Derek Pratt e a Mazda

  • 2 Respostas
  • 352 Visualizações
*

Offline flávio

  • *****
  • 9.897
    • Ver perfil
Derek Pratt e a Mazda
« Online: 11 Abril 2022 às 13:21:30 »
Texto que publiquei no insta

Em 1919, com apenas 17 anos de idade, Felix Wankel contou aos seus amigos que sonhava em construir um veículo com um “novo tipo de motor, parte turbina, parte rotativo”. Apenas seis anos depois, mesmo sem qualquer edução formal em Engenharia, eis que não tivera recursos para custear uma faculdade, Wankel projetou um motor revolucionário. No seu projeto, um triângulo com as faces abauladas, chamado “Reuleaux”, girava no interior de uma carcaça oca com forma ovalada, substituindo os pistões e bielas de um modelo tradicional.
Nos anos de 1960, disposta a conquistar novos mercados, a fábrica japonesa de automóveis Mazda resolveu investir num projeto único de motores, retomando o conceito de Wankel. O primeiro automóvel da Mazda com um motor rotativo Wankel, chamado Cosmo, chegou ao mercado em 1967. Nos anos seguintes, a Mazda tentou solucionar os problemas inerentes ao sistema, como consumo alto e maiores emissões de gases: o motor não era adequado à “crise do petróleo” dos anos de 1970 e quase levou a empresa à falência.
Em 1981, o relojoeiro britânico Derek Pratt tentava solucionar um problema comum aos turbilhões: os efeitos da inércia no seu conjunto. Os fabricantes sempre tentaram minimizar isso através da fabricação de turbilhões super leves, que não fossem difíceis de acelerar e desacelerar a cada “tic” do relógio. Pratt, a exemplo do que já fizera George Daniels, imaginou a instalação de um mecanismo de força constante (remontoire) para solucionar a questão. Mas ele queria mais… E se o remontoire fosse colocado dentro do turbilhão? Para isso, o sistema deveria ser leve, sob pena de criar um problema ao invés de solucioná-lo. Pratt, um entusiasta de motores Wankel e possuidor de dois carros da Mazda, criou então um engenhoso sistema no qual um triângulo Reuleaux controlava toda a operação do mecanismo de força constante.
Em 1991 a Mazda venceu as 24 horas de Le Mans com o protótipo 787 B, equipado com um motor Wankel; Pratt, por sua vez, também subiu ao pódio em 1997, ao obter o 2º lugar na Competição Mundial de Relojeiros, ao apresentar seu turbilhão com mecanismo de força constante com triângulo reuleaux.


« Última modificação: 11 Abril 2022 às 13:27:43 por flávio »

Re:Derek Pratt e a Mazda
« Resposta #1 Online: 12 Abril 2022 às 13:24:23 »
O som do 787 é  maravilhoso, pra quem gosta de automobilismo, vale a pena uma olhdinha no YouTube

Enviado de meu SM-G998B usando o Tapatalk


*

Offline flávio

  • *****
  • 9.897
    • Ver perfil
Re:Derek Pratt e a Mazda
« Resposta #2 Online: 13 Abril 2022 às 12:00:04 »
Fato. O carro é muito bonito, como carro de corrida, até hoje.