem não valer. Ae quando eu jogo o nome do relógio no google ele tá sendo vendido pela metade do preço no exterior  :o
E isto em um relógio usado e que ainda é fabricado! ( exemplo: Seiko Skx 007 que lá fora é comercializado por 620 reais e aqui no Brasil, no mercado de usados chegando a 890  - 1500 reais)
Ok, cada um vende pelo preço que acha que merece. O problema é quando o relógio não é mais fabricado ou faliu a fábrica como na caso da Zodiac. Porque tem relógio que é vendido por um valor e quando você olha de outro vendedor é vendido por outro valor e ainda mais caro e os modelos nem são tão diferentes assim.   ???
Encontrei diversos Windsurfs sendo comercializados, porém, os preços flutuam mais que prancha de surf no mar  :(
Li em tópicos anteriores que primeiro nós compramos o vendedor para depois comprar a peça. Só que como saber se o vendedor não está querendo pagar de espertinho e comercializando um produto que não vale aquilo?

Agradeço desde já.

Offline Budega

  • Membro ativo
  • **
  • Mensagens: 51
    • Ver perfil
Basicamente você vai ter q pesquisar a média de preços e avaliar o estado da peça,levar em consideração impostos .
E sim vendedores confiáveis provavelmente não vão ter os melhores preços do mundo mas pelo menos você sabe que se rolar algum problema vocês podem tentar resolver.
Provavelmente alguém mais experiente vai ter mais a acrescentar, talvez falar o modelo q vc tem em mente facilite.

Offline materius123

  • Iniciante
  • *
  • Mensagens: 7
    • Ver perfil
Basicamente você vai ter q pesquisar a média de preços e avaliar o estado da peça,levar em consideração impostos .
E sim vendedores confiáveis provavelmente não vão ter os melhores preços do mundo mas pelo menos você sabe que se rolar algum problema vocês podem tentar resolver.
Provavelmente alguém mais experiente vai ter mais a acrescentar, talvez falar o modelo q vc tem em mente facilite.

Estou procurando um Eterna matic de preferência um 1000 ou Kontiki.
Ae o preço varia de uma maneira absurda. Por exemplo, encontrei alguns por 100, encontrei outros por 250, outros por 1000 e o mesmo modelo por 500 e quase sem diferença. Eu particularmente achei um modelo que pelo que é ofertado é um achado. Só que o receio de investir, muito pelo fato de ser inexperiente ainda me deixa encabulado.  ???
Ae fico pensando se vale a pena investir em uma peça que de fato está com um preço menor e mando revisar e troco algumas peças como o vidro e o bracelete.
O interessante é que no exterior algumas peças são mais caras que aqui no Brasil. Alguém sabe explicar o motivo?

Offline fbmj

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 926
    • Ver perfil
Estou procurando um Eterna matic de preferência um 1000 ou Kontiki.
Ae o preço varia de uma maneira absurda. Por exemplo, encontrei alguns por 100, encontrei outros por 250, outros por 1000 e o mesmo modelo por 500 e quase sem diferença. Eu particularmente achei um modelo que pelo que é ofertado é um achado. Só que o receio de investir, muito pelo fato de ser inexperiente ainda me deixa encabulado.  ???
Ae fico pensando se vale a pena investir em uma peça que de fato está com um preço menor e mando revisar e troco algumas peças como o vidro e o bracelete.
O interessante é que no exterior algumas peças são mais caras que aqui no Brasil. Alguém sabe explicar o motivo?

Compre um relógio com o conjunto mostrador, ponteiros e cristal bom. A caixa dá pra fazer um polimento. Ah e só compre se o vendedor diz que está funcionando, não caia na besteira de pagar barato e achar que vai arrumar depois. Sobre preços vale a lei da oferta e da procura.
« Última modificação: 18 Março 2018 às 21:38:35 por fbmj »

Offline Enéias

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 3.628
  • "O tempo vence a vida." (etb)
    • Ver perfil
Acredito que no seu caso o melhor é investir num produto novo, sem uso. Preço de produto usado vai variar de vendedor para vendedor, do estado de conservação e originalidade. Para quem tem pouca experiência, sempre vai apanhar no começo. Eu fiz bobagens no começo e também tive sorte.
"O que me preocupa não é nem o grito dos corruptos, dos violentos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética... O que me preocupa é o silêncio dos bons." (Martin Luther King)

Um forte abraço!

Offline igorschutz

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 7.213
  • Santo Anjo do Senhor de piroquinha
    • Ver perfil
    • http://igorschutz.blogspot.com/
Comprar um relógio "pra arrumar" é a maneira mais eficiente de jogar dinheiro fora.
Opinião é como bunda: todos têm a sua. Você dá se quiser.
Opinião é como bunda: você dá a sua e eu meto o pau.

NÃO ACREDITE NO QUE 'FALAM' AQUI, ESTUDE BEM E TIRE SUAS PRÓPRIAS CONCLUSÕES

Online Pádua

  • Membro hiperativo
  • ***
  • Mensagens: 211
    • Ver perfil
Deve ser o equivalente automotivo de carros de luxo bem usados. Tem até aquele ditado: não existe nada mais caro que uma  Mercedes  (ou bmw não lembro ao certo) barata

Enviado de meu SM-G930F usando Tapatalk


Offline jfestrelabr

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 5.001
    • Ver perfil
Como saber se o preço do relógio que é pedido é realmente o preço que ele vale?
« Resposta #7 Online: 19 Março 2018 às 08:58:17 »
Comprar um relógio "pra arrumar" é a maneira mais eficiente de jogar dinheiro fora.

+1
Rolex ou Rolex.

Fórum Genérico, respostas genéricas.

Offline Vinnie

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 4.316
    • Ver perfil
Como diria Mestre Falcolino: "Quanto custa ou quanto vale?".
"You can tell a lot about a person's character by how they treat people they don't have to treat well."

Offline flavio

  • Administrador
  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 9.105
    • Ver perfil
    • Relógios Mecânicos
A coisa mais difícil do mundo é precificar objetos, sobretudo de luxo. Mas... Se você tem escalas, dá para arriscar. A Rolex, por exemplo, é parâmetro na indústria e, portanto, tendo muito a colocá-la como fiel da balança ao comparar laranjas e maças.


Flávio

Offline materius123

  • Iniciante
  • *
  • Mensagens: 7
    • Ver perfil
Compre um relógio com o conjunto mostrador, ponteiros e cristal bom. A caixa dá pra fazer um polimento. Ah e só compre se o vendedor diz que está funcionando, não caia na besteira de pagar barato e achar que vai arrumar depois. Sobre preços vale a lei da oferta e da procura.

Aqui no Brasil, a palavra de algumas pessoas não valem nem o movimento da boca.
É complicado, mas anotado cara, tbm pensei nisto de que o barato sai caro. Então sobre a ultima frase é isto mesmo, o que fica difícil é a variação de preço bem inconsistente. Mas espero logo logo encontrar o relógio. Estes dias tinha um sendo ofertado, mas pelas condições que ele apresentava não valia a pena.
Acho que terei mais noção com mais experiência mesmo. Enquanto isto irei aguardar, como algumas pessoas dizem, o bom é você ficar de sentinela esperando ele aparecer e não perder a oportunidade quando estiver bem na sua frente.
E muito obrigado pelas dicas, estarei de olho em algum que corresponda com estas características.


Acredito que no seu caso o melhor é investir num produto novo, sem uso. Preço de produto usado vai variar de vendedor para vendedor, do estado de conservação e originalidade. Para quem tem pouca experiência, sempre vai apanhar no começo. Eu fiz bobagens no começo e também tive sorte.

Anotado Enéias. Obrigado pela dica.

Comprar um relógio "pra arrumar" é a maneira mais eficiente de jogar dinheiro fora.
Anotado, obrigado pelo conselho Igor e Estrela


Como diria Mestre Falcolino: "Quanto custa ou quanto vale?".
É isto que me questiono as vezes. hahaha
Mas espero fazer um negócio que vala a pena.

A coisa mais difícil do mundo é precificar objetos, sobretudo de luxo. Mas... Se você tem escalas, dá para arriscar. A Rolex, por exemplo, é parâmetro na indústria e, portanto, tendo muito a colocá-la como fiel da balança ao comparar laranjas e maças.


Flávio


Eu acho Flávio, que a dificuldade principalmente para mim é ter uma plena noção e condição de olhar a peça e dizer- opa esta aqui vale a pena pelo preço ofertado ou este aqui o cara quer dar uma sugadinha- sabe, aquela velha máxima de achar que porque é fabricado em um período eu posso cobrar quanto eu achar necessário? Bem comum com outros produtos como discos de vinis, móveis, objetos, entre outros. Posso até está falando besteira pela inexperiência, mas tem coisa que é ultra incoerente neste mercado. Mas é assim mesmo.

Agradeço aos comentários.