Autor Tópico: Vamos falar sobre canetas?  (Lida 1094823 vezes)

Offline O Cara

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 2.773
  • Em fase de aprendizagem
    • Ver perfil
    • Fábio Dutra
Re: Vamos falar sobre canetas?
« Resposta #60 Online: 21 Setembro 2009 às 00:57:12 »
Papelarias e casa do ramo nas capitais;  ou no eBay;  cara, no eBay tem tudo, muito mais barato, mesmo com frete; vai lá e da uma conferida;

abraços

Então, eu tenho visto parker azul lavável ou parker preta (sem dizer nada, se é lavável ou não).
Existe preta lavável e permanente ou toda preta é permanente?

Andei fuçando meus guardados e achei umas 5 canetas que eu ia ganhando de aniversário e pouco usava, duas estão lacradas, inclusive uma é de alumínio no estilo aço escovado, muito bonita (apesar de vagabunda), tem também duas Crowns, essas usadas, mas em bom estado.

Elas usam aquelas cargas padrão Crown (aquelas de aparafusar) e vou comprar carga para elas, compro a Crown mesmo ou tem outra mais indicada?
Um abraço
Fábio
Meu Blog: www.fabiodutra.com.br

Offline Moriel

  • Membro hiperativo
  • ***
  • Mensagens: 238
  • "A sorte acompanha os audazes"
    • Ver perfil
Re: Vamos falar sobre canetas?
« Resposta #61 Online: 21 Setembro 2009 às 09:42:21 »
Quanto às cargas da crown, o ideal é levar as canetas ou cargas pra não ter erro; compra as crown mesmo, acho que devem ser as únicas que servem pra elas; quanto ao cartuchos, normalmente os pretos são permanentes e os azuis laváveis, mas devem existir azuis permanentes tb.  Uma dica:  As tintas mais seguras são as pretas, por mais que possam perder o pigmento quando molhadas, quase nunca apagam totalmente;  E as permanentes então, nem se fala;  Vc pode também comprar um conversor pra sua tinteiro (tipo uma bombinha que vai no lugar do cartucho), e usar tinta em vidro;  é bem mais economico, e tem tb a questão de carregar ela quando acaba (acho isso um prazer, é como dar corda num relógio que vc gosta de usar); 

abraços

Moriel

Offline zE_

  • Moderador Global
  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 1.931
    • Ver perfil
Re: Vamos falar sobre canetas?
« Resposta #62 Online: 21 Setembro 2009 às 11:52:22 »
Legal, achei aqui em casa duas Parker, uma 51 e outra 61.

Uma pena que foram guardadas com tinta....traquilamente por uns 40 anos  :-\

Abraços,
Jose A.
« Última modificação: 21 Setembro 2009 às 11:59:06 por zE_ »

Offline Moriel

  • Membro hiperativo
  • ***
  • Mensagens: 238
  • "A sorte acompanha os audazes"
    • Ver perfil
Re: Vamos falar sobre canetas?
« Resposta #63 Online: 21 Setembro 2009 às 12:18:35 »
Legal, achei aqui em casa duas Parker, uma 51 e outra 61.

Uma pena que foram guardadas com tinta....traquilamente por uns 40 anos  :-\

Abraços,
Jose A.

Grandes canetas, enche e esvazia elas exaustivamente até a água que sai ficar limpa, se não estiverem entupidas, e deixa elas uns dias de molho em agua pura, fria.  Se os mecanismos estiverem funcionando, terás 2 ótimas canetas....

Offline flávio

  • Administrador
  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 8.665
    • Ver perfil
Re: Vamos falar sobre canetas?
« Resposta #64 Online: 21 Setembro 2009 às 13:07:39 »
Sobre essas tintas...Eu já usei da Sheaffer, Quink e a Penman, que nem fabricam mais. Confesso que não via muita diferença ao escrever. Já usei, também, laváveis e não e aí posso dizer: outro dia reclamaram comigo, sério, que em processos antigos, já arquivados (de quando entrei no MP, em 2002), tudo escrito por mim estava apagando ou ficando verde. E nessa época eu usava a Quink não lavável, que é a que uso hoje. No fundo, acho que nenhuma dessas tintas dura para sempre no papel, se alguém me der outra opção, agradeço.


Flávio

Offline Moriel

  • Membro hiperativo
  • ***
  • Mensagens: 238
  • "A sorte acompanha os audazes"
    • Ver perfil
Re: Vamos falar sobre canetas?
« Resposta #65 Online: 21 Setembro 2009 às 13:45:22 »
Sobre essas tintas...Eu já usei da Sheaffer, Quink e a Penman, que nem fabricam mais. Confesso que não via muita diferença ao escrever. Já usei, também, laváveis e não e aí posso dizer: outro dia reclamaram comigo, sério, que em processos antigos, já arquivados (de quando entrei no MP, em 2002), tudo escrito por mim estava apagando ou ficando verde. E nessa época eu usava a Quink não lavável, que é a que uso hoje. No fundo, acho que nenhuma dessas tintas dura para sempre no papel, se alguém me der outra opção, agradeço.


Flávio

Olá Flávio, se vc faz questão de usar as tinteiros e não se importa em gastar um pouco na tinta, procure as Noodlers.....existem séries especiais que são anti água, anti rIOA UV, anti tudo.......não apaga nem desbota de jeito nenhum (SÃO AS CHAMADAS BULLETPROOF)........mas pra fins de uso geral mesmo, da pra usar as noodlers comuns (uso a eel blue), que não desbotam e ficam muito bonitas no papel.

abraços

Moriel

Offline Atalo

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 913
  • Aqui é Galo!!!
    • Ver perfil
Re: Vamos falar sobre canetas?
« Resposta #66 Online: 21 Setembro 2009 às 14:02:25 »
Então a "restrição para cheques" é tão somente o tipo de tinta? Sendo assim, então é o caso de se levar uma caneta no bolso (basiamente para cheques ou eventuais anotações) e uma outra para o "trabalho pesado", o escrever do dia a dia?

Luciano,

Outro problema com os cheques que pode ser causado pela utilização de canetas tinteiro (diga-se de passagem, gosto muito!) é a "velocidade" da escrita. isso porque a caneta tinteiro, em geral não permite uma escrita tão rápida quanto com uma esferográfica, por exemplo.

Dessa forma, sua assinatura no cheque, com caneta tinteiro pode ficar diferente daquele que está no banco (esferográfica, não?).

Acredite, eu trabalho num banco, e numa certa ocasião o caixa não reconheceu minha assinatura num cheque, porque foi com caneta tinteiro, e realmente, ficou um pouco diferente do padrão.

Grande abraço,

Átalo

Offline mestreaudi

  • Moderador Global
  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 3.038
    • Ver perfil
Re: Vamos falar sobre canetas?
« Resposta #67 Online: 21 Setembro 2009 às 14:03:56 »
É bem por aí Átalo!  :)

Além disso, vários cheques q eu passo escritos com caneta tinteira borram às vezes.... um mero descuido da pressa q é inimiga da perfeição...
Rafael.

Offline flávio

  • Administrador
  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 8.665
    • Ver perfil
Re: Vamos falar sobre canetas?
« Resposta #68 Online: 21 Setembro 2009 às 14:55:35 »
Sobre essas tintas...Eu já usei da Sheaffer, Quink e a Penman, que nem fabricam mais. Confesso que não via muita diferença ao escrever. Já usei, também, laváveis e não e aí posso dizer: outro dia reclamaram comigo, sério, que em processos antigos, já arquivados (de quando entrei no MP, em 2002), tudo escrito por mim estava apagando ou ficando verde. E nessa época eu usava a Quink não lavável, que é a que uso hoje. No fundo, acho que nenhuma dessas tintas dura para sempre no papel, se alguém me der outra opção, agradeço.


Flávio

Olá Flávio, se vc faz questão de usar as tinteiros e não se importa em gastar um pouco na tinta, procure as Noodlers.....existem séries especiais que são anti água, anti rIOA UV, anti tudo.......não apaga nem desbota de jeito nenhum (SÃO AS CHAMADAS BULLETPROOF)........mas pra fins de uso geral mesmo, da pra usar as noodlers comuns (uso a eel blue), que não desbotam e ficam muito bonitas no papel.

abraços

Moriel




Acha em qualquer lugar? Quanto custa um vidro similar ao quink, que é de 60 ml?


Flávio

Offline Moriel

  • Membro hiperativo
  • ***
  • Mensagens: 238
  • "A sorte acompanha os audazes"
    • Ver perfil
Re: Vamos falar sobre canetas?
« Resposta #69 Online: 21 Setembro 2009 às 15:05:27 »
Sobre essas tintas...Eu já usei da Sheaffer, Quink e a Penman, que nem fabricam mais. Confesso que não via muita diferença ao escrever. Já usei, também, laváveis e não e aí posso dizer: outro dia reclamaram comigo, sério, que em processos antigos, já arquivados (de quando entrei no MP, em 2002), tudo escrito por mim estava apagando ou ficando verde. E nessa época eu usava a Quink não lavável, que é a que uso hoje. No fundo, acho que nenhuma dessas tintas dura para sempre no papel, se alguém me der outra opção, agradeço.


Flávio

Aqui no Brasil não sei se encontra, mas no ebay ta lotado, pois a tinta é americana....não estou fazendo propaganda, possuo mais de 20 tipos de tinta diferentes em casa, e realmente, as melhores são essas Noodlers americanas.....no site da marca da pra ter uma idéia, inclusive nesse link http://www.noodlersink.com/benefits.html eles falam das propriedaes dos diversos tipos de tintas deles.....um vidro de 60 mL, com frete, fica em torno de 35 reais, um pouco mais caro que as Quink ou Sheaffers, porém muito superior, e dependendo o quanto se escreve, dura muito tempo....outra marca boa é a Private Reserve, porém suas tintas são laváveis, mas não desbotam.......na minha opinião, o principal problema é o desbotamento com o tempo, pq acho que ninguem vai usar tinteiro em cheques mesmo.....

Olá Flávio, se vc faz questão de usar as tinteiros e não se importa em gastar um pouco na tinta, procure as Noodlers.....existem séries especiais que são anti água, anti rIOA UV, anti tudo.......não apaga nem desbota de jeito nenhum (SÃO AS CHAMADAS BULLETPROOF)........mas pra fins de uso geral mesmo, da pra usar as noodlers comuns (uso a eel blue), que não desbotam e ficam muito bonitas no papel.

abraços

Moriel




Acha em qualquer lugar? Quanto custa um vidro similar ao quink, que é de 60 ml?


Flávio

Offline LUW

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 1.650
    • Ver perfil
Re: Vamos falar sobre canetas?
« Resposta #70 Online: 21 Setembro 2009 às 15:35:36 »
Outro problema com os cheques que pode ser causado pela utilização de canetas tinteiro (diga-se de passagem, gosto muito!) é a "velocidade" da escrita. isso porque a caneta tinteiro, em geral não permite uma escrita tão rápida quanto com uma esferográfica, por exemplo.

Átalo, essa conversa toda me deu vontade de tentar usar uma tinteiro. Já experimentei antes, mas basicamente no balcão da loja, não um "test drive" próprio. Lembro que na época isso que vc falou me dasanimou: por causa da velocidade da escrita, minha letra mudou ::). Não sei se é apenas uma questão de se acostumar, mas como escrevo bastante (e muitas vezes tem de ser rápido) talvez uma tinteiro não seja para mim.

Eu gosto bastante da fluidez de uma roller. Minha esposa tem uma da Waterman, que lhe dei de presente de formatura, que é uma beleza de macia. No bolso eu sempre carreguei esferográfica, mas há uns meses atrás comprei uma roller da Schaeffer (bem básica, nada de especial) que me decepcionou - " arranha" para escrever. Se bem que só uso no bolso, ou seja, para (raros) cheques e eventuais anotações.

Por isso tudo estou em cima do muro se vale a pena investir uma tinteiro decente ::).
[ ]s
Luciano

Offline Moriel

  • Membro hiperativo
  • ***
  • Mensagens: 238
  • "A sorte acompanha os audazes"
    • Ver perfil
Re: Vamos falar sobre canetas?
« Resposta #71 Online: 21 Setembro 2009 às 15:56:31 »
Outro problema com os cheques que pode ser causado pela utilização de canetas tinteiro (diga-se de passagem, gosto muito!) é a "velocidade" da escrita. isso porque a caneta tinteiro, em geral não permite uma escrita tão rápida quanto com uma esferográfica, por exemplo.

Átalo, essa conversa toda me deu vontade de tentar usar uma tinteiro. Já experimentei antes, mas basicamente no balcão da loja, não um "test drive" próprio. Lembro que na época isso que vc falou me dasanimou: por causa da velocidade da escrita, minha letra mudou ::). Não sei se é apenas uma questão de se acostumar, mas como escrevo bastante (e muitas vezes tem de ser rápido) talvez uma tinteiro não seja para mim.

Eu gosto bastante da fluidez de uma roller. Minha esposa tem uma da Waterman, que lhe dei de presente de formatura, que é uma beleza de macia. No bolso eu sempre carreguei esferográfica, mas há uns meses atrás comprei uma roller da Schaeffer (bem básica, nada de especial) que me decepcionou - " arranha" para escrever. Se bem que só uso no bolso, ou seja, para (raros) cheques e eventuais anotações.

Por isso tudo estou em cima do muro se vale a pena investir uma tinteiro decente ::).


Pessoal, tem algo errado aí.  A fluidez da tinta das tinteiros é muito maior que a das esfero, que têm uma tinta mais viscosa;  dependendo do tipo da pena, se for uma média com bom fluxo, por exemplo, escreve-se muito mais rápido que as rollers, com a vantagem de não falharem ( se vc fizer um risco com mais de 15 cm rápido com uma roller, provavelmente ela falhará ou diminuirá o fluxo da tinta);  portanto, acho que a grande diferença em relação á esfero é a uniformidade do traço da esfero, mas em relação á velocidade, as tinteiro são melhores, além tb do fato de não ter que fazer força como se faz na esfero.....mas tb tudo vai da mão de quem escreve........se eu escrever muito rápido, não consigo ler depois......se quiser experimentar, começa por uma Parker básica, comprada no ebay não sai por mais de 40 reais com frete....

abraços

Moriel

Moriel

Offline HumbertoReis

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 2.479
    • Ver perfil
    • Página Pessoal
Re: Vamos falar sobre canetas?
« Resposta #72 Online: 21 Setembro 2009 às 16:13:59 »
Estou com o Moriel, pois escrevo MUITO rápido com a minha Waterman Perspective, sem engasgos. Minha pena é L. uso cartuchos da própria Waterman, comprados a R$13,00 a caixinha com 8 cartuchos (comprei violeta e azul negro, gostei mais da violeta), na www.ecanetas.com.br. Escrevo o dia inteiro e um cartucho dura no mínimo 4 turnos de atendimento.

Pra ser franco, me apaixonei com as tinteiro, só não sabia do detalhe do sumiço da tinta na água e do consequente problema com documentos e cheques. Pensava que fosse o contrário: que a tinta usada pela tinteiro durasse eternamente... Que 'bestage' a minha...

Depois dessas aulas sobre tintas e canetas, penso em comprar uma esfero pra 'apoio técnico'.

Offline LUW

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 1.650
    • Ver perfil
Re: Vamos falar sobre canetas?
« Resposta #73 Online: 21 Setembro 2009 às 16:22:06 »
Moriel, mas imagino que a diferença entre uma tinteiro mais forreca e uma power deva ser considerável, não? O meu dilema é comprar algo barato e não gostar, não do princípio mas sim porque a caneta era ruim, ou então comprar algo caro mas não gostar do princípio (a caneta é boa, mas não me adaptei ao princípio da tinteiro).
[ ]s
Luciano

Offline O Cara

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 2.773
  • Em fase de aprendizagem
    • Ver perfil
    • Fábio Dutra
Re: Vamos falar sobre canetas?
« Resposta #74 Online: 21 Setembro 2009 às 16:32:42 »
Moriel dando aula hein.

Usando o conversor não fica muita sujeira não?
Imaginei que as cargas fossem mais "limpas" para faze a troca, eu recarrego minha impressora em casa e é uma sujeirada danada cada vez que vou recarregar meus cartuchos, espero todos ficarem vazios para fazer sujeira uma vez só.

Qualquer conversor Parker serve para qualquer caneta Parker ou tem alguma especificação em especial?

Agora uma pergunta de leigo, como se usa um conversor?
Lembro nos desenhos do Pica-pau que ele colocava a ponta da caneta no vidro de tinta e puxava a tinta com uma alavanca, na vida real também é assim?
(desculpe a pergunta idiota, mas realmente não sei como funciona o conversor  :P :P  :P :P)

Bom, estou escrevendo direto com essa tinta aqui para ela acabar logo e quero logo adquirir a preta (seja cartucho ou seja vidrinho + conversor) para quando essa lavável acabar eu já estar preparado.

Quanto às outras canetas que falei que achei, as cargas são as Crown mesmo, eu já testei, a minha dúvida era se deveria comprar as cargas da marca Crown mesmo ou se você indicava outra marca melhor, de repente Parker (caso tenha o mesmo modelo) ou outra qualquer.

Obrigado pela ajuda camarada.

Um abraço
Fábio
Meu Blog: www.fabiodutra.com.br

Offline O Cara

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 2.773
  • Em fase de aprendizagem
    • Ver perfil
    • Fábio Dutra
Re: Vamos falar sobre canetas?
« Resposta #75 Online: 21 Setembro 2009 às 16:42:57 »
Moriel, mas imagino que a diferença entre uma tinteiro mais forreca e uma power deva ser considerável, não? O meu dilema é comprar algo barato e não gostar, não do princípio mas sim porque a caneta era ruim, ou então comprar algo caro mas não gostar do princípio (a caneta é boa, mas não me adaptei ao princípio da tinteiro).

Sei bem como é esse dilema, já passei por ele algumas vezes (não para canetas).

Minha dica é, não compre nem a mais barata, nem a mais cara.
Compre uma linha intermediária, barata o suficiente para o caso de não gostar, não gerar arrependimento na compra e cara o suficiente para ter uma qualidade aceitável.

Eu ganhei uma de brinde, Parker Vector, é uma das linhas mais baratas da Parker (se não a mais barata), vi no ML por R$45,00 (que inclusive eu compraria caso não tivesse ganho essa) e estou gostando muito dela, escreve muito macia, muito mais macia que roller e esfero (meu padrão são as roller e esfero populares também, talvês uma esfero ou roller mais requinada me faça mudar de opinião).
Imagino que uma "Parker" mais cara, mais requintada será muito mais macia de escrever do que essa minha.
Um abraço
Fábio
Meu Blog: www.fabiodutra.com.br

Offline Moriel

  • Membro hiperativo
  • ***
  • Mensagens: 238
  • "A sorte acompanha os audazes"
    • Ver perfil
Re: Vamos falar sobre canetas?
« Resposta #76 Online: 21 Setembro 2009 às 16:43:42 »
Moriel dando aula hein.

Usando o conversor não fica muita sujeira não?
Imaginei que as cargas fossem mais "limpas" para faze a troca, eu recarrego minha impressora em casa e é uma sujeirada danada cada vez que vou recarregar meus cartuchos, espero todos ficarem vazios para fazer sujeira uma vez só.

Qualquer conversor Parker serve para qualquer caneta Parker ou tem alguma especificação em especial?

Agora uma pergunta de leigo, como se usa um conversor?
Lembro nos desenhos do Pica-pau que ele colocava a ponta da caneta no vidro de tinta e puxava a tinta com uma alavanca, na vida real também é assim?
(desculpe a pergunta idiota, mas realmente não sei como funciona o conversor  :P :P  :P :P)

Bom, estou escrevendo direto com essa tinta aqui para ela acabar logo e quero logo adquirir a preta (seja cartucho ou seja vidrinho + conversor) para quando essa lavável acabar eu já estar preparado.

Quanto às outras canetas que falei que achei, as cargas são as Crown mesmo, eu já testei, a minha dúvida era se deveria comprar as cargas da marca Crown mesmo ou se você indicava outra marca melhor, de repente Parker (caso tenha o mesmo modelo) ou outra qualquer.

Obrigado pela ajuda camarada.



Em relação à sujeira, da um pouco de trabalho sim, mas nada que 1 guardanapo não resolva......tem que usar um paninho ou papel absorvente, mas nada mais que isso.......e realmente, é igual ao Pica-Pau.....coloca a caneta com a pena dentro do vidro e aciona o conversor (hj não se usam mais os de alavanca).........existem hoje basicamente 2 tipos de conversor Parker, o deluxe, que é de girar em cima, e o comum, que é tipo um pistão..ambos servem em qualquer caneta moderna da Parker, tanto quanto os cartuchos..........em relação ás cargas crown, se vc achar uma carga que sirva nela pode usar....as esferos se equivalem na maioria.......mas a crown tem um certo "desprezo" entre as outras canetas, por fabricar canetaqs tinteiro de qualidade duvidosa.....mas isso é outra história, eu tive uma que era excelente....mas se quiser usar Parker e couber, faça isso, é uma tinta esfero muito boa também.....

abraços

Moriel

Offline Moriel

  • Membro hiperativo
  • ***
  • Mensagens: 238
  • "A sorte acompanha os audazes"
    • Ver perfil
Re: Vamos falar sobre canetas?
« Resposta #77 Online: 21 Setembro 2009 às 16:47:12 »
Moriel, mas imagino que a diferença entre uma tinteiro mais forreca e uma power deva ser considerável, não? O meu dilema é comprar algo barato e não gostar, não do princípio mas sim porque a caneta era ruim, ou então comprar algo caro mas não gostar do princípio (a caneta é boa, mas não me adaptei ao princípio da tinteiro).

Uma Parker Vector ou uma Sheaffer Prelude, ou uma Lamy Safari se equivalem em preço e qualidade.....compradas fora daqui, custam menos de 50 reasi com frete......e são de excelente qualidade..........claro que existem as MontBlancs, as Sailors, etc, que custam milhares de dólares, mas aí é como os relógios.tem relógio bom e barato, que nunca da problema e vc fica feliz com ele.....e tem os caros que vc não usaria nem a pau, assim como os caros que são os sonhos........mas começa por uma Parker barata ou uma Lamy Safari que não tem erro, são baratas e excelentes.....

Offline FALCO

  • Moderador Global
  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 2.455
    • Ver perfil
Re: Vamos falar sobre canetas?
« Resposta #78 Online: 21 Setembro 2009 às 17:03:44 »
Não posso ter mais certeza ao recomendar a Lamy Safari como primeira tinteiro.
Desempenho excelente, cartucho grande e limpa.
FRM: contra argumentos, não há fatos !!!

Offline Atalo

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 913
  • Aqui é Galo!!!
    • Ver perfil
Re: Vamos falar sobre canetas?
« Resposta #79 Online: 21 Setembro 2009 às 17:17:47 »
Outro problema com os cheques que pode ser causado pela utilização de canetas tinteiro (diga-se de passagem, gosto muito!) é a "velocidade" da escrita. isso porque a caneta tinteiro, em geral não permite uma escrita tão rápida quanto com uma esferográfica, por exemplo.

Átalo, essa conversa toda me deu vontade de tentar usar uma tinteiro. Já experimentei antes, mas basicamente no balcão da loja, não um "test drive" próprio. Lembro que na época isso que vc falou me dasanimou: por causa da velocidade da escrita, minha letra mudou ::). Não sei se é apenas uma questão de se acostumar, mas como escrevo bastante (e muitas vezes tem de ser rápido) talvez uma tinteiro não seja para mim.

Eu gosto bastante da fluidez de uma roller. Minha esposa tem uma da Waterman, que lhe dei de presente de formatura, que é uma beleza de macia. No bolso eu sempre carreguei esferográfica, mas há uns meses atrás comprei uma roller da Schaeffer (bem básica, nada de especial) que me decepcionou - " arranha" para escrever. Se bem que só uso no bolso, ou seja, para (raros) cheques e eventuais anotações.

Por isso tudo estou em cima do muro se vale a pena investir uma tinteiro decente ::).

Luciano,
Também gosto muito de uma roller, mas não se compara com uma tinteiro. Esta exige um certo aprendizado, e não sei se os colegas concordam, mas as tinteiro se acostumam com os donos, a pena, com o tempo, vai se desgastando de acordo com o seu ângulo de escrita.
Se você comparar, com uma lupa, a ponta das penas de diversas canetas bem usadas, verá diferenças de desgaste, o que torna essas belezinhas uns objetos bastante pessoais.
Átalo