Autor Tópico: Entrevista com Michael Douglas no FHH  (Lida 240 vezes)

Offline flavio

  • Administrador
  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 9.098
    • Ver perfil
    • Relógios Mecânicos
Entrevista com Michael Douglas no FHH
« Online: 27 Setembro 2018 às 14:31:04 »
Entre as várias coisas que disse, as relacionadas aos relógios são interessantes. Ele disse que o primeiro pagamento que recebeu em um filme foi diretamente das mãos de Steve Mcqueen, pela atuação no filme... Adão às 6 da manhã? Eu não conheço esse filme, mas enfim... Segundo ele, recebeu cerca de 3500 dólares pela sua participação, mas o melhor foi ter dirigido no filme um Porsche laranja. Mcqueen, então, lhe deu as chaves e disse: é seu. Logo depois ele comprou um Rolex e trocou o bracelete metálico por um em couro laranja para combinar com o carro!

Ele disse, ainda, que seu gosto por relógios mudou muito. Em determinado da vida ele gostava de relógios maiores e que mostrassem aos outros o seu sucesso. Hoje ele usa relógios menores, que não fiquem "como um relógio de mesa no braço". Vejam

https://journal.hautehorlogerie.org/en/michael-douglas-on-collecting-and-knowing-when-to-stop/

Offline igorschutz

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 7.212
  • Santo Anjo do Senhor de piroquinha
    • Ver perfil
    • http://igorschutz.blogspot.com/
Re:Entrevista com Michael Douglas no FHH
« Resposta #1 Online: 27 Setembro 2018 às 14:33:41 »
Nessa seara, o Talking Watches do Haduken é melhor, pois ao menos mostra os relógios.
Opinião é como bunda: todos têm a sua. Você dá se quiser.
Opinião é como bunda: você dá a sua e eu meto o pau.

NÃO ACREDITE NO QUE 'FALAM' AQUI, ESTUDE BEM E TIRE SUAS PRÓPRIAS CONCLUSÕES

Offline Dicbetts

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 1.890
    • Ver perfil
Re:Entrevista com Michael Douglas no FHH
« Resposta #2 Online: 27 Setembro 2018 às 16:37:11 »

Ele disse que o primeiro pagamento que recebeu em um filme foi diretamente das mãos de Steve Mcqueen, pela atuação no filme... Adão às 6 da manhã? Eu não conheço esse filme, mas enfim...


Curtidor dos filmes "fora do eixo" de Hollywood, dos anos 1960 e 1970 - baixos orçamentos, mas verdadeiros culties - vi "Adam at 6 AM" umas duas vezes. Road movie simples: ensolarado e alegrão californiano vai ao enterro da tia, no sisudo interior. Chega à cidade às 6h, causa desconforto e molha calcinhas.

Óbvia trama progressismo x conservadorismo, num tempo de festivais musicais, liberação sexual, black power, LSD e crescentes dúvidas sobre o Vietnã...

Sobre a entrevista, concordo com o Igor.

Dic