Influência da frequência nos "deslize" do ponteiro dos segundos

  • 8 Respostas
  • 341 Visualizações
Influência da frequência nos "deslize" do ponteiro dos segundos
« Online: 31 Agosto 2021 às 22:47:46 »
Boa noite, prezados!

Gostaria muito de ouvir os senhores no seguinte respeito: qual a influência da frequência do relógio no "deslize" do ponteiro dos segundos?

Pergunto porque é certo de que o ponteiro dos segundos possui um deslize muito mais "escorregadio"/"amanteigado" que os relógios com movimento a quartz.

Isso, evidentemente, tem uma explicação. Qual é? É a frequência? Um relógio mecânico, portanto, com frequência de 3Hz tem um ponteiro de segundos que "desliza" diferente que um relógio de 4Hz? Como se relaciona essas questões?

Grato!

*

Offline igorschutz

  • *****
  • 7.860
  • Santo Anjo do Senhor de piroquinha
    • Ver perfil
    • http://igorschutz.blogspot.com/
Re:Influência da frequência nos "deslize" do ponteiro dos segundos
« Resposta #1 Online: 01 Setembro 2021 às 07:22:48 »
Há relação direta entre a percepção do andar do ponteiro de segundos com a frequência do escapamento.

Quanto maior a frequência do escapamento, maior a quantidade de saltos que o ponteiro dá em um segundo e, portanto, maior a impressão que o ponteiro desliza suavemente.

Mas isso em um relógio no qual o ponteiro de segundos está diretamente ligado às frequência do escapamento, que são a maioria, porém há exceções.

Existem relógios mecânicos com uma complicação chamada "dead beat", cujo mecanismo transmite ao ponteiro apenas um movimento por segundo. Assim, nestes relógios, o ponteiro move-se como normalmente a gente vê em um relógio quartzo, uma vez por segundo.

Por outro lado, em relação aos relógios quartzo, o movimento do ponteiro de segundos é programado ao gosto do fabricante.

Como o movimento dos ponteiros é o fator de maior consumo de energia em um relógio quartzo, convencionou-se que, em regra, um movimento do ponteiro por segundo é o equilíbrio perfeito entre economia de bateria e exibição do tempo com precisão, mas, se o fabricante quisesse, ele poderia colocar um motor que fizesse o ponteiro saltar quatro, cinco, dez, mil vezes por segundo, porém isso consumiria mais energia e, consequentemente, a troca de bateria seria mais frequente, o que desagrada o consumidor.

Há exemplos de relógios quartzo cujo ponteiro dá diversos saltos em um segundo. O Seiko Spring Drive, por exemplo, dá 200 saltos por segundo. São tantos saltos que o olho humano simplesmente não consegue captá-los, e tem-se a impressão que o ponteiro desliza suave e continuamente.
Opinião é como bunda: todos têm a sua. Você dá se quiser.
Opinião é como bunda: você dá a sua e eu meto o pau.

NÃO ACREDITE NO QUE 'FALAM' AQUI, ESTUDE BEM E TIRE SUAS PRÓPRIAS CONCLUSÕES

*

Offline helio

  • *****
  • 800
    • Ver perfil
Re:Influência da frequência nos "deslize" do ponteiro dos segundos
« Resposta #2 Online: 01 Setembro 2021 às 09:10:05 »
Boa noite, prezados!

Gostaria muito de ouvir os senhores no seguinte respeito: qual a influência da frequência do relógio no "deslize" do ponteiro dos segundos?

Pergunto porque é certo de que o ponteiro dos segundos possui um deslize muito mais "escorregadio"/"amanteigado" que os relógios com movimento a quartz.

Isso, evidentemente, tem uma explicação. Qual é? É a frequência? Um relógio mecânico, portanto, com frequência de 3Hz tem um ponteiro de segundos que "desliza" diferente que um relógio de 4Hz? Como se relaciona essas questões?

Grato!
Na realidade o passo de segundo em segundo não nasceu com os relógios quartz, ele era considerado uma complicação utilizada em relógios para médicos, chama-se "dead seconds". Foi adotada nos quartz como maneira de poupar (economizar) bateria. Existem quartz continuos (ou mesmo eletronicos como os Electroquartz da Omega). Nos relódios mecanicos a frequencia influencia sim na suavidade do passo, quanto maior a frequencia maior será a divisão possivel no segundeiro.
[]s

*

Offline flávio

  • *****
  • 9.500
    • Ver perfil
Re:Influência da frequência nos "deslize" do ponteiro dos segundos
« Resposta #3 Online: 01 Setembro 2021 às 16:35:03 »
Atualmente, um relógio "padrão" tem 28800 batidas por hora. Ou seja, a cada hora ele faz 28800 tics e tocs. Como no escapamento de âncora a cada "tic" (e a cada toc) um dente da roda de escape é liberado, a cada tic, o ponteiro anda um pouquinho. Quanto ele anda? Matemática pura e simples. Se são 28800 por hora, são 480 por minuto e... Voilá! 8 por segundo. Ou seja, a cada segundo no mostrador, num relógio comum, o ponteiro dá oito saltinhos. Num El Primero, por exemplo, que gira a 36000 batimentos por hora, os saltinhos são 10. Nos relógios antigos, como o Cricket, cuja frequência era (é) de 18000, há 5 saltinhos por segundo. Mas como o Igor falou, há mecanismos que podem alterar isso, como o tal "dead beat". Eu particularmente nunca vi um relógio com dead beat funcionando... Aliás, nunca nem vi um... O mais próximo de um dead beat, mecânico, que você algum dia pode encontrar por aí, mas difícil também, são os cronômetros de marinha. Mas aí a questão é outra: o cronômetro de marinha, por projeto, não faz tic e toc, só tic e tic... Então, a cada oscilação do balanço, ele só libera o conjunto de engrenagens uma vez (num relógio comum, duas vezes, como disse acima). E vibrando a apenas 14400 batimentos, fazendo a matemática, um cronômetro de marinha praticamente gira visualmente como um relógio a quartzo, avançando o ponteiro apenas duas vezes por segundo.

Fui além do que queria, mas acho que deu para sacar o conceito.
« Última modificação: 01 Setembro 2021 às 19:01:37 por flávio »

Re:Influência da frequência nos "deslize" do ponteiro dos segundos
« Resposta #4 Online: 01 Setembro 2021 às 23:35:00 »
Maravilha de explicações, meus caros!

Muito obrigado!

*

Offline Adriano

  • *****
  • 6.352
    • Ver perfil
Re:Influência da frequência nos "deslize" do ponteiro dos segundos
« Resposta #5 Online: 06 Setembro 2021 às 14:40:03 »
Maravilha de explicações, meus caros!

Muito obrigado!

Vale citar ainda que o compriemento do ponteiro influencia na sua percepção desse movimento. Quanto mais longo, mais perceptível são os pequenos saltos.

Abs.,

Adriano

Re:Influência da frequência nos "deslize" do ponteiro dos segundos
« Resposta #6 Online: 07 Setembro 2021 às 12:17:32 »
Pra prolongar a discussão: pq nos mecanismos 28800/hora = 8Hz não se fala 8Hz e sim 4Hz ?? Vide os 36600 da Zenith que são chamados 5Hz


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk Pro

*

Offline flávio

  • *****
  • 9.500
    • Ver perfil
Re:Influência da frequência nos "deslize" do ponteiro dos segundos
« Resposta #7 Online: 07 Setembro 2021 às 15:13:14 »
Pra prolongar a discussão: pq nos mecanismos 28800/hora = 8Hz não se fala 8Hz e sim 4Hz ?? Vide os 36600 da Zenith que são chamados 5Hz


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk Pro



Toda "coisa" que produza uma frequência estável pode ser usada como relógio... No relógio de pedestal, a tal frequência estável é ditada por um pêndulo. No relógio de pulso também, só que o tal "pêndulo" não é retilíneo, mas circular, e se chama balanço. Chegamos na frequência... A frequência de um balanço é seu movimento completo de VAI E VEM, o que é um ciclo, medido em hertz. Ocorre, como ressaltei acima, que no escapamento de âncora usado na maioria dos relógios (mas não em todos, pois, também como citei, cronômetros marítimos não usam isso), o impulso e bloqueio das engrenagens do relógio (e o que causa os saltinhos do ponteiro), não ocorrem uma vez a cada oscilação completa, mas a cada MEIA oscilação. Ou seja, num el primero, que tem 360000 tic e tocs por hora, o ponteiro de fato avança 10 vezes a cada segundo (porque a cada segundo, o trem de engrenagem é liberado pelo escapamento 10 vezes). Porém, a frequência do balanço não é de 10 Hertz, mas de 5 Hertz, pois ele vibra 5 vezes por segundo (ele faz cinco vai e vem completos a cada segundo).


Flávio

Re:Influência da frequência nos "deslize" do ponteiro dos segundos
« Resposta #8 Online: 07 Setembro 2021 às 16:17:48 »
Exatamente Flávio! Excelente explicação.. o impulso (a liberação) ocorre tanto na ida quanto na volta e a unidade VPM não corresponde a unidade Hz


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk Pro