Um rápido comentário sobre a obra "A Grand Complication"

  • 0 Respostas
  • 100 Visualizações
*

Offline flávio

  • *****
  • 9.500
    • Ver perfil
Um rápido comentário sobre a obra "A Grand Complication"
« Online: 08 Setembro 2021 às 11:31:16 »
A obra, como o título ressalta, aborda a "corrida" para construir o relógio mais complicado da história (pelo menos até o Calibre 89 ter sido lançado, em 1989), o Patek Philippe Graves Supercomplication, que foi vendido em 2014 por 22 milhões de dólares (quantia só ultrapassada algum tempo depois pelo Only Watch da Patek de 2019).

A bem da verdade, o título do livro é um "click bait", a autora que me desculpe... A tal corrida, tão propalada pelos blogs gringos, uma verdadeira disputa entre Henry Graves e James Packard, simplesmente nunca existiu. Eu curti o modo de escrita da autora, o "roteiro" criado por ela para fazermos crer que a tal corrida existiu, mas convenhamos: a corrida NUNCA existiu.

Vou além... Se alguém espera discussões técnicas ou anais da Patek dizendo como foi o desenvolvimento do projeto do relógio (e de dezenas de outros que ambos magnatas encomendaram), desista. O livro não aborda isso...

O livro, na minha ótica, pode ser dividido em 3 pontos. Uma longa introdução realiza a biografia dos dois magnatas, um deles ligado a empresas de eletricidade e automóveis (Packard) o outro um banqueiro. Nesta biografia, podemos acompanhar os hábitos e estado de espírito da sociedade rica americana na virada do século 19. Se algum de vocês assistiu a uma série bacana do The History chamada "Gigantes da Indústria", ou algo do tipo, irá achar bem interessante. Eu sinceramente curti.

Depois, é abordado o gosto de ambos os magnatas por relógios e suas ligações com, basicamente, Patek e Vacheron. Interessante também, muito embora menos interessante do que possam imaginar...

Finalmente, uma terceira parte, bem legal (muito embora eu tenha um birra nata com questões relativas ao mercado de relojoaria, e isso desde o início do meu gosto pela relojoaria), que aborda a história dos relógios em leilões.

Curti o modo como o livro foi escrito, sobretudo porque estou acostumado a ler obras de História "pura", muitas vezes "duras" em seu conteúdo: este livro segue mais uma veia romance histórico, com partes claramente construídas para preencher as lacunas faltantes.

Eu queria ter a obra em livro físico e, portanto, custou-me uns 200 reais entregue no Brasil (não foi caro em dólar, mas como nosso dinheiro não vale NADA, acabou ficando carinho). Mas há versão em Kindle baratinho... Para quem tem o domínio do inglês, recomendo.

Flávio