Relógios Alemães - Comparativos

  • 22 Respostas
  • 653 Visualizações
Relógios Alemães - Comparativos
« Online: 21 Setembro 2021 às 10:42:36 »
Bom dia, meus caros!

Recentemente, estive procurando conhecer mais a respeito de relógios alemães, mas tenho experimentado algo desagradável:
(1) ou se trata de bons relógios, mas com preço superior a 2/3k doláres (o que, convenhamos, com essa câmbio é bem desagradável); (2) ou são relógios mais baratos (até 500 dol.), mas que não entregam um bom custo benefício (tal qual um seiko cal 4r36, 7s26 e similares ou um eta 2824 etc etc) entregam.

Ou seja, ou é uma puta máquina alemã, ou é o famoso migué.

Não sei. Talvez esteja equivocado, já que perto dos senhores eu sou um leigo absoluto no assunto.

Meu propósito com esse tópico, portanto, é o seguinte: existem relógios alemães cujo benefício se equipara a um seiko nos moldes mencionados?

Vou além: qual é o tissot/certina dos alemãs?

Grato!

*

Online igorschutz

  • *****
  • 7.871
  • Santo Anjo do Senhor de piroquinha
    • Ver perfil
    • http://igorschutz.blogspot.com/
Re:Relógios Alemães - Comparativos
« Resposta #1 Online: 21 Setembro 2021 às 11:02:04 »
Se você quer um relógio alemão com qualidade suíça, você vai pagar o mesmo preço de um relógio suíço, afinal, o custo da mão de obra é quase o mesmo.

Fazer um relógio "barato" na Alemanha/Suíça não compensa, pois a mão de obra é cara e então a margem é pequena. É por isso que você não vai encontrar relógios alemães e suíços com preço de Seiko feito na Tailândia, Taiwan...

Aliás, se você pegar os próprios Seikos 'made in Japan' com qualidade que rivalizam com os alemães/suíços, você verá que custam o mesmo preço desses últimos, afinal, a mão de obra japonesa também não é barata.

Ou seja, não há almoço grátis. Você leva o que paga.

Esses relógios "alemães" que custam barato não passam de relógios inteiramente 'made in China' que os caras fazem uma gambiarra para atender os frouxos requisitos para utilizarem a chancela 'made in Germany' e venderem com uma margem maior, dada a aura de luxo dos produtos alemães.

Sendo assim, acho mais honesto comprar um desses homages tipo San Martin, Pagani Design, Steeldive, que são vendido no AliExpress. São mais baratos e, muitas vezes, entregam mais qualidade do que seria esperado em relógios desse preço.
« Última modificação: 21 Setembro 2021 às 11:03:56 por igorschutz »
Opinião é como bunda: todos têm a sua. Você dá se quiser.
Opinião é como bunda: você dá a sua e eu meto o pau.

NÃO ACREDITE NO QUE 'FALAM' AQUI, ESTUDE BEM E TIRE SUAS PRÓPRIAS CONCLUSÕES

*

Offline flávio

  • *****
  • 9.561
    • Ver perfil
Re:Relógios Alemães - Comparativos
« Resposta #2 Online: 21 Setembro 2021 às 11:27:24 »
Olha, eu concordo com o Igor, mas discordo quanto às opções, e vou citá-la, porque já comprei dois relógios da marca, a Nomos. A Nomos não só é alemã, mas genuinamente alemã, com produção totalmente centrada em Glashutte e com produção própria lá de tudo. Aliás, a Nomos é mais alemã do que a maioria das fábricas totalmente alemãs e fodonas de lá. Exemplo? Vocês acreditam sinceramente que a Lange e Glashutte Original, ambas pertencendo a grupos maiores, fazem seus escapamentos em casa? DU VI DO! E vejam, não estou dizendo que isso é demérito, mas se existe uma empresa dentro do grupo especializada nisso, a exemplo da NIVAROX - FAR no Swatch Group, para que perder tempo e recursos em algo tão específico? Pois é... A Nomos, salvo rubis e, se não estou engando, espirais e mola principal, faz tudo em casa. A Nomos é uma empresa totalmente integrada, que faz pelo menos 90 por cento dos relógios em casa, da caixa, mostradores, ponteiros aos movimentos (nem empresa suíça faz isso, só as japonesas). E quanto vale o show?

Eh... A Nomos é malandrinha... Ela investiu sim em tecnologia e em menos de 20 anos se tornou uma potência na Alemanha. O problema é que para não ter uma imagem de preço "tabajara" no mercado, ela inflacionou seus valores. Hoje, um Nomos com calibre automático não sai por menos de 4 mil euros, o que é preço de marca com "grife" suíça (os Rolex Oyster custam 5 mil dólares...). No entanto, as opções em corda manual ainda são bem razoáveis. Eu, quando fui a Glashutte, paguei 1200 euros, algo assim, num Tangente corda manual. Trouxe também um Club, igual este abaixo, por "míseros" 850. Este modelo em particular subiu muito de preço, está a 1450 mas... Qual relógio totalmente alemão, com cara de alemão, e alemão mesmo, custa isso atualmente? Aliás, qual relógio totalmente feito em casa e de forma semi artesanal ainda custa isso? Pois é... Eu compraria um Nomos, como comprei, e dois!


https://nomos-glashuette.com/en/club/club-701

*

Online igorschutz

  • *****
  • 7.871
  • Santo Anjo do Senhor de piroquinha
    • Ver perfil
    • http://igorschutz.blogspot.com/
Re:Relógios Alemães - Comparativos
« Resposta #3 Online: 21 Setembro 2021 às 12:17:35 »
Porra, mas tô aqui falando que um San Martin de USD 250 é mais honesto que um sino-teutônico de USD 500, e tu quer comparar com relógio de EUR 1400?? Aí é lógico que não dá.

Se sujeito quer comprar relógio de 1500 euros, pode procurar na Sinn também.
Opinião é como bunda: todos têm a sua. Você dá se quiser.
Opinião é como bunda: você dá a sua e eu meto o pau.

NÃO ACREDITE NO QUE 'FALAM' AQUI, ESTUDE BEM E TIRE SUAS PRÓPRIAS CONCLUSÕES

*

Offline fbmj

  • *****
  • 1.636
    • Ver perfil

*

Offline flávio

  • *****
  • 9.561
    • Ver perfil
Re:Relógios Alemães - Comparativos
« Resposta #5 Online: 21 Setembro 2021 às 14:50:49 »
Porra, mas tô aqui falando que um San Martin de USD 250 é mais honesto que um sino-teutônico de USD 500, e tu quer comparar com relógio de EUR 1400?? Aí é lógico que não dá.

Se sujeito quer comprar relógio de 1500 euros, pode procurar na Sinn também.


Sim, mas nem a Sinn, desculpe o trocadilho, é algo 100 por cento alemã. Aliás, não é nem 50... A Sinn usa movimentos suíços...

Re:Relógios Alemães - Comparativos
« Resposta #6 Online: 21 Setembro 2021 às 16:56:54 »
Flávio e Igor,

Vou pegar carona no tópico e aproveitar para perguntar: o que vocês acham da Stowa?

Um abraço,
Leandro

Re:Relógios Alemães - Comparativos
« Resposta #7 Online: 21 Setembro 2021 às 18:48:04 »
Se você quer um relógio alemão com qualidade suíça, você vai pagar o mesmo preço de um relógio suíço, afinal, o custo da mão de obra é quase o mesmo.

Fazer um relógio "barato" na Alemanha/Suíça não compensa, pois a mão de obra é cara e então a margem é pequena. É por isso que você não vai encontrar relógios alemães e suíços com preço de Seiko feito na Tailândia, Taiwan...

Aliás, se você pegar os próprios Seikos 'made in Japan' com qualidade que rivalizam com os alemães/suíços, você verá que custam o mesmo preço desses últimos, afinal, a mão de obra japonesa também não é barata.

Ou seja, não há almoço grátis. Você leva o que paga.

Esses relógios "alemães" que custam barato não passam de relógios inteiramente 'made in China' que os caras fazem uma gambiarra para atender os frouxos requisitos para utilizarem a chancela 'made in Germany' e venderem com uma margem maior, dada a aura de luxo dos produtos alemães.

Sendo assim, acho mais honesto comprar um desses homages tipo San Martin, Pagani Design, Steeldive, que são vendido no AliExpress. São mais baratos e, muitas vezes, entregam mais qualidade do que seria esperado em relógios desse preço.

Prezado, entendo perfeitamente seu posicionamento, mas, se me permite, discordo em partes.

Como disse, de fato, não existe almoço grátis. Meu propósito com o tópico não é tentar rebater essa verdade universal.

Na realidade, o que busco é, tão somente, relógios alemães com custo benefício equiparado a um seiko/suiço-de-entrada-com-mecanismo-decente (vide: eta 2824, powermartic 80 etc), ainda que produzidos em solo chinês.

Veja, o "Made in China" está em todo lugar; e isso não é ruim não! Ou você acha que o iphone é feito do vale no silício? Graças ao bom Deus que não -- calma lá, leitor lacrador, podemos discutir desigualdade social em outra oportunidade. Então, pergunto: ele deixou de ser da Apple, portanto, de fazer parte da mais alta tecnologia americana? Parece-me que não.

Aliás, eu desafio qualquer país do mundo a produzir qualquer produto com o mesmo baixo custo que a China consegue -- eu sei o porquê, Sr. lacrador, eu sei. Simplesmente não dá. Mas, observe que isso não implica, necessariamente, em um produto de má qualidade.

O que estou tentando dizer é que não é possível que não haja, tal qual ocorre com os suiços, relógios alemães (ou melhor, gravado "made in germany) com excelente custo benefício.



Re:Relógios Alemães - Comparativos
« Resposta #8 Online: 21 Setembro 2021 às 19:51:47 »
Olha, eu concordo com o Igor, mas discordo quanto às opções, e vou citá-la, porque já comprei dois relógios da marca, a Nomos. A Nomos não só é alemã, mas genuinamente alemã, com produção totalmente centrada em Glashutte e com produção própria lá de tudo. Aliás, a Nomos é mais alemã do que a maioria das fábricas totalmente alemãs e fodonas de lá. Exemplo? Vocês acreditam sinceramente que a Lange e Glashutte Original, ambas pertencendo a grupos maiores, fazem seus escapamentos em casa? DU VI DO! E vejam, não estou dizendo que isso é demérito, mas se existe uma empresa dentro do grupo especializada nisso, a exemplo da NIVAROX - FAR no Swatch Group, para que perder tempo e recursos em algo tão específico? Pois é... A Nomos, salvo rubis e, se não estou engando, espirais e mola principal, faz tudo em casa. A Nomos é uma empresa totalmente integrada, que faz pelo menos 90 por cento dos relógios em casa, da caixa, mostradores, ponteiros aos movimentos (nem empresa suíça faz isso, só as japonesas). E quanto vale o show?

Eh... A Nomos é malandrinha... Ela investiu sim em tecnologia e em menos de 20 anos se tornou uma potência na Alemanha. O problema é que para não ter uma imagem de preço "tabajara" no mercado, ela inflacionou seus valores. Hoje, um Nomos com calibre automático não sai por menos de 4 mil euros, o que é preço de marca com "grife" suíça (os Rolex Oyster custam 5 mil dólares...). No entanto, as opções em corda manual ainda são bem razoáveis. Eu, quando fui a Glashutte, paguei 1200 euros, algo assim, num Tangente corda manual. Trouxe também um Club, igual este abaixo, por "míseros" 850. Este modelo em particular subiu muito de preço, está a 1450 mas... Qual relógio totalmente alemão, com cara de alemão, e alemão mesmo, custa isso atualmente? Aliás, qual relógio totalmente feito em casa e de forma semi artesanal ainda custa isso? Pois é... Eu compraria um Nomos, como comprei, e dois!


https://nomos-glashuette.com/en/club/club-701

Excelentes considerações, meu caro! Embora, como o Igor observou, tratam-se de valores onde o subjetivo conceito de "custo-benefício" já não é tãão verificável assim.

Apesar disso, os relógios da Nomos são lindíssimos!

*

Offline flávio

  • *****
  • 9.561
    • Ver perfil
Re:Relógios Alemães - Comparativos
« Resposta #9 Online: 21 Setembro 2021 às 21:35:26 »
Perguntaram sobre a Stowa acima... Eu curto muito os relógios, oferecem designs genuinamente alemães, uma história genuinamente alemã e... Bem, os movimentos não são alemães, mas excelentes ETA ou Sellita nas suas melhores conformações, algo que a maioria das empresas (salvo a Sinn, como citado pelo Igor) nem em sonho oferece pelo preço que cobram. Curto muito.

*

Offline ejr888

  • *****
  • 1.254
  • EJR888
    • Ver perfil
Re:Relógios Alemães - Comparativos
« Resposta #10 Online: 21 Setembro 2021 às 23:25:28 »
Sinn Spezialuhren....


O preço já tá quase parelho a de um Omega... que é bom é mas caro...

*

Offline flávio

  • *****
  • 9.561
    • Ver perfil
Re:Relógios Alemães - Comparativos
« Resposta #11 Online: 22 Setembro 2021 às 09:44:12 »
Sinn Spezialuhren....


O preço já tá quase parelho a de um Omega... que é bom é mas caro...

De modo algum... Eu tenho um SINN 556 e este modelo custa hoje menos de 1000 euros, com movimento ETA TOP grade (melhor, aliás, do que marcas médias usam), com parafusos azulados e rotor exclusivo. Aliás, este relógio, que comprei do irmão do Igor, é um dos modelos que mais uso, super confortável, legível, ultra preciso. Se fosse para reclamar de algo, seria do antireflexo externo que, no meu caso, já está com arranhões. Mas está arranhado porque eu usei e uso pra caramba o relógio. Veja

https://www.sinn.de/en/Modell/556_I.htm
« Última modificação: 22 Setembro 2021 às 09:46:16 por flávio »

Re:Relógios Alemães - Comparativos
« Resposta #12 Online: 22 Setembro 2021 às 10:07:49 »
Flávio e Igor,

Vou pegar carona no tópico e aproveitar para perguntar: o que vocês acham da Stowa?

Um abraço,
Leandro

Acho um design muito bacana, queria um! Tenho um Nomos Club e um Sinn, e não canso de apreciar a limpeza do desenho.

Abrasss, gabo


*

Offline ejr888

  • *****
  • 1.254
  • EJR888
    • Ver perfil
Re:Relógios Alemães - Comparativos
« Resposta #13 Online: 22 Setembro 2021 às 10:47:46 »
Flávio isso é acessível a iniciados de 20 anos de relojoaria com estrutura de fórum.

Para nós leigos mortais isso está longe do nosso alcance, não vi uma loja da Sinn na Alemanha
e que eu gosto para caramba desta marca.

Re:Relógios Alemães - Comparativos
« Resposta #14 Online: 22 Setembro 2021 às 21:54:34 »
Perguntaram sobre a Stowa acima... Eu curto muito os relógios, oferecem designs genuinamente alemães, uma história genuinamente alemã e... Bem, os movimentos não são alemães, mas excelentes ETA ou Sellita nas suas melhores conformações, algo que a maioria das empresas (salvo a Sinn, como citado pelo Igor) nem em sonho oferece pelo preço que cobram. Curto muito.

Obrigado, Flávio.  Gosto muito do desenho deles.

Um abraço,
Leandro

*

Offline fbmj

  • *****
  • 1.636
    • Ver perfil
Re:Relógios Alemães - Comparativos
« Resposta #15 Online: 22 Setembro 2021 às 22:23:13 »
Olha, eu concordo com o Igor, mas discordo quanto às opções, e vou citá-la, porque já comprei dois relógios da marca, a Nomos. A Nomos não só é alemã, mas genuinamente alemã, com produção totalmente centrada em Glashutte e com produção própria lá de tudo. Aliás, a Nomos é mais alemã do que a maioria das fábricas totalmente alemãs e fodonas de lá. Exemplo? Vocês acreditam sinceramente que a Lange e Glashutte Original, ambas pertencendo a grupos maiores, fazem seus escapamentos em casa? DU VI DO! E vejam, não estou dizendo que isso é demérito, mas se existe uma empresa dentro do grupo especializada nisso, a exemplo da NIVAROX - FAR no Swatch Group, para que perder tempo e recursos em algo tão específico? Pois é... A Nomos, salvo rubis e, se não estou engando, espirais e mola principal, faz tudo em casa. A Nomos é uma empresa totalmente integrada, que faz pelo menos 90 por cento dos relógios em casa, da caixa, mostradores, ponteiros aos movimentos (nem empresa suíça faz isso, só as japonesas). E quanto vale o show?

Eh... A Nomos é malandrinha... Ela investiu sim em tecnologia e em menos de 20 anos se tornou uma potência na Alemanha. O problema é que para não ter uma imagem de preço "tabajara" no mercado, ela inflacionou seus valores. Hoje, um Nomos com calibre automático não sai por menos de 4 mil euros, o que é preço de marca com "grife" suíça (os Rolex Oyster custam 5 mil dólares...). No entanto, as opções em corda manual ainda são bem razoáveis. Eu, quando fui a Glashutte, paguei 1200 euros, algo assim, num Tangente corda manual. Trouxe também um Club, igual este abaixo, por "míseros" 850. Este modelo em particular subiu muito de preço, está a 1450 mas... Qual relógio totalmente alemão, com cara de alemão, e alemão mesmo, custa isso atualmente? Aliás, qual relógio totalmente feito em casa e de forma semi artesanal ainda custa isso? Pois é... Eu compraria um Nomos, como comprei, e dois!


https://nomos-glashuette.com/en/club/club-701

Curto a Nomos porque utilizavam, pelo menos no passado, umas pulseiras legais de couro de bumbum de cavalo (Shell Codovan). As grande marcas não costumam sair do "arroz com feijão" das pulseiras de couro de crocodilo.
« Última modificação: 22 Setembro 2021 às 22:24:58 por fbmj »

Re:Relógios Alemães - Comparativos
« Resposta #16 Online: 23 Setembro 2021 às 10:00:45 »
Flávio isso é acessível a iniciados de 20 anos de relojoaria com estrutura de fórum.

Para nós leigos mortais isso está longe do nosso alcance, não vi uma loja da Sinn na Alemanha
e que eu gosto para caramba desta marca.
Tem uma no meio da praça principal em Frankfurt


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk Pro

Re:Relógios Alemães - Comparativos
« Resposta #17 Online: 23 Setembro 2021 às 14:08:29 »
Curto a Nomos porque utilizavam, pelo menos no passado, umas pulseiras legais de couro de bumbum de cavalo (Shell Codovan). As grande marcas não costumam sair do "arroz com feijão" das pulseiras de couro de crocodilo.

Que dó do pobre equino.

*

Offline fbmj

  • *****
  • 1.636
    • Ver perfil
Re:Relógios Alemães - Comparativos
« Resposta #18 Online: 23 Setembro 2021 às 20:21:47 »
Que dó do pobre equino.

Flavio que é cruel, tem um kkkk

*

Offline flávio

  • *****
  • 9.561
    • Ver perfil
Re:Relógios Alemães - Comparativos
« Resposta #19 Online: 24 Setembro 2021 às 11:32:25 »
Flavio que é cruel, tem um kkkk


Por falar nisso, muito se ressalta as qualidades duradouras das tais pulseiras de shell cordovan, etc mas.... Eu tenho lá minhas dúvidas se a da Nomos aguentaria o rojão por muito tempo. A minha é preta e hoje vejo que deixa o relógio sisudo demais, eu o acabo usando só com ternos. E tem um lance nas pulseiras pretas de cavalo: elas riscam demais. Sim, os ricos ficam até bonitos, como naqueles casacos de aviador antigos, mas riscam... Se você é dos nóia que liga para riscos em pulseira, elas não são para você... Mas tem uma outra coisa: eu não achei que as pulseiras são tão bem feitas assim. Por exemplo, a minha, na passagem da fivela (eu não sei o nome que se dá àquele courinho onde se passa o resto da pulseira para ela não ficar sambando), a parte interna já se desgastou e ficou só o efetivo couro externo (não sei se me fiz entender, depois tiro fotos). E eu não usei o relógio tanto assim...


Flávio