Autor Tópico: O estado atual da indústria de relógios  (Lida 12874 vezes)

Alberto Ferreira

  • Visitante
Re:O estado atual da indústria de relógios
« Resposta #40 Online: 19 Julho 2016 às 12:32:51 »
Sim, Flavio!
Perfeita a sua análise.

Faltam "olhos de (querer) ver"...

E a história, melhor dizendo, a História, se repete.

Abraços!
Alberto

Offline jfestrelabr

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 5.000
    • Ver perfil
Re:O estado atual da indústria de relógios
« Resposta #41 Online: 19 Julho 2016 às 13:47:55 »
Automatic, sabe o grande problema dos chefões da indústria, mesmo o sagaz biver, que diz estar olhando para frente para cultivar gerações futuras? Não olhar para trás. Eles deveriam olhar para fanáticos como eu, mas que não adquirem mais relógios, e questionar: onde foi que erramos? São incapazes de fazê lo... E vou além, todas as vezes que a indústria suíça ficou em apuros, isso ocorreu em poucos anos, não décadas. Estava tudo bem e, como um terremoto, de uma hora para a outra tudo desabou. Quem são esses metidos a entendedores da rede, diria o próprio Biver. Pois é... Eu acredito sinceramente que se a indústria continuar nessa toada ela passará por maus bocados quando nossa geração envelhecer. E isso está ali, logo ali... Flávio

Enviado de meu MotoG3 usando Tapatalk

+1
Rolex ou Rolex.

Fórum Genérico, respostas genéricas.

Offline TUZ40

  • Administrador
  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 4.976
  • FDP Audacioso
    • Ver perfil
    • NÃO CLIQUE!
Re:O estado atual da indústria de relógios
« Resposta #42 Online: 19 Julho 2016 às 17:41:47 »
Fica evidente a preocupação do Biver naqueles vídeos da Revolution. É ir atrás de mercados não consolidados e procurar cativar as novas gerações.

Mas em relação a queda atual, creio que ela se equipara em diversos setores do alto luxo, é reflexo de um momento que passamos. Imagino que, se olhar para trás, 8 anos atrás, você vai encontrar outra queda dessas.
"All your base are belong to us"

Offline Matt5

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 728
    • Ver perfil
Re:O estado atual da indústria de relógios
« Resposta #43 Online: 20 Julho 2016 às 03:08:36 »
Olhando os links num topico que ajunta links legais aqui do forum, achei interessante essa imagem logo de cara no site do Otto Frei:

Achei interessante pois reflete bem o atual momento e pega muito do que o Flavio fala.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

Offline FALCO

  • Moderador Global
  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 2.314
    • Ver perfil
Re:O estado atual da indústria de relógios
« Resposta #44 Online: 20 Julho 2016 às 09:11:56 »
...Acredito que o mesmo aconteceu com o mercado de canetas tinteiro.
Quem coleciona canetas ?? Bem menos gente do que relógios...

Eu acho que os dois colecionismos são muito diferentes.
É verdade que o universo de canetas é muito menor do que o de relógios, mas ao mesmo tempo, é muito mais consolidado e maduro.
Me parece que este mercado, das tinteiro, continua como sempre foi.
Talvez, ou provavelmente, pela menor percepção de valor das canetas, estas não atraiam os menos éticos.
A chance de ser deliberadamente prejudicado em um negócio ou conserto de caneta é infinitamente menor do que em relógios, aqui, bandidos são chamados de mestre e ladrões são os melhores relojoeiros do Brasil.
Uma hora isto cansa.
FRM: contra argumentos, não há fatos !!!

Online Vinnie

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 4.319
    • Ver perfil
Re:O estado atual da indústria de relógios
« Resposta #45 Online: 20 Julho 2016 às 10:01:04 »
Eu acho que os dois colecionismos são muito diferentes.
É verdade que o universo de canetas é muito menor do que o de relógios, mas ao mesmo tempo, é muito mais consolidado e maduro.
Me parece que este mercado, das tinteiro, continua como sempre foi.
Talvez, ou provavelmente, pela menor percepção de valor das canetas, estas não atraiam os menos éticos.
A chance de ser deliberadamente prejudicado em um negócio ou conserto de caneta é infinitamente menor do que em relógios, aqui, bandidos são chamados de mestre e ladrões são os melhores relojoeiros do Brasil.
Uma hora isto cansa.

Perfeito Falco, não poderia escrever melhor.
"You can tell a lot about a person's character by how they treat people they don't have to treat well."

Offline flavio

  • Administrador
  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 8.970
    • Ver perfil
    • Relógios Mecânicos
Re:O estado atual da indústria de relógios
« Resposta #46 Online: 21 Julho 2016 às 14:56:53 »
Mais no SJX

http://watchesbysjx.com/2016/07/swatch-group-half-year-profit-slumps-but-optimism-reigns.html

A declaração do Swatch Group

So the group expects sales in the second half to pick up, resulting in a full-year result similar to that of 2015, something an analyst quoted in Bloomberg termed a “a bigger miracle”. The Swatch Group also foresees a recovery in demand for its products in 2017, and since it is neither cutting workforce nor investment, the group states its will be able to “rapidly meet increasing demand”.

Estou tão otimista quanto o analista da Bloomberg...


Flávio

Offline CSM

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 4.477
    • Ver perfil
Membro do RedBarBrazil


Offline flavio

  • Administrador
  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 8.970
    • Ver perfil
    • Relógios Mecânicos
Re:O estado atual da indústria de relógios
« Resposta #49 Online: 14 Setembro 2016 às 14:12:31 »

Offline TUZ40

  • Administrador
  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 4.976
  • FDP Audacioso
    • Ver perfil
    • NÃO CLIQUE!
Re:O estado atual da indústria de relógios
« Resposta #50 Online: 14 Setembro 2016 às 14:50:17 »
Feia a situação, e se confirma com todas. Ainda acho que cai mais.
"All your base are belong to us"

Leontap

  • Visitante
Re:O estado atual da indústria de relógios
« Resposta #51 Online: 14 Setembro 2016 às 15:58:00 »
O problema é de escala geral. Explico, de uma maneira ampla, os produtos em si estão sendo feitos para durar menos, do que antigamente.
Carros, eletrodomésticos, celulares etc estão sendo feitos para propositalmente duraram menos.
Por que?
Porque a tendência no mercado é se sustentar pela venda de peças e serviços do pós.
Certamente mesmo ocorre com os relogios.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

Offline flavio

  • Administrador
  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 8.970
    • Ver perfil
    • Relógios Mecânicos
Re:O estado atual da indústria de relógios
« Resposta #52 Online: 21 Setembro 2016 às 11:09:01 »
Saiu ontem novo boletim da FH: quedas acentuadas nos relógios custando acima de 3 mil francos e recuperação nos modelos até... 300 francos.

http://www.fhs.ch/scripts/getstat.php?file=comm_160808_a.pdf

A análise, para mim, é clara: o consumidor "normal" está percebendo que deve procurar custo benefício.


Flávio

Offline Shostners

  • Membro ativo
  • **
  • Mensagens: 90
    • Ver perfil
Re:O estado atual da indústria de relógios
« Resposta #53 Online: 21 Setembro 2016 às 12:58:26 »
A análise, para mim, é clara: o consumidor "normal" está percebendo que deve procurar custo benefício.

Sim. É o que chamam, em economia, de "bem substituto inferior": aquele cuja demanda aumenta em desfavor de um produto mais caro de funcionalidade parecida (ex: na crise, cai a demanda por carne e aumenta a demanda por frango - http://g1.globo.com/sao-paulo/sorocaba-jundiai/nosso-campo/noticia/2016/03/demanda-por-carne-mais-barata-aquece-mercado-do-frango.html)

O Jean-Claude Biver diz que é a "crise mundial" (Dilma/Mantega feelings):
“The industry is not in trouble, the world is in trouble,” he says, thumping his fist on the table (which is made of pine and heat-stamped with a line drawing of a Hublot watch and what might be edelweiss). ‘And that’s very different. Syria is in trouble; the refugees are in trouble; Putin is in trouble; Ukraine is in trouble; Brexit is in trouble; Europe is in trouble; Al-Qaeda and Islamic State are in trouble; Paris is in trouble; currency is in trouble; the finance market is in trouble; the stock market is in trouble… Goddamn, the whole world is in trouble! And we? We should sell watches like crazy?”

Essa mesma matéria, mais à frente, diz que Hong Kong é "para onde muitos chineses viajam para comprar seus relógios".

Pesquisei um pouco sobre a situação atual do consumo de luxo em Hong Kong e esse artigo do Financial Times traz algo que corrobora a análise do Flávio:
Hong Kong Losing Status as China's Great Mall
Anti-corruption clampdown, testy relationship with Beijing and changing consumer habits hurt sales
(...)
“There’s a real debate as to whether what we call traditional luxury — handbags or watches — will come back to the same extent that we saw before because there’s been a huge behavioural shift,” she says. “We still see the Chinese travelling extensively, but spending on goods has moderated and spending on hotels, restaurants and entertainment has gone up.”

Achei interessante a matéria citar também a "campanha anticorrupção" na China. Aparentemente a turma recebia a propina e corria a Hong Kong convertê-la em artigos de luxo.

Aqui um outro artigo (longo) sobre como este aperto contra a corrupção na China afetou a economia como um todo, porque a burocracia estatal de aprovações praticamente emperrou e ninguém consegue mais tirar projetos do papel. Ele também cita de raspão a questão dos artigos de luxo dados como "presentes" a autoridades:
“There is an estimate that some 20 percent of spending on luxury goods was for gifts, and as soon as the campaign started there was an immediate impact and an obvious decrease in sales,” said Yann Jaussaud, Shanghai-based general manager of French communication agency Mazarine Asia Pacific, which advises clients in the luxury sector.China’s proportion of the world luxury market reportedly contracted from 11 percent in 2013 to 10 percent in 2014, while sales of luxury goods inside the country fell 11 percent over the same year, according to one survey.More than 80 percent of fashion brands have closed stores in China, with more closing predicted. Sales of expensive watches, once popular with officials but now often held up as a symbol of corruption, have been hard hit, too. Even prices of some of China’s most prized teas, once a popular gift for officials, have fallen significantly in recent years.

Aparentemente ostentar relógio caro virou sinal de corrupção na China, em alguma medida. Chola mais, Biver :)

Offline Dicbetts

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 1.859
    • Ver perfil
Re:O estado atual da indústria de relógios
« Resposta #54 Online: 21 Setembro 2016 às 13:46:15 »

Ora, se o Brasil embarcou na canoa da eterna pujança chinesa, por que as fábricas de relógios não fariam o mesmo?

Primeiro foi o surto russo, com os magnatas que assaltaram o antigo estado soviético rateando os setores de negócios e ganhando rios de dinheiro. VC, PP, AP e outras devem ter batido palmas de alegria.

Depois foi o surto chinês, com os magnatas do partido faturando horrores nas compras externas e nos investimentos em vários países. Os grupos do mercado de luxo tiveram orgasmos múltiplos.

Mas a economia russa começou a colapsar. A chinesa está esgasgando.

As commodities foram caíndo de preço (a ponto de a Arábia Saudita hoje já pensar numa fonte de energia pós-petróleo) e o mercado do luxo sentiu os efeitos.

Assim, as fábricas suíças (cujo mantra devia ser "há sempre alguém disposto a pagar qualquer preço") perceberam a mudança nos ventos.

A economia chinesa cresceu acima dos 10% por uns dez anos. Para 2016, a expectativa é de crescimento em torno dos 7,5%. O que para o Brasil seria uma dádiva, para eles é a expressão do fracasso.

E com todo mundo mais pobre, alguém vai pensar em comprar relógio?

Dic

Citando partes do que escrevi, em abril passado.

Alguém se surpreendeu com esses novos resultados da indústria suíça de relógios?

Dic

Leontap

  • Visitante
Re:O estado atual da indústria de relógios
« Resposta #55 Online: 21 Setembro 2016 às 18:06:56 »
A Swatch deveria estar atenta a isso. Já perceberam que aumentaram e muito os preços das suas peças? Mido, Tissot e Longines principalmente.



Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

Offline flavio

  • Administrador
  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 8.970
    • Ver perfil
    • Relógios Mecânicos
Re:O estado atual da indústria de relógios
« Resposta #56 Online: 22 Setembro 2016 às 09:47:33 »
Uma nova análise no ABTW, feita pelo Ariel Adams, o "dono" do site que... Bem, tendo a não gostar muito dos seus textos, simplistas demais, mas dá para extrair algo útil aí. Útil é óbvio: se você pode, por exemplo, comprar um Rolex GMT Master em aço por 8 mil dólares, por que diabos vai comprar um em ouro branco por... 35? A crise dos relógios em metais preciosos, é óbvio, não acontece apenas por isso, como temos reiterado aqui. O problema começa na venda, passa pelo pós venda e segue até a revenda do usado.

http://www.ablogtowatch.com/demand-platinum-gold-watches-plummets/

Offline TUZ40

  • Administrador
  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 4.976
  • FDP Audacioso
    • Ver perfil
    • NÃO CLIQUE!
Re:O estado atual da indústria de relógios
« Resposta #57 Online: 22 Setembro 2016 às 10:16:44 »
As colocações são meio óbvias mesmo, mas refletem a realidade em que nos encontramos.

Gostei de terem citado o exemplo que sempre coloco, Bátima vs Pepsi. Eu realmente não consigo encontrar a motivação para gastar 4x mais, é o mesmo relógio na minha visão, aliás, até prefiro o em aço, dado o "estilo" do relógio.
"All your base are belong to us"

Offline fugas

  • Membro Sênior
  • ****
  • Mensagens: 496
    • Ver perfil
Re:O estado atual da indústria de relógios
« Resposta #58 Online: 22 Setembro 2016 às 10:28:20 »
o engraçado que os modelos pepsi antigo não tinha uma revenda muito boa, atualmente os usados tem um procura grande(até cogitei em comprar um) além de ter disparado no preço.

Offline TUZ40

  • Administrador
  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 4.976
  • FDP Audacioso
    • Ver perfil
    • NÃO CLIQUE!
Re:O estado atual da indústria de relógios
« Resposta #59 Online: 22 Setembro 2016 às 10:31:50 »
o engraçado que os modelos pepsi antigo não tinha uma revenda muito boa, atualmente os usados tem um procura grande(até cogitei em comprar um) além de ter disparado no preço.

é um lindo relógio, tenho muita vontade de ter um.  ;)
"All your base are belong to us"