Autor Tópico: Fantástico vídeo mostrando um defeito em Rolex atual  (Lida 1196 vezes)

Offline flávio

  • Administrador
  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 8.391
    • Ver perfil
Fantástico vídeo mostrando um defeito em Rolex atual
« Online: 12 Abril 2019 às 14:39:42 »
Como já ressaltei aqui, a Rolex tem que levar os parabéns por fabricar, ano após ano, 800 mil relógios, com um padrão de qualidade altíssimo. A maioria dos Rolexes, assim como Omegas, é produzida em uma linha semi automatizada, na qual os trabalhos mais repetitivos são feitos por robôs. Antigamente, e digo até os anos 80, a maioria das fábricas ainda não tinha uma produção totalmente integrada, muito embora se ressalte, hoje, o conceito de manufatura como algo intrínseco às fábricas. Normalmente, mesmo as fábricas super integradas como Rolex e Omega, até pouco tempo atrás "só" produziam seus movimentos em casa. Caixas, mostradores, ponteiros, etc, eram feitos por terceiros. E daí a inconsistência, no passado, entre mostradores, alguns durando mais tempo do que os outros, resistindo ao sol, etc.

Mas o que dizer de uma fábrica como a Rolex atual, onde tudo é integrado e cada passo, sim, cada passo do processo, sofre um controle de qualidade ultra, mega, super rigoroso? Para um erro acontecer hoje, é necessário que DEZENAS de pessoas papem mosca na cadeia de produção.

Portanto, assistam a esse vídeo e descubram o erro, que só é informado lá pela metade do vídeo... Eu, sinceramente, só o vi depois que o cara apontou e simplesmente não acreditei! Talvez tenha sido isso que ocorreu na linha: o erro é tão bizarro, tão grotesco, tão impressionante, que seu cérebro te prega uma peça e você simplesmente não quer vê-lo. Muito louco. Imagino a grana que esse Rolex já está valendo hoje...


https://www.youtube.com/watch?v=mDyFyynEe4U
« Última modificação: 13 Abril 2019 às 08:42:52 por mestreaudi »

Offline nlss33

  • Membro Sênior
  • ****
  • Mensagens: 485
  • Twas ever thus
    • Ver perfil
Re:Fantástico vídeo mostrando um defeito em Rolex atual
« Resposta #1 Online: 12 Abril 2019 às 16:24:12 »
Mas no início do vídeo eles focam o tempo todo em um relógio sem o defeito.
Só na hora de mostrar o defeito é que expõem o defeituoso.

Enviado de meu XT1635-02 usando o Tapatalk


Offline fbmj

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 1.164
    • Ver perfil
Re:Fantástico vídeo mostrando um defeito em Rolex atual
« Resposta #2 Online: 12 Abril 2019 às 16:44:01 »
Já tinha postado no outro tópico de vídeos.

Offline flávio

  • Administrador
  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 8.391
    • Ver perfil
Re:Fantástico vídeo mostrando um defeito em Rolex atual
« Resposta #3 Online: 12 Abril 2019 às 16:56:15 »
Já tinha postado no outro tópico de vídeos.


 :-\

Offline Adriano

  • Moderador Global
  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 6.239
    • Ver perfil
Re:Fantástico vídeo mostrando um defeito em Rolex atual
« Resposta #4 Online: 12 Abril 2019 às 17:00:56 »
Já vi isso. Já vi alguns desses erros, na verdade.

Os que me lembro claramente: Victorinox crono automático com números trocados no acumulador de minutos (estava 30-20-10), e era erro de impressão. Vi apenas um.

Vi um Mido, um crono quartz, com indexes colados, que tinham um número de minutos impresso, e vários sairam com dois indexes de 20 minutos ou de 25 minutos, era algo assim.

E, bem, tem o classico Speedmaster "220 bezel".

Abs.,

Adriano

Offline Paulo Sergio

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 3.718
    • Ver perfil
Re:Fantástico vídeo mostrando um defeito em Rolex atual
« Resposta #5 Online: 12 Abril 2019 às 19:41:50 »
"...o que dizer de uma fábrica como a Rolex atual, onde tudo é integrado e cada passo, sim, cada passo do processo, sofre um controle de qualidade ultra, mega, super..."

Amigos...
Desculpem a pergunta, mas, baseado na observação acima, essa "integração" se aplica, no caso da Rolex, à Tudor também?
A Omega está, hoje, nesse nível de "integração"? E quanto ao grupo à qual pertence (Swatch Group)?
Obrigado!!!
Abraço
Paulo Sergio

Offline TUZ40

  • Administrador
  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 5.152
  • FDP Audacioso
    • Ver perfil
    • NÃO CLIQUE!
Re:Fantástico vídeo mostrando um defeito em Rolex atual
« Resposta #6 Online: 13 Abril 2019 às 09:31:05 »
Mas no início do vídeo eles focam o tempo todo em um relógio sem o defeito.
Só na hora de mostrar o defeito é que expõem o defeituoso.

Enviado de meu XT1635-02 usando o Tapatalk

Exato! Achei bem idiota.
"All your base are belong to us"

Offline jfestrelabr

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 5.127
    • Ver perfil
Re:Fantástico vídeo mostrando um defeito em Rolex atual
« Resposta #7 Online: 13 Abril 2019 às 09:40:04 »
Old


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
Rolex ou Rolex.

Fórum Genérico, respostas genéricas.

Offline tudodigitalizado

  • Membro hiperativo
  • ***
  • Mensagens: 135
  • Pink Floyd
    • Ver perfil
Re:Fantástico vídeo mostrando um defeito em Rolex atual
« Resposta #8 Online: 13 Abril 2019 às 09:46:19 »
"...o que dizer de uma fábrica como a Rolex atual, onde tudo é integrado e cada passo, sim, cada passo do processo, sofre um controle de qualidade ultra, mega, super..."

Amigos...
Desculpem a pergunta, mas, baseado na observação acima, essa "integração" se aplica, no caso da Rolex, à Tudor também?
A Omega está, hoje, nesse nível de "integração"? E quanto ao grupo à qual pertence (Swatch Group)?
Obrigado!!!

Aproveitando sua pergunta, gostaria de saber se todos os que pertence ao Swatch Group tem que o mesmo nível de "qualidade", tecnologia, atendimento, isto é, qual o critério básico para pertencer ao grupo?? Um exemplo: porque a Victorinox não pertence ao grupo? Entendo que a qualidade de seus relógios são bem semelhantes a empresa que pertence ao grupo (como exemplo a Mido)...

Offline fbmj

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 1.164
    • Ver perfil
Re:Fantástico vídeo mostrando um defeito em Rolex atual
« Resposta #9 Online: 13 Abril 2019 às 10:53:33 »
Aproveitando sua pergunta, gostaria de saber se todos os que pertence ao Swatch Group tem que o mesmo nível de "qualidade", tecnologia, atendimento, isto é, qual o critério básico para pertencer ao grupo?? Um exemplo: porque a Victorinox não pertence ao grupo? Entendo que a qualidade de seus relógios são bem semelhantes a empresa que pertence ao grupo (como exemplo a Mido)...

O Swatch group é uma empresa que é dona das referidas marcas, a Victorinox é outra empresa.

Offline Dicbetts

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 2.018
    • Ver perfil
Re:Fantástico vídeo mostrando um defeito em Rolex atual
« Resposta #10 Online: 13 Abril 2019 às 14:19:37 »

porque a Victorinox não pertence ao grupo? Entendo que a qualidade de seus relógios são bem semelhantes a empresa que pertence ao grupo (como exemplo a Mido)...


Resposta acaciana: não pertence ao grupo porque o Swatch não comprou a Victorinox.

E se semelhança (na aparência, não na qualidade) fosse critério, a Steinhart seria da Fundação Rolex.

Dic


Offline Paulo Sergio

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 3.718
    • Ver perfil
Re:Fantástico vídeo mostrando um defeito em Rolex atual
« Resposta #11 Online: 15 Abril 2019 às 19:03:31 »
"...o que dizer de uma fábrica como a Rolex atual, onde tudo é integrado e cada passo, sim, cada passo do processo, sofre um controle de qualidade ultra, mega, super..."

Amigos...
Desculpem a pergunta, mas, baseado na observação acima, essa "integração" se aplica, no caso da Rolex, à Tudor também?
A Omega está, hoje, nesse nível de "integração"? E quanto ao grupo à qual pertence (Swatch Group)?
Obrigado!!!
« Última modificação: 16 Abril 2019 às 12:42:50 por FALCO »
Abraço
Paulo Sergio

Offline Adriano

  • Moderador Global
  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 6.239
    • Ver perfil
Re:Fantástico vídeo mostrando um defeito em Rolex atual
« Resposta #12 Online: 16 Abril 2019 às 13:16:56 »
O Swatch Group em si é "verticalizado". Tudo é feito dentro do grupo. Preciso me esforçar para lembrar de algum componente usado por alguma marca do grupo que seja fornecido por alguém de fora (exceto pulseiras de pele). E como o grupo é muito poderoso (leia-se, muito rico), se eles precisarem de algum componente que eles já não fabricam, eles simplesmente compram a empresa inteira do cara e englobam no grupo.

Contudo, as marcas em si não são verticalizadas. Nem um pouco. Existem fabricantes de coroas que fornecem para o grupo todo (Meco), alguns fabricantes de juntas, fabricantes de safiras e rubis (Comadur, por exemplo), fabricante de ponteiros (Universo), fabricante de mostradores (Rubattel et Weyermann, MOM Le Prélet SA) uns fabricantes de caixas e bracelets (Georges Ruedin, Simon et Membrez, Lascor, na Itália), fabricantes de espirais, reguladores e outros microcomponentes especializados (Nivarox, CHH), lubrificantes (Moebius), baterias (Renata), componentes eletrônicos (EM Microelectronic, Swiss Timing, Micro Crystal), além, é claro, de suas fabricantes de mecanismos, como a ETA, Frederique Piguet (hoje renomeada de Manufacture Blancpain), Lemania (hoje renomeada de Manufacture Breguet), além de vários assemblages.

Então todo relógio do Swatch Group, do Swatch ao Blancpain, usa componentes desse fornecedores aí, que são todos do grupo. Os próprios mecanismos in-house da Omega são produzidos pela ETA, em uma planta da ETA. E isto não é segredo industrial nenhum. Basta você pegar um trem entre Bienne e La Chaux-de-Fonds que você vai ver à beira da ferrovia a fabrica (um caixote preto) com ambos os emblemas, da ETA e da Omega.

Abs.,

Adriano

Offline flávio

  • Administrador
  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 8.391
    • Ver perfil
Re:Fantástico vídeo mostrando um defeito em Rolex atual
« Resposta #13 Online: 16 Abril 2019 às 13:59:04 »
Nem sabia que a Mobius era do Swatch Group

Offline igorschutz

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 7.623
  • Santo Anjo do Senhor de piroquinha
    • Ver perfil
    • http://igorschutz.blogspot.com/
Re:Fantástico vídeo mostrando um defeito em Rolex atual
« Resposta #14 Online: 16 Abril 2019 às 14:19:27 »
Muuuuuuito resumidamente: a tradição suíça mandava com que cada "especialidade" dentro da indústria relojoeira (p.ex.: o cara que faz pinhões, o cara que faz rodas, o cara que faz ponteiros, o cara que faz mostradores, o cara que faz vidro, o cara que faz rubis, o cara que faz molas, o cara que faz caixas, o cara que faz polimento, entre muitas outras) tivesse seus próprios especialistas, isto é, uma empresa ou indivíduo que só fazia aquilo. E quem fabricava relógios naquela época, à grosso modo, fazia era comprar partes (customizadas ou não) aqui e acolá e montando seus modelos. É por isso que vemos tantos relógios antigos de marca quase que insignificantes.

Com a quebradeira da indústria, nos anos 70/80, os suíços tiveram de se reorganizar e, entre outras medidas tomadas, adotaram a seu modo uma das vantagens competitivas dos seus rivais asiáticos, qual seja, verticalizar sua produção, isto é, uma empresa só fazendo de tudo, ou quase de tudo.
A primeira iniciativa neste sentido partiu -- falando de modo simplificado -- do Nicholas Hayek, que reuniu sob um só teto algumas das marcas mais tradicionais e fortes da relojoaria suíça e também os mais tradicionais 'especialistas' da indústria. Foi assim que, o que conhecemos hoje como Swatch Group, acabou reunindo tantas empresas que fazem de tudo sob seu conglomerado.

O que nós observamos nos dias atuais, isto é, grupos gigantes como Swatch Group, LVMH, Richemont, Rolex, cada um reunindo sob si diversas marcas e diversos especialistas e produzindo relógios totalmente dentro de si ("in house" como gostam de falar), é uma coisa bastante moderna (pós-anos 2000) e inédita na indústria relojoeira suíça. Tudo isso decorreu -- também falando de modo simplificado -- porque o mesmo Nicholas Hayek "determinou" que seu grupo não mais forneceria mecanismos e outros componentes para empresas de fora do Swatch Group. Inclusive, por conta desta decisão, o Swatch Group sofreu denúncias de monopólio e algumas intervenções de órgãos reguladores suíços, pois eles contavam com algumas 'especialidades' tão singulares e difíceis de reproduzir (molas de balanço, especialmente), que o Swatch Group era o único fornecedor de toda a indústria suíça. Se eles não mais fornecessem, ninguém mais teria. E é por isso que você hoje vê Rolex com Parachrom, H. Moser com suas molas, entre outros, coisa que há até bem pouco tempo você não via.
Opinião é como bunda: todos têm a sua. Você dá se quiser.
Opinião é como bunda: você dá a sua e eu meto o pau.

NÃO ACREDITE NO QUE 'FALAM' AQUI, ESTUDE BEM E TIRE SUAS PRÓPRIAS CONCLUSÕES

Offline dr.alexneuro

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 1.813
    • Ver perfil
Re:Fantástico vídeo mostrando um defeito em Rolex atual
« Resposta #15 Online: 16 Abril 2019 às 15:59:45 »
Adriano
Depois de adquiridas pq não mudar o nome? Alguma cláusula na venda?

Offline Adriano

  • Moderador Global
  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 6.239
    • Ver perfil
Re:Fantástico vídeo mostrando um defeito em Rolex atual
« Resposta #16 Online: 16 Abril 2019 às 16:02:24 »
Nem sabia que a Mobius era do Swatch Group

Não faz muito tempo não. Alguns anos apenas.

Abs.,

Adriano

Offline Adriano

  • Moderador Global
  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 6.239
    • Ver perfil
Re:Fantástico vídeo mostrando um defeito em Rolex atual
« Resposta #17 Online: 16 Abril 2019 às 16:06:09 »
Adriano
Depois de adquiridas pq não mudar o nome? Alguma cláusula na venda?

Eu não saberia dizer, mas essas empresas sempre foram muito tradicionais, e a maioria produz normalmente para qualquer cliente de fora do grupo. Por exemplo, não me parece que faria sentido pegar a Moebius, mais tradicional fabricante de lubrificantes da história, e mudar o nome dela para "Swatch Oils", por exemplo. A marca já era muito forte. Idem para as fabricantes de caixa, mostrador e ponteiros.

Abs.,

Adriano

Offline Dicbetts

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 2.018
    • Ver perfil
Re:Fantástico vídeo mostrando um defeito em Rolex atual
« Resposta #18 Online: 16 Abril 2019 às 16:34:35 »
Eu não saberia dizer, mas essas empresas sempre foram muito tradicionais, e a maioria produz normalmente para qualquer cliente de fora do grupo. Por exemplo, não me parece que faria sentido pegar a Moebius, mais tradicional fabricante de lubrificantes da história, e mudar o nome dela para "Swatch Oils", por exemplo. A marca já era muito forte. Idem para as fabricantes de caixa, mostrador e ponteiros.

Abs.,

Adriano

Exato. E isso nem é novidade. Basta ver a General Motors (só de veículos, GM, Chevrolet, Oldsmobile, Buick...)

Dic

Offline dr.alexneuro

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 1.813
    • Ver perfil
Re:Fantástico vídeo mostrando um defeito em Rolex atual
« Resposta #19 Online: 16 Abril 2019 às 18:46:29 »
Exato. E isso nem é novidade. Basta ver a General Motors (só de veículos, GM, Chevrolet, Oldsmobile, Buick...)

Dic
A diferença pra mim foi, mesmo gostando muito mais de relógios do q de carros, eu nunca tinha ouvido falar em meco, universo, Renata,.. e todas essas marcas de carro q vc citou eu já conhecia..
mas isso sou eu
Obrigado Adriano.. entendi