Autor Tópico: Falemos de charutos, cigarrilhas e cachimbos...  (Lida 147223 vezes)

Offline Enéias

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 1.963
  • "O tempo vence a vida." (etb)
    • Ver perfil
Falemos de charutos, cigarrilhas e cachimbos...
« Online: 05 Junho 2010 às 22:28:44 »
Amigos,

Pouco entendo do assunto. Acho interessante a ideia de "fumar" sem "tragar". Quem entende do assunto poderia dissertar e dar dicas?
"O que me preocupa não é nem o grito dos corruptos, dos violentos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética... O que me preocupa é o silêncio dos bons." (Martin Luther King)

Um forte abraço!

Matheus13

  • Visitante
Re: Falemos de charutos, cigarrilhas e cachimbos...
« Resposta #1 Online: 06 Junho 2010 às 17:56:37 »
Um bom charuto é sempre ótimo pra se degustar.
Eu degustava com mais frequência (ainda assim era bem pouco, coisa de um a cada 15 dias). Tive uma crise de asma e então preferi dar um tempo.
Nunca fumei cigarro comum (nem provei!), mas fico puto com minha asma que as vezes ataca e me impede de degustar os puros com a devida moderação.
Pra começar recomendo os dominicanos. Davidoff, por exemplo, é uma boa opção pra começar.
Entre os Cubanos, sempre gostei muito dos Hoyo de Monterrey e dos Romeo y Julieta. Este último tem um aroma fantástico. Alguns os acham até enjoativos de tão aromáticos.
Muito importante é fazer um bom corte na cabeça do charuto. Pode-se usar uma guilhotina ou então experimentar um furador, que não cortará a cabeça, apenas a furará, deixando a fumaça mais concentrada. Alguns dizem que a cola usada pra colar a cabeça no charuto acaba prejudicando o sabor, então é melhor cortá-la ao invés de furá-la.
Pra acender é melhor um isqueiro de butano (maçarico), que não contamina o charuto.
E, uma das coisas mais feias que alguém pode fazer com um charuto é apagá-lo esmagando, como se faz com cigarro. Além disso promover um cheiro muito forte e ruim, é de extremo mal-gosto essa prática.

Para aqueles que se ligam na saúde, eu já tive a curiosidade de ler a maior e mais profunda pesquisa já feita no mundo a respeito do hábito de fumar charutos.
A conclusão é a de que um charuto por dia foi o mínimo necessário para conclusões acerca dos malefícios do hábito. Como várias pessoas não degustam com essa frequência, eles afirmaram que a maior parte dos fumantes de charutos se encontram em algum ponto controverso entre um não fumante e um fumante.

Offline Adriano

  • Moderador Global
  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 5.931
    • Ver perfil
Re: Falemos de charutos, cigarrilhas e cachimbos...
« Resposta #2 Online: 06 Junho 2010 às 19:44:40 »
Bem, sou "charuteiro" assumido, sendo este na verdade meu segundo hobby, perdendo apenas para os relógios. Sou estudioso do assunto também, participo de confrarias, eventos, viagens e etc. Planejo ir à Cuba em 2011 para concluir a "formatura".

Já fumei mais, cerca de 8 charutos por semana, hoje, principalmente por motivos de tempo (ou melhor, a falta dele), fumo algo em torno de 4 por semana. Isso não conta charutos pequenos (como Toscanos) e nem cigarrilhas.

Bem, para quem quer começar, recomendo obviamente começar por charutos mais fracos. E isso significa que fatalmente os cubanos, mesmo os mais fracos, ainda serão fortes demais. Sugiro começar com nacionais fracos, puramente de fumo mata fina (sem mata norte), como os Daneman Artist Line. Aliás, nacionais mata fina só recomendo esses. Quando for optar por um nacional mais forte, vá para os Monte Pascoal, que estão excelentes, de longe, os melhores nacionais. Mas contém fumo mata norte, o que os deixa com mais "pegada" e por isso não recomendo para começar.

Ou comece com dominicanos fracos. Não significa que todo dominicano é fraco. Vide La Flor Dominicana Doble Ligero, um dos charutos mais fortes que há. Mas apenas que há opções de charutos fracos dominicanos, coisa que não há entre os cubanos, numa escala geral. Para não gastar demais como um Avo, Zino, ou Davidoff, recomendo o "Bundle Selection", produzidos pela Davidoff, mas sem nenhuma marca da Oetinger (empresa suíça dona da Davidoff, Avo, Zino, e recentemente da Camacho). São espetaculares, e muito baratos. E digo isso como um fumante assíduo de marcas da Oetinger, especialmente da Davidoff. Conheço quase todos os Davisoff e os fumo com frequência, especialmente os Grand Cru e os Rue de Rive nr.2, que são feitos para e vendidos exclusivamente na Davidoff de Genebra. E também fumo muitos "Bundle Selection" para o dia-a-dia e costumo sempre dizer que desafio alguém a fazer uma desgutação cega entre Bundle Selection e Davidoff Milenium Blend. Duvido alguém que saiba a diferença às cegas. O que prova que os Bundle são excelentes. E são todos de fumo inteiro (long filler) e não de fumo picado como os Private Stock, que são também uma segunda linha da Oetinger.

E para não morrer de vontade de fumar um cubano, experimente o Romeo Y Julieta Mille Fleur. É suave, muito aromático e fácil de fumar.

Importante não confundir cor de capa (folha mais externa) com a força do charuto. Não tem nada a ver uma coisa com a outra. A capa tem apenas uma pequena influência sobre o aroma e não determina se o charuto é mais forte ou mais fraco, como pode-se pensar.

O tamanho também engana: não pense que o charuto menor é mais fraco. Recomendo para os iniciantes o formato "robusto", que é um dos mais clássicos. Mesmo que nao se consiga fumar um robusto inteiro no início, é melhor fumar um robusto do que tentar fumar um charuto menor, sob o risco do menor ser mais forte, mais apertado, e mais difícil de fumar. É melhor pegar um robusto e fumar o quanto aguentar. É normal que nao se consiga fumar o primeiro charuto completo.

Então o que escolher no charuto:

- nacionalidade, que pode ser nacional, cubano, dominicano, hondurenho, que são os principais.
- marca
- tamanho e formato, que possuem nomes específicos.

O resto é experimentar bastante e escolher o que mais agrada. Fuja, mesmo no início, de charutos de fumo picado, como aqueles de banca de jornal. Aquilo não é charuto e dará uma impressão errada. Quem quiser começar a fumar, recomendo que siga exatamente como falei. Não se aventurem em outras marcas e nos muito baratos.

Charuto de menos de R$ 10,00 não presta, sob nenhuma hipótese.

Esse é só o começo. Depois me extendo para os cachimbos também.

Abraços!

Adriano

Offline Daniel Eira

  • Moderador Global
  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 1.115
    • Ver perfil
Re: Falemos de charutos, cigarrilhas e cachimbos...
« Resposta #3 Online: 06 Junho 2010 às 20:29:04 »
Matheus e Adriano,

Obrigado pelas dicas! Eu como o Enéias tenho essa vontade de aprender um pouco mais e até me aventurar em uma degustação de vez em quando.

Abs

Daniel
Membro do RedBarBrazil
Siga @Watchfy

Offline kalex

  • Membro ativo
  • **
  • Mensagens: 97
    • Ver perfil
Re: Falemos de charutos, cigarrilhas e cachimbos...
« Resposta #4 Online: 06 Junho 2010 às 23:23:18 »
opa ...

posso dizer que o charuto é um dos meus hobbies .....
1- Relogios
2- Tiro Esportivo
3- Charutos

Não necessariamente nessa ordem!!!

Bem as dicas e sugestões citadas pelos confrades são primordiais, recomendo também a pesquisa na NET e em alguns livros sobre o tema que ajudará em muito quem quiser conhecer este "mundinho de fumaça"....

Depois de experimentar diversos, a minha escolha são:
- Partagas D4
- Montecristo nº 2
- Angelina FFF (conhecido como 3F)
- Cohia Robusto
- E um outro Nacional que agora me fugiu o nome

Destes o meu preferido é o D4.

Um conselho que recebi e lhe passo é: Fume os charutos sem se importar com a marca, aprecie o sabor.
Um charuto CUBANO caríssimo não necessáriamente é o melhor e sim aquele que vc gostar mais (que pode ser até mesmo um nacional).


Abs,

KALEX


Offline jfestrelabr

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 4.410
    • Ver perfil
Re: Falemos de charutos, cigarrilhas e cachimbos...
« Resposta #5 Online: 08 Junho 2010 às 14:57:19 »
Prezados, assim como o Adriano eu sou um assíduo apreciador dos PUROS (nome dado aos charutos feitos na ilha de Fidel) entrei para essa legião em 1995 e nunca mais sai, ja degustei de tudo um pouco o que me fez ficar só com os cubanos mesmo. Sou diretor regional do CigarClub em Brasília (esta é uma confraria de São Paulo que ja contou com mais de 1500 participantes nacionais e alguns estrangeiros, porem hoje ta meio devagar) e fundador da CEP Confraria Epicurista do Planalto, fazemos encontros regulares e estamos sempre debatendo novas idéias a respeito dos puros, ja fui ao Festival del Habano em Cuba e recomendo para quem gosta do tema pois vc simplesmente fica DOIDO com o que vê e com o que usa, tem eventos que vc sai praticamente DROGADO mesmo de tanto charuto que fuma heheheh, Adriano se vc for em 2011 me da um alô que eu vou junto.
O Charuto é um hobby bem interessante e carinho, mesmo se vc ficar só nos nacionais não sai barato, pois como disse o Adriano, charutos de 10 paus são porcarias mesmo, se quer provar um charuto e ficar impressionado com a força vá de cubano e verá que o charuto te derruba mesmo, esses dias eu fumei um Partagas SD4 RESERVA (uma série especial) e fiquei ruim mesmo eheheheh tive até febre heheheh

Só para dar uma ilustrada, Humidor que hoje ja ta bem mais vazio porem ainda tem uma boa quantidade de puros juntados por anos, só para ter uma ideia tenho chatuos de 1999 ainda guardados.


Rolex ou Rolex ou Rolex ou Rolex ou Rolex ou Rolex ou Rolex e dai Relax.

Um Abraço!!!!!!!!!!!!!!!!

Offline jfestrelabr

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 4.410
    • Ver perfil
Re: Falemos de charutos, cigarrilhas e cachimbos...
« Resposta #6 Online: 08 Junho 2010 às 15:03:25 »
Matheus e Adriano,

Obrigado pelas dicas! Eu como o Enéias tenho essa vontade de aprender um pouco mais e até me aventurar em uma degustação de vez em quando.

Abs

Daniel

Quando vier a Brasilia me de um alo que eu lhe apresento alguns charutos.
Rolex ou Rolex ou Rolex ou Rolex ou Rolex ou Rolex ou Rolex e dai Relax.

Um Abraço!!!!!!!!!!!!!!!!

Offline paulorocha

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 1.268
  • Tocando a vida a Golpes de Martelo!
    • Ver perfil
    • Diletante Compulsivo
Re: Falemos de charutos, cigarrilhas e cachimbos...
« Resposta #7 Online: 08 Junho 2010 às 15:29:23 »
Sou fumante a mais de 20 anos, mas não conheço quase nada de charutos. Lembro-me de ter degustado uns 4 ou 5 no decorrer destes 20 anos...

Mas já dei minhas cachimbadas! ;D

Posso recomendar os tabacos: Borkum Riff Malt Whiskey , Captain Black Gold (chocolate) e Regular (baunilha), Holland House (o de cereja é meu favorito), Half and Half (muito bom) e o nacional Finamore (surpreendente! barato e muito bom).
Um grande abraço

Paulo Rocha

Offline Clélio

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 1.057
    • Ver perfil
Re: Falemos de charutos, cigarrilhas e cachimbos...
« Resposta #8 Online: 08 Junho 2010 às 18:20:43 »
 
   Olá para todos,

  Eu fui um fumante diletante, sem nenhum embasamento provei alguns charutos e tinha preferência pelos Cohiba, mas os valores são proibitivos.
  Havia uma charutaria no Shopping Eldorado que vendia, além é claro charutos, alguns cigarros cubanos ( Cohiba, Romeu e Julieta)   Depois de algum tempo passei a fumar também cigarros Gauloise Caporal, são uns cigarros pequenos, sem filtro de fumo preto,com nicotina suficiente para matar um cavalo.  De acordo com um amigo o fumo deste cigarro era brasileiro, mais precisamente de Arapiraca, Alagoas.
  Além um outro amigo me trazia um cigarro chamado LaPaz que vinha do Uruguay, estes não tão bons... mas não havia nada no mercado nacional que se comparesse... Realmente, depois de uma boa refeição, um licor, um café nada melhor que um charuto...

   Parei de fumar a uns 05 anos, por pura opção, não houve recomendação medica ou da esposa ( ;D) mas com o Macarthismo que se estabeleceu em relação ao tabagismo percebo que fica cada dia mais dificil e caro poder apreciar um bom charuto, ou mesmo um cigarro...

 Abs 

Offline Enéias

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 1.963
  • "O tempo vence a vida." (etb)
    • Ver perfil
Re: Falemos de charutos, cigarrilhas e cachimbos...
« Resposta #9 Online: 08 Junho 2010 às 22:37:02 »
Quanto ao cachimbo: existe alguma técnica para mantê-lo aceso? Não tenho conseguido...
"O que me preocupa não é nem o grito dos corruptos, dos violentos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética... O que me preocupa é o silêncio dos bons." (Martin Luther King)

Um forte abraço!

Offline O Cara

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 2.773
  • Em fase de aprendizagem
    • Ver perfil
    • Fábio Dutra
Re: Falemos de charutos, cigarrilhas e cachimbos...
« Resposta #10 Online: 09 Junho 2010 às 01:05:06 »
Acho muito interessante esse hobby e admiro quem o pratica, mas eu passo, não curto cigarros, charutos, cachimbos nem nada do gênero.

Já fumei ocasionalmente na minha adolescência, geralmente quando bebia dava vontade de fumar (mesmo não sendo fumante, me explica isso, kkkk).

Hoje em dia não gosto nem do cheiro.
Um abraço
Fábio
Meu Blog: www.fabiodutra.com.br

Offline jfestrelabr

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 4.410
    • Ver perfil
Re: Falemos de charutos, cigarrilhas e cachimbos...
« Resposta #11 Online: 09 Junho 2010 às 09:33:45 »
Quanto ao cachimbo: existe alguma técnica para mantê-lo aceso? Não tenho conseguido...

Ja fumei algumas vezes com amigos que curtem, não é o meu caso, e eu também não conseguia mante-lo aceso, mas acho que é costume , vc não pode descuidar das puxadas por muito tempo senão ele apaga mesmo.
Rolex ou Rolex ou Rolex ou Rolex ou Rolex ou Rolex ou Rolex e dai Relax.

Um Abraço!!!!!!!!!!!!!!!!

Offline paulorocha

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 1.268
  • Tocando a vida a Golpes de Martelo!
    • Ver perfil
    • Diletante Compulsivo
Re: Falemos de charutos, cigarrilhas e cachimbos...
« Resposta #12 Online: 09 Junho 2010 às 16:18:24 »
Quanto ao cachimbo: existe alguma técnica para mantê-lo aceso? Não tenho conseguido...

Ja fumei algumas vezes com amigos que curtem, não é o meu caso, e eu também não conseguia mante-lo aceso, mas acho que é costume , vc não pode descuidar das puxadas por muito tempo senão ele apaga mesmo.

É complicado mesmo...  ;D

Vai depender de uma série de fatores: tabaco mais "apertado" ou mais "solto", formato do fornilho, apresentação do tabaco (em "fiapos", "escamas", etc.), frequência da puxada, etc., etc. e etc...


A prática faz a perfeição!  ::)
Um grande abraço

Paulo Rocha

Offline Paulo Sergio

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 3.496
    • Ver perfil
Re: Falemos de charutos, cigarrilhas e cachimbos...
« Resposta #13 Online: 09 Junho 2010 às 19:37:11 »
"A prática faz a perfeição!  ::) "

Melhor dizendo... "o uso do cachimbo, faz a boca torta"  ;D  ;D  ;D
Abraço
Paulo Sergio
Abraço
Paulo Sergio

Offline Mario_Fpolis

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 1.216
    • Ver perfil
Re: Falemos de charutos, cigarrilhas e cachimbos...
« Resposta #14 Online: 09 Junho 2010 às 20:48:32 »
Fui fumante, larguei diversas vezes, e estou há mais de dez anos sem fumar.

Meu cunhado começou a gostar da brincadeira, e trouxe um Romeo e Julieta (é assim?) para as festas de final de ano, isso há mais de três anos atrás.

Me entregou um, já cortado, me disse como acender e manter a chama no início, e baforamos cada um o seu. Fumamos prazerosamente depois da virada, uma delícia. Realmente gostoso o aroma e o ato em si.

No dia seguinte, porém, o velho vício - adormecido - meio que se manifestou, uma vontade de acender o cigarro, leva-lo a boca, brincar com a fumaça.

Refleti que como é terrível o hábito mecânico de levar o cigarro a boca e traga-lo, como o corpo e cérebro reage a isso!

Muito, muito perigoso. Parei.

Mas que o gosto de um charuto que imagino mediano é muito bom, ainda mais compartilhado em uma data festiva na companhia de pessoas amadas!

Mas para um ex-fumante.... Acho que é como oferecer um Talisker para um alcoólatra... Não recomendado.

Vou, contudo, ler esse tópico, pois é um assunto que ainda me fascina muito.

Amplexos, Mário
Amplexos do Mário

Offline jfestrelabr

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 4.410
    • Ver perfil
Re: Falemos de charutos, cigarrilhas e cachimbos...
« Resposta #15 Online: 10 Junho 2010 às 10:13:03 »
Fui fumante, larguei diversas vezes, e estou há mais de dez anos sem fumar.

Meu cunhado começou a gostar da brincadeira, e trouxe um Romeo e Julieta (é assim?) para as festas de final de ano, isso há mais de três anos atrás.

Me entregou um, já cortado, me disse como acender e manter a chama no início, e baforamos cada um o seu. Fumamos prazerosamente depois da virada, uma delícia. Realmente gostoso o aroma e o ato em si.

No dia seguinte, porém, o velho vício - adormecido - meio que se manifestou, uma vontade de acender o cigarro, leva-lo a boca, brincar com a fumaça.

Refleti que como é terrível o hábito mecânico de levar o cigarro a boca e traga-lo, como o corpo e cérebro reage a isso!

Muito, muito perigoso. Parei.

Mas que o gosto de um charuto que imagino mediano é muito bom, ainda mais compartilhado em uma data festiva na companhia de pessoas amadas!

Mas para um ex-fumante.... Acho que é como oferecer um Talisker para um alcoólatra... Não recomendado.

Vou, contudo, ler esse tópico, pois é um assunto que ainda me fascina muito.

Amplexos, Mário

Mario, conheço pessoas que largaram o vicio do CIGARRO usando os Charutos, pois pelo fato de ser bem mais forte (um charuto pode chegar a possuir a quantidade de nicotina relativa a 500 cigarros) porem vc não traga o danado, mas sente o prazer e alguns efeitos embriagantes da nicotina eu mesmo ja experimentei algumas sensações bem peculiares hehehe .
Rolex ou Rolex ou Rolex ou Rolex ou Rolex ou Rolex ou Rolex e dai Relax.

Um Abraço!!!!!!!!!!!!!!!!

Offline Mario_Fpolis

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 1.216
    • Ver perfil
Re: Falemos de charutos, cigarrilhas e cachimbos...
« Resposta #16 Online: 10 Junho 2010 às 13:22:09 »
Opa...

O meu uso do charuto foi o mesmo do nosso amigo ex-presidente americano com o cigarrinho do capeta: fumei mas não traguei....

Tentando ser mais claro, associei o ato de levar o charuto a boca e fuma-lo com a época do cigarro, e como o hábito é mecânico e como isso é associado à levar o cigarro a boca e traga-lo, como o corpo e cérebro reage a isso!

E concordo contigo, deixar a fumaça na boca e solta-la em halos ou em longas exalações deixa-nos embriagados mesmo.. A nicotina já é absorvida pela mucosa bucal e isso é outro elemento que desperta o vício do cigarro.

Trocando de assunto,

Queria experimentar um conhaque com um charuto, numa harmonização que dizem ser deveras interessante. Há revistas que falam em cervejas stout e charutos, como um combinação assaz divertida.

Há um filme, não me lembro qual, que o ator exala a fumaça do charuto numa taça de brandy e fica a fumaça lá dentro. Uma cena bastante interessante.

Amplexos, Mário
Amplexos do Mário

Offline shun

  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 2.404
    • Ver perfil
Re: Falemos de charutos, cigarrilhas e cachimbos...
« Resposta #17 Online: 10 Junho 2010 às 19:06:11 »
Acho que conheco o filme... "Gátaca" é o nome Mario, filme interessante, diga-se de passagem!

Um abraço!

Offline Davi-RJ

  • Membro hiperativo
  • ***
  • Mensagens: 165
    • Ver perfil
Re: Falemos de charutos, cigarrilhas e cachimbos...
« Resposta #18 Online: 13 Junho 2010 às 13:44:46 »
Nunca fumei cigarros, mas experimentei alguns charutos aqui e ali e gostei. Destas experiências tirei as seguintes observações:

1) De toda a extensão do charuto, o ponto de prazer mesmo é o terço médio, sendo os outros dois já meio ácidos (pelo menos foi o que achei).  Quanto mais caro o charuto, mais esta relação se torna verdade.

2) A fama dos charuto cubanos é merecida.

3) Um charuto é demais para mim. Mesmo compartilhando com minha esposa, enjoamos antes de terminar o comprimento útil do charuto.


Estes dias resolvi fazer uma experiência com cachimbos. Meu raciocínio era o de poder controlar a quantidade de fumo de acordo com minha vontade e fumar apenas o necessário. Também tive problemas em mantê-lo aceso, mas gostei do resultado: uma espécie de charuto ajustável. Agora preciso apenas descobrir mais fumos.

Um abraço,
Davi

Offline Daniel Eira

  • Moderador Global
  • Membro de honra
  • *****
  • Mensagens: 1.115
    • Ver perfil
Re: Falemos de charutos, cigarrilhas e cachimbos...
« Resposta #19 Online: 15 Junho 2010 às 15:05:24 »
Matheus e Adriano,

Obrigado pelas dicas! Eu como o Enéias tenho essa vontade de aprender um pouco mais e até me aventurar em uma degustação de vez em quando.

Abs

Daniel

Quando vier a Brasilia me de um alo que eu lhe apresento alguns charutos.

João,

Pode deixar que assim que eu tiver a oportunidade de ir a Brasília, não perderei a chance de conhecer o amigo pessoalmente. ;)

Abs

Daniel
Membro do RedBarBrazil
Siga @Watchfy